Páginas

terça-feira, janeiro 16, 2007

I Ching : o livro das mutações


Já que estávamos falando de mudanças, lembrei-me do I Ching, o livro das mutações e provavelmente a "publicação" mais antiga do mundo (se é que podemos considerar um feixe de tábuas de bambú de 5000 anos como uma publicação).
A base do I Ching são os hexagramas (que sucederam os trigramas), 64 símbolos formados por 6 linhas cada, contínuas ou interrompidas (a inspiração do sistema binário, atualmente utilizado em computadores).
A cada um dos 64 símbolos corresponde (no formato atual) corresponde um nome (Progresso, Oposição, Espera, etc.) e um provérbio chinês. O resto é interpretação.
O conceito fundamental é o contínuo processo de mudança regido pela somatória das forças cósmicas (Yin e Yang - sombra e luz). Os hexagramas representam padrões cósmicos de combinação das forças, que se repetem de forma perpétua, e afetam todas as coisas do Universo.
O interessante é que tudo começa com uma pergunta, para qual você deseja uma resposta.
E esse é o grande segredo: descobrir qual é a pergunta. Sugere-se meditação e concentração para a formulação da pergunta da forma mais simples e direta possível.
De posse da pergunta o consulente lança 3 moedas por 6 vezes consecutivas (método moderno). Ao resultado de cada lançamento corresponderá uma linha contínua ou interrompida. As 6 linhas formarão um hexagrama, cuja interpretação responderá a pergunta formulada.
Não sou chinês mas, caso você esteja se sentindo perdido, recomendo pelo menos a primeira parte.
Medite, concentre-se e procure resumir seu problema em uma pergunta. Se conseguir, já resolveu 90% do seu problema.
Pode até consultar o I Ching.

2 comentários:

doppiafila disse...

Mais que o I-Ching, parece o Space Invaders... :-)

udi disse...

é incrível ir passando os olhos por cada um dos hexagramas, em sua sequência "crescente", e perceber a movimentação das linhas, movimento que gera/indica transformação/mutação.
obrigada pelo resgate desse oráculo mágico: sempre lembro de você dizendo que quando conseguimos formular a pergunta corretamente já estamos bem próximos da resposta. é assim com as pesquisas, não é? basta formular a pergunta precisa para ter a resposta precisa.