Páginas

sexta-feira, outubro 13, 2006

Na contra-mão ...


Here am I at London...
Pronto para passar uma noite descansando ao lado do relógio mais famoso do mundo após 2 dias de trabalho intenso, não posso deixar de comentar um pequeno detalhe bastante conhecido desta fantástica cidade. Em Londres, como em toda a inglaterra, todos s carros andam na contra-mão.
Para os londrinos isso não parece ser um grande problema, já que todos concordaram em andar no sentido oposto ao da humanidade.
Mas para mim, embora tenha vivido na contra-mão nos últimos tempos, não deixa de provocar uma dissonância cognitiva, com direito a grandes possibilidades de atropelamento ao atravessar a rua.
Encontrar coisas estranhas em um país de cultura e tradição essencialmente diferentes, como na Ásia e no Oriente Médio, não provoca grandes surpresas.
Mas a Inglaterra é um país ocidental, portanto bastante semelhante ao nosso. Apenas decidiram usar um sistema métrico diferente e dirigir no sentido contrário.
E tudo funciona muito bem ... para eles, e enquanto estiverem em seu território.
Fosse apenas um londrino, diríamos que é maluco. Fosse um grupo, excentricos. Uma pequena cidade, exótica. Mas todo um país ... podemos dizer que defendem o direito de serem diferentes.
Claro que isso é facilitado (e talvez estimulado) pelo fato da Inglaterra ser uma ilha.
E esse é um ponto interessante. Pessoas diferentes procuram seus pares e tendem a viver em uma espécie de ilha. Mantém contato com o resto do mundo mas, sempre que possível, retornam para seu confortável grupo de referência.
Conheci vários ingleses que vivem fora de seu país. Sempre tive a impressão de que, embora capazes de se adaptar, pagam um preço alto por isso. Não por causa do sistema métrico ou da mão de direção, mas porque realmente pensam diferente e normalmente são educados demais para tentar impor sua forma de pensar. Obviamente estou me referindo ao londrino moderno, pós-colonização.
Deve ser por isso que percebo nos ingleses que vivem fora da inglaterra um certo traço de tristeza. Deixam transparecer uma incompreendida solidão.
Estando aqui, em sua terra, fica mais fácil de entender, de extrapolar, e pensar a respeito.
Valeu a visita.

5 comentários:

Glaura disse...

Estando ou não na contra mão, meu irmão, o bom é que a vida sempre nos reserva um encontrão...
Saudades!

Glaura disse...

Eu não uso o inglês há anos, mas não seria melhor dizer Here I am? Do contrário não é pergunta?

Flavio Ferrari disse...

Sei lá ... só sei que estava lá ...

isaac disse...

Olá Flávio,
gostei muito do seu depoimento, vocè sabe se expressar bem. E como eu não sei, quero lhe pedir permissão para usar partes d seu comentário; eu tb estive na estranha e bela London...

Grato,
um abraço fraternal,
Jsué.

Unknown disse...

網頁設計 網路行銷 關鍵字廣告 關鍵字行銷 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 關島婚禮 巴里島機票 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 銀行貸款 信用貸款 個人信貸 房屋貸款 房屋轉增貸 房貸二胎 房屋二胎 銀行二胎 土地貸款 農地貸款 情趣用品 情趣用品 腳臭 長灘島 長灘島旅遊 ssd固態硬碟 外接式硬碟 記憶體 SD記憶卡 隨身碟 SD記憶卡 婚禮顧問 婚禮顧問 水晶 花蓮民宿 血糖機 血壓計 洗鼻器 熱敷墊 體脂計 化痰機 氧氣製造機 氣墊床 電動病床 ソリッドステートドライブ USB フラッシュドライブ SD シリーズ