Páginas

domingo, outubro 07, 2007

Os heróis

Já andei postando algo sobre a influência dos heróis na personalidade do homem adulto, principalmente quando desempenham papeis de liderança.
Recentemente passei a entender melhor a psicologia Junguiana e toda essa história de arquétipos.
Nesta noite, como último ato antes de partir para o mundo dos sonhos, decidi prestar uma homenagem a um dos meus heróis, e aos autores que dedicaram suas vidas a inspirar gerações.
Os que escrevem e os que desenham realizam uma obra que vai além das aparências.
E esse espírito está presente hoje em mim, portador de seu legado.
Minhas reverências ...

31 comentários:

Walmir Lima disse...

Bela lembrança e sincronicidade porque eu e o Jorge falamos exatamente sobre isso hoje quando lembramos do Capitão Marvel e o Dr. Silvana. Nos juntamos à sua reverência.

Ernesto Dias Jr. disse...

Todo gibi antigo virou cult. E com razão. Pena que meu herói de infância ande desaparecido: cadê o Brick Bradford??

Ernesto Dias Jr. disse...

Só agora me toquei. Acho que ninguém sabe quem é o Brick Bradford...

Walmir Lima disse...

Então conta...

Walmir Lima disse...

Não se esqueça de que tem menina no nosso grupo que tem idade pra ser nossa filha.

Walmir Lima disse...

E não tô falando da Carol.

Jorge Lemos disse...

Nada mais justo. De bat pronto
acompanho o desenrolar dos sonhos.
Alucinei-me ao devorar Prefácio.
Genialissímo!
Grato pelo régio presente.

Jorge Lemos disse...

Ernesto
Vc está duvidando de nossa capacidade
memorativa.
Brick foi outro personagem marcante lá nos tempos distantes.
E Buck Rogers, alguém se lembra. Guardo filme em PB datado de 1936.
De contra-peso Flash Gordon e Brucutú e o dr. Papanatas.

disse...

Na mesma batcaverna,
no mesmo bat café,
em qualquer bathorário
o batbrilho de sempre.
Bj
Lú.

Jorge Lemos disse...

Arquétipos: dependemos, em nossa formação cultural, destas figuras
que nos proporcionaram formar, até,nossas próprias vidas. Quem não possui dentro de sí o espirito dos herois miticos que povoaram suas vidas?
Brick, viajando pelo espaço, inspira sempre nosso geniozinho!

Jorge Lemos disse...

Lú bat firme

disse...

Jorge e Walmir
BATMARAVILHOSOS amigos.
Sei e sinto que sou supermega batquerida por vcs.
e bat amo vcs dois.
BATBJ.
Mulher-gato, Lú e Malú.

disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Udi disse...

Parece que está acomodando o herói de um outro jeito, diferente daquela atitude de adotar o arquétipo do anti-herói... será isso?
(é o Batman?)

Flavio Ferrari disse...

Udi ... o Batmam não beija ninguém ...

disse...

Lud:
O Batman é peganinga?
Duvido...
Malú.

Flavio Ferrari disse...

aquela história dele com o Robin até hoje não ficou bem explicada ...

disse...

Voltei aqui pra perguntar : "nem o Robin?.
Não deu tempo....

Suzana disse...

Santas discussões !Batman!
Precisamos localizar o batcel e entrar em contato com o Ludovico.

Walmir Lima disse...

Agora descobri...
A Lú é a mulher gata e a Malú é a Mulher-Gato.

Ti disse...

Também acho o Ludovico bem mais interessante!!

O Batman é sem graça, sem charme e se esconde em sua bat-caverna...

Não combina com você!! Pelo menos, não hoje...

Beijos

Flavio Ferrari disse...

Ti: não sei não ... tal qual o morcegão, sou meio bicho-do-mato e a cabeça segue pensando mais do que deveria ...
Susana: clicar no seu nome não leva a lugar nenhum. Seu perfil está bloqueado.
Assim não vamos conhecer o famoso blog "O cão não é o melhor amigo do homem"...

Jorge Lemos disse...

Pô as dúvidas começaram a pairar sobre meu quengo: quem se lembra do Mandrake, o mágico? Ele era acompanhado por um baita de um africano, o Lothar e uma princesa, a Narda, que pelo forma de viver era de nada. Putz grillis, será que ele fazia desaparecer coisas?
Gente! Será que por influência destes personagens tem tanto boiola por ai, enrustidos.

É! disse...

putz... acabo de descobrir uma coisa a meu respeito... Minha heroína de infância era a Mônica, do Maurício de Souza... deve ser por isso que tasquei a ponta-seca do compasso no braço do menino que eu gostava, eu não tinha um Sansão...

(como é o nome do Batman quando não está de Batman, Bruce Wayne????)

Flávio: ficou bat-gato de Bruce Wayne com terno e gravata! Robin ia morrer de inveja!

disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
disse...

O Robin sempre foi louco pelo Batman.

Ju disse...

Para mim o grande encanto do Batman é que ele não tem nenhum super poder.
Ainda assim, salva a cidade!

Jorge Lemos disse...

Ju deu o ar certo para o Bat:
o tráuma de infancia levou a criança a salvar todo o meio.

Ernesto Dias Jr. disse...

Tá vendo? Tá vendo?
Por isso gosto do Brick: Andava por aí numa máquina do tempo que parecia um balão, e sempre cercado de beldades, rsrsrs

Anne M. Moor disse...

E eu adorava o Mighty Mouse!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! hahahahahahahahahaha
E Roy Rogers!!

Walmir Lima disse...

Nossa!...Trinta comentários, até agora...
Esse Batman deu mesmo o maior Ibope.
putz!...desculpe o trocadilho, Flávio...)