Páginas

domingo, abril 01, 2007

A palavra


Quando você estiver realmente pronto(a) para ouvir, já não será mais necessário dizer.

16 comentários:

Ernesto Dias Jr. disse...

Essa bateu fundo, colega.

Udi disse...

Frase digna de um xamã.

Anne M. Moor disse...

Ou se dizer é necessário deixa de ter sentido...

Amanda Arthur disse...

Discordo.
Ás vezes, é preciso dizer o óbvio. Não?
Hoje eu é que estou do contra.

Anne M. Moor disse...

yessssssss wellllllllll... depende do contexto :-) e se a gente dormia bem a noite ... hahahaha

Udi disse...

Amandita,
Mas o que é óbvio, prá você? E prá mim?
Já disse tantas obviedades que soaram como um tijolo nos ouvidos do interlocutor!

Udi disse...

...só complementando meu raciocínio acima: é que, pra mim, nessa "prontidão" que o Flavio faz referência, acontece o encontro.

Ti disse...

Na minha opinião o mais difícil é o "saber ouvir".. Ouvir sem pré-conceitos, ouvir sem se preparar para responder, ouvir prestando atenção na pessoa por inteiro, ouvir se colocando no lugar do outro...

Se chegar a este ponto... Você pode adivinhar o que o outro está pensando e aí.. bem aí mora o perigo!!

Esquecemos que sempre poderemos ouvir algo novo, já que o mundo está em constante transformação e nós também..

Concordo com a Amanda... Sempre há algo para se dizer!!!

Flavio Ferrari disse...

Meninas...
Nesse caso, o título é importante.
"A palavra" tem o sentido de "conhecimento" ou "sabedoria".
E aí, não se trata do óbvio, ou de saber ouvir.
Mal comparando, se eu explicasse para vocês, com riqueza de detalhes, como é que um halterofilista faz para levantar 300 kilos, vocês seguiriam sendo incapazes de fazê-lo, porque os músculos não estariam preparados.
No sentido que vocês comentam, eu estou de acordo. Palavras devem ser ditas.
Palavras de carinho, de conforto, palavras que alegram a alma, que trazem o pão para casa, que educam, que seduzem, que induzem, que embalam, que surpreendem, que questionam, que cantam e encantam, que atacam e defendem, que enamoram ...
E aí, saber ouvir é fundamental.

Ti disse...

Hammm... Talvez ainda não estivesse pronta para ouvir...

Beijos

Nadyr disse...

Ela estava pronta para ouvir e ele não disse. Talvez porque pensasse como você. Perderam uma grande oportunidade...

Flavio Ferrari disse...

Mas essa Nadyr não mudou nada mesmo ...

Flavio Ferrari disse...

Para quem não conhece (e para quem conhece, também), a Nadyr foi minha colega de faculdade, re-encontrada faz pouco.
Quando, ocasionalmente, eu estava na aula e acordado (o que não era assim tão frequente) ela adorava pegar no meu pé...

Walmir Lima disse...

É, Fávio! Dizer é preciso, esperar, não.

Lú. disse...

Não será mais necessário dizer, pq aí já entendeu, já digeriu a idéia , já "captou" o conceito, já enxergou o caminho...

Ti disse...

Nadyr,

Ou não (como diz o próprio Flávio)... Disse algo que ele não esperava ouvir e ouvi algo que ele não esperava dizer..

Conseguimos abordar dois assuntos em uma única conversa... Isto que é oportunidade!!