Páginas

domingo, janeiro 21, 2007

Caindo do céu

- Almeida ?!? Tá olhando o quê ?
Hermógenes estava realmente curioso. Está certo que o Almeida era dado a esquisitices, mas ficar alí plantado na calçada, olhando para o céu, imóvel a horas ...
- Quieto Gê ... vai ser a qualquer momento. Estou a sentir.
- Santo homem ! Vai ser o quê ?
- Quê, quê, quê ... parece criança, ô gajo - desde de que voltára da Ilha da Madeira onde estivera "a visitar parentes", Almeida insistia com essa coisa de gajo - Se queres ajudar vá buscar uma cadeira...
- Você deveria estar conversando com o gerente do banco, para resolver aquela história do empréstimo, ao invés de ficar aí parado feito filhote de girafa esperando a mãe pegar comida.
- Pois acabo de voltar de lá, oh pá.
- E então ? O gerente concordou ? Eu te falei que com a tua ficha ia ser difícil.
- Tu sempre foste pessimista Gezito. Tudo é uma questão de atitude.
- E lá atitude resolve problema de crédito ? Me conta com é que foi isso aí...
- Muito simples. Entrei no banco, sentei de fronte ao gerente e fui logo dizendo: preciso de 50 mil reais, não sei quando posso pagar mas o senhor tem a minha palavra de que assim que eu puder lhe devolvo o dinheiro, com a graça de Deus. Mas o senhor precisa liberar o dinheiro ainda hoje.
- E o que foi que ele respondeu, Almeida ? Te mandou plantar batatas ?
- Pois claro que não. Muito ao contrário. Disse que era só eu ficar aqui fora esperando que o dinheiro iria cair do céu.
- Mas que sujeito mal educado !
- De modo algum, Gê. Preocupado com seus clientes, isso sim. Até fez questão de dizer que seria melhor esperar sentado porque de pé poderia me cansar !
Hermogenes olhou para o Almeida, para a porta do banco, para o céu e, depois para o Almeida novamente.
- Pode esperar que eu vou buscar uma cadeira para você ...

7 comentários:

Ti Bell disse...

Flávio,

Faz bem começar a manhã de segunda com bom humor...

Boa semana!!

udi disse...

obrigada pela leveza que o riso sempre nos proporciona.
:)

Anne disse...

Rir faz bem pra alma... :-) Uma boa semana...

Flavio Ferrari disse...

Meninas,

A piada é fraquinha, mas sempre boa para lembrar que, quando encontramos alguém que fica esperando as coisas cairem do céu ao invés de batalhar para merecer, melhor emprestar uma cadeira...

ps - Anne: bem vinda ao Arguta. Posso perguntar de onde vens ?

Anne disse...

Podes Flávio... :-)
Te achei via o blog de Ernesto... Sou de Pelotas - RS. Vai dar uma voltinha no meu blog... serás bem vindo. Estou adorando teus posts aqui... Leitura gostosa...
Abraço

Amanda Arthur disse...

Esse Almeida...
Ainda ontem vi um desses desfilando por aí. Eles estão em toda parte. Haja cadeira!

Alberto A. V. Alves disse...

Pruzado Senhori Flávio,

Puderias esclarecer u gracejo, puis não entendi.

Almeida.