Páginas

segunda-feira, junho 25, 2012

Economia verde

Cada vem admiro mais o pensamento holístico de alguns indianos.
Essa admiração começou quando andava buscando novas abordagens estratégicas e cresceu quando me encontrei com a filosofia tântrica.
No último final de semana assisti uma rápida entrevista com Pavan Sukhdev, consultor estratégico mundialmente conhecido por seus pensamentos sobre a "economia verde".
Conquistou-me logo de início, com uma observação bastante simples, criticando construtivamente algumas colocações dos líderes globais na Rio+20 sobre as "prioridades" ditadas pela crise econômica mundial.
Ele delicadamente sugeriu que os governos teriam gente suficiente para que pelo menos alguns especialistas pudessem pensar no futuro, enquanto os outros cuidavam do presente.
Essa recorrente desculpa das "prioridades" é tipica dos líderes preocupados com a próxima eleição.  O povo quer soluções para seus problemas de hoje.  Planejar é evitar os problemas de amanhã.  Pouca gente se interessa por isso.  E, além disso, os problemas de amanhã irão compor a plataforma de campanha da próxima eleição, que ficaria muito sem graça sem problemas graves para resolver.
Temos problemas hoje porque não planejamos antes.  E não planejamos hoje porque temos problemas.
Pavan não é um romântico.  É um visionário.  Ele entende a importância da natureza para economia, e aponta para o fato de que a riqueza natural não entra no cálculo do PIB (produto interno bruto, medida de riqueza "oficial") dos países embora, na prática, sustente boa parte da população, principalmente em países menos desenvolvidos.
Se a riqueza natural não é computada, o retorno sobre os investimentos na sua preservação ou desenvolvimento é oficialmente nulo - outro pensamento simples e poderoso.
Não são apenas as pessoas que andam acumulando as riquezas equivocadas.  Os países também andam pelo mesmo caminho.

2 comentários:

mARa disse...

Sim, os governantes pensam no imediato e nada fazem. Um discurso vazio apenas. A Natureza precisa ser cuidada desde sempre.

Abço!

Anne disse...

Sempre é "refreshing" escutar pessoas inteligentes falarem inteligentemente :-) Gostei do que apresentaste do Pavan Sukhdev...

beijão
Anne