Páginas

segunda-feira, abril 25, 2011

Olho do dono

Passagem rápida pela padaria Benjamin Abrahão ... comprei pão, queijo e pedi uma garrafinha de suco de laranja fresco ... O suco é preparado no andar de cima ... eu, embaixo, esperando ... impaciente.
A parte interessante ... quando comecei a ficar "com cara de impaciente", toca o telefone da atendente no balcão ... alguém faz uma pergunta do outro lado ... ela responde:
- Ele está esperando o suco .... está bem ... pode deixar ...
Imediatamente a atendente deixa o balcão e sobe apressada para o andar de cima, voltando com a minha garrafinha de suco.
Conclusão, o gerente da loja estava observando o movimento pelo circuito interno de vídeo, notou minha impaciência e rapidamente resolveu o problema.
Não é a toa que esse negócio vai para frente !

5 comentários:

A. Marcos disse...

Interessante esse post. De fato vale à pena apostar na pessoalidade quando a questão é negócio.

Unknown disse...

é isso ai, o olho do dono q engorda os bois.

bjos...

Ju ♥ disse...

Perfeito!
é o olho do dono (e de funcionários satisfeitos) q engorda o gado.

Mary disse...

Muito bom. Só que o mais importante é que os funcionários também tenham o mesmo "olho do dono". Senão, o que será dos negócios quando o dono se ausentar???

Rougebatom disse...

Também, concordo com o João Ronaldo. Afinal, o futuro dos negócios está centrado em quem está à frente deles. E muítas vezes quem está, não é o dono. Mesmo assim, foi um recorte do cotidiano interessante