Páginas

terça-feira, junho 01, 2010

Promessa de campanha

O primeiro-ministro do Japão acaba de renunciar.
Quebrou sua promessa feita durante a campanha de não renovar um acordo com os EUA para manutenção de uma base militar na ilha.
O povo não perdoou, fez pressão, e o partido entregou a cabeça do ministro.
Aqui entre nós, fica mais fácil quando apenas um político quebra apenas uma promessa ...

12 comentários:

Ju ♥ disse...

beeem mais fácil.

Unknown disse...

no brasil o povo n ataca, uma pena.

beijus...

Taís disse...

É... e quando o povo não admite isso também...

Anne M. Moor disse...

E o povo reage de maneira inteligente...

Batom e poesias disse...

Por aqui, se promessas quebradas fossem sinônimo de "renúncia", não sobraria ninguém em Brasíla para apagar a luz.

Contentinha pelo elogio.
Bjcas
Rossana

A. Marcos disse...

Um posto politizado...ainda bem.

Luna Sanchez disse...

Onde tem educação e consciência as coisas funcionam de forma diferente, né?

Beijocas.

ℓυηα

Luna Sanchez disse...

* Esqueci da vírgula, depois de "consciência".

Cris disse...

Eu vi ontem no JN.
O lance é que todo político é como môsca...só muda a merda mesmo.
Cá entre nós, o quebrou um acordo que pode ter consequências sérias para o país....ainda mais que o Japão nunca vai se recuperar do trauma da bomba. Por mais que as relações sejam pacíficas. Se eu fosse ele, além de renunciar ia dar uma voltinha pela Ásia....rs

e daí? disse...

qro uma realidade japonesa pra viver...

Tata disse...

Eu assisti na CNN e depois vi alguma coisa na NHK, que por sinal,não entendo nada do que eles dizem em Japa, mas, deu para ver a cara dele de decepção por não consiguir manter a palavra e cumprir suas promessas de campanha.Principalmente a de Okinawa, q o ajudou a se eleger...enfim...
Os Japonese tem como principio muito forte honrar a palavra, então por lá, escreveu não leu, dançou... mas, pelo menos eu achei q a cara dele era e decpção..
Agora, aqui no Brasil, não cumprir com as promessas é fato corriqueiro, mas se tornou fato corriqueiro por culpa de quem será não é mesmo??? KKKK

Bjinhos

Anônimo disse...

Eu ouvi dizer que ele fará o arakiri. É verdade? Se ele o fizer, os políticos brasileiros poderiam seguir o exemplo dele. Tá bom!... Até parece que os daqui se preocupam com suas improbidades e desonras. Quanto mais sacanas, mais têm orgulho de si próprios... Quero ver se algum político de lá faz isso (arakiri) e algum ‘dekassegui’ o exemplo. PQP! Esse trocadilho foi de lascar! Uma vergonha! Estou muito envergonhado. Só me resta cometer a mesma prática oriental.
Akito Môto
Ahhhhhhhhhhhh