Páginas

terça-feira, agosto 07, 2007

Sincronicidade

Jung publicou seu livro "SINCRONICIDADE : UM PRINCÍPIO DE CONEXÕES ACAUSAIS" por volta de 1940.
O conceito define acontecimentos de alguma forma similares, que ocorrem próximos no tempo, sem conexão causal, mas relacionados por seu significado.
A extensão do conceito sugere a razoabilidade de ler a sorte na borra do café, a consulta ao I Ching e outros quetais.
Como em tudo mais que se relaciona com o universo Junguiano, prevalescem os eflúvios do inconsciente sobre os 5 sentidos clássicos para sua observação.
E os eflúvios do meu inconscientes sugeriram um momento estranho nessa nossa aldeia blogal, que ainda não fui capaz de interpretar.
Seguramente um momento coletivo de introspecção, alimentado pelo frio de autisaide.
Provavelmente um re-alinhamento.
E a intuição me diz que mudanças importantes irão acontecer nos próximos dias.
Aguardo, curioso como sempre.

16 comentários:

Anne M. Moor disse...

autisaide is the best word of the month!!!!!!!!!!!! Até fui ao dicionário antes de me dar conta o que era hahahahahahahahahaha.
Me deixaste curiosa e matutando... :-)

Anne M. Moor disse...

I wonder where from...

Ju disse...

Não sei o que diria Jung a respeito da sincronicidade do crash da Telefônica.
Fora isso, acho que TODOS estávamos doidos pra vir aqui colocar os olhos nos textos deliciosos de outrém!

disse...

Adorei autisaide.
Adorei Jung.
Adorei a intuiçao certeira.

É! disse...

Pooooois é... ainda fico tentando encontrar os porquês de algumas coincidências da minha vida...

Já tinha ido atrás disso certa vez... (http://shee-hulk.blogspot.com/2007/06/afinal-coincidncias-existem.html)

Seria interessante se ao primeiro acontecimento, já conseguíssemos detectar o que está por vir... Se bem que... Pensando bem, a curiosidade continua sendo um bom combustível, não?!

Udi disse...

Eflúvios flavianos devem ser levados a sério, ainda que tenham sido emanados de seus plurais inconscientes (e acho que isso é que dá mais credibilidade ainda aos eflúvios!).

...por outro lado, não consigo deixar de vislumbrar aquela risadinha (a Ti me entenderá), misto de "marotice" de garoto brincalhão com um toque de sarcasmo de quem imagina as nossas caras interrogativas.

autisaide é ótimo! baideuêi... acho que vou adotar essa grafia

Ti disse...

Com certeza estamos mais introspectivos... Os temas aqui retratados são palpitantes e só de lê-los já nos deparamos com um processo de transformação!!

Se terá repercussões externas de imediato, não sei... Mas que algumas internas já aconteceram, isto já!!

Ti disse...

Udi,

O seu dilema é que fica difícil levar o Flávio a sério...

O meu é que é uma delícia conviver com esta dúvida!!

Beijos

Anne M. Moor disse...

E será que realmente existem coincidências? Outra coisa pra pensar...

Flavio Ferrari disse...

Requisito meu direito de ser levado tão a sério quanto qualquer um ...
E baideuêi, com acento e tudo, ficou do Rei ... me lembra o Rio Grande do Norte ... Adorei.
A curiosidade é um saco sem fundo por onde passam boa parte das coisas interessantes da vida ...

Udi disse...

Flavio, teus eflúvios começaram a se materializar: sumiram todos...

Flavio Ferrari disse...

Momentos de introspecção, problemas de conexão,
e a parálise momentânea do Assertiva somada à existência do Prozac ... perdemos audiência.

Flavio Ferrari disse...

O número médio de visitas ao Arguta estava em torno de 70 ha duas semanas e baixou para 40 no momento ...

Udi disse...

quase dá prá dizer que 40 é o alcance em nº absoluto, nénão? ...perdeu frequência.

afe! sei lá... nem sei porque me bateu esse eflúvio...
Jung explica!

É! disse...

e aí, já interpretou?

Flavio Ferrari disse...

Nem vou ... quando passar, passou..