Páginas

sexta-feira, julho 17, 2009

Ajuda

Como é que se pode ajudar alguém ?
Um dia, aprendi que só há 3 formas de ajudar uma pessoa:
- não atrapalhando
- auxiliando-a a fazer o que quer
- estimulando-a a pensar
Por de trás dessa triade de ações recomendadas, o sub-texto é que indicar outro caminho ou empurrar na direção que nos parece mais adequada não seria ajuda. Seria um prepotente e arrogante gesto de dominação.
Isso sempre me pareceu faze sentido e é a visão que vem orientando minhas ações até hoje.
Todas as vezes em que agi diferente, interfirindo "positivamente" (do meu ponto de vista) na vida de alguém, não resolveu nada.
Em alguns poucos casos em que foi momentaneamente produtivo, o "efeito" não durou além da minha presença.
Nas poucas (e significativas) vezes em que sinto que pude ajudar veradeiramente alguém, foi porque estimulei o pensamento, apoiei uma iniciativa ou acolhi num instante de necessidade.
Mas é difícil agir assim com pessoas com quem temos uma importante relação afetiva ou um vínculo de responsabilidade.
O impulso de cuidar, de interferir, de amenizar o sofrimento, é grande.
E quando acabamos cedendo, geramos um momentâneo alívio ou um laivo efêmero de felicidade, mas impedimos o desenvolvimento. A pessoa, em pouco tempo, volta a tropeçar na mesma pedra que não aprendeu a tirar do seu caminho.
Difíceis decisões ...

21 comentários:

Luna Sanchez disse...

Nem me fala, Flavio...passo por isso constantemente, com uma pessoa da minha família.

Há alguns anos (sim, anos...), ela repete o mesmo erro. Já perdi a conta das vezes que acolhi, cuidei, ajudei a colar os cacos. Durante a dor, ela parece ter lucidez para enxergar o óbvio, mas basta sentir-se mais forte para mergulhar de novo nesse ciclo vicioso.

Cansei, sinceramente, cansei. Tentei tudo que me ocorreu, fui desde extremamente compreensiva até completamente louca, e nada teve efeito.

Resolvi adotar o conselho da minha avó : "Quem corre por gosto, não cansa."

Infelizmente.

Beijo,

ℓυηα

* Segunda passada ou na próxima segunda?

Nanda Assis disse...

dificil isso, mas o nosso instinto sempre nos leva a errar achando que estamos ajudando.

bjosss...

Ava disse...

Bom dia Flávio!

Ajudar ou não ajudar, eis a questão...

Concordo com voce, nem sempre se ajuda ajudando...


Beijos!




PS: Esses dias lí um texto sobre o vento... Acho que ando precisando de um furação, ou ciclone, ou uma tempestade tropical, para desanuviar os pensamentos...rs

Obrigada por seu carinho...

A.Tapadinhas disse...

"Um dia, aprendi que só...", disse o Flavio.

Picasso fez um desenho rápido numa folha de papel, num café de Paris. Quando ia para o rasgar, uma senhora, pediu-lhe para o assinar e lho vender. Ele assinou-o, mas pediu um dinheirão pelo desenho. A senhora achou muito caro, para um desenho que "levou poucos segundos a ser feito". Picasso, respondeu:
"Este desenho levou 50 anos a fazer", disse Picasso.

Por acaso, não estás a fazer 50 anos?

Abraço.
António

Solange Maia disse...

Estímulos sempre duram mais do que o momento, aliás, muitas vezes duram uma vida inteira.

Beijo

Batom e poesias disse...

Difícil mesmo.

bjs
Rossana

Bela disse...

Esse exercício que vc tem praticado é o que eu chamo de saber amar, é difícil à beça realmente. Daí lembro-me do meu querido Raul: "o homem é o exercício que faz".
Valeu!!
Abraços moço ;)

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Muito muito muito difíceis!
E qdo sai tudo errado?
ç.ç
Às vezes, eu não sei mais o q fazer...

Beijos e borboleteios

cristinasiqueira disse...

A condescêndenci é mal.Tratar o outro como café com leite naquela antiga brincadeira de pega pega retarda o processo de evolução ,acomoda.
Usar palavras com sinceridade e elogios de verdade é suporte.
No mais como disse a avó da Luna:'Quem corre por gosto não cansa"
Deixa acontecer.
Lembrei de voce e fui escrevendo,tá lá no www.cristinasiqueira.blogspot.com

Até mais,

Cris

Deise Leal disse...

Olá querido!!!
Bom, esse acaba sendo um grande dilema: ajudar ou não ajudar...
Procuro dar o melhor de mim sempre, mas se conselho fosse bom (você sabe). No fundo acho que muita gente so aprende com os proprios erros, alguns nem assim. Quando gostamos de alguem ficamos numa situação dificil, mas procuro estar sempre aberta a ajudar que precisa, esperando fazer o melhor.
Beijos, querido!

e daí? disse...

xiii, dificil...pq se ajudar for sinonimo de sinceridade, aí nem sempre essa ajuda é bem aceita e bem recebida...e, passar a mão na cabeça não é minha opção...alguns ao inves de crescer e seguir adiante, só querem colo...
Andréa

Anne M. Moor disse...

Difíceis... Muito difíceis, mas absolutamente essencias.

Penso like you...

Bjos

Udi disse...

Se nos encontramos nas entrelinhas não sei, mas isso me remete à dificuldade que às vezes temos com os filhos e aí vale a aquela que "santo de casa não faz milagre".

Quanto a minha pessoinha em particular, não concordo que você tenha apenas (não que seja pouco) estimulado o pensamento. Você usou de seu "olho clínico" para devolver um retrato, com olhar realista e carinhoso (mesmo que não complacente), de mim mesma. E ajudou-me muuuuito a ter um olhar de fora para uma situação difícil na qual eu estivesse muito envolvida.

Gracias!

Rabiscando disse...

Ótimo texto, ajudar não é fazer por eles e sim incentivando a conquistar seu próprio espaço.

beijos!

Carla P.S. disse...

Essa tua sabedoria é muito bem empregada.Aliás, seria essa uma quarta forma de ajudar alguém: trazer para o consciente o que ainda está no pré-consciente, pronto para vir a tona, mas sem aquele conhecimento teorizado do assunto. Essa tua coisa de ajudar de forma socrática é interessante, ainda mais quando vinda de uma mente inquieta e esperta. Arguta!!
Um café, que agora eu vou encher a cara com o meu primo! Beijão.

Érica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Érica disse...

ensinar a pescar...

Érica disse...

(FELIZ ANO NOVOOOOOOO!)

disse...

Reflexao consistente.
Pessoa densa,
Conclusao inteligente.

Beijos

Érica Martinez disse...

ops!

Flavio Ferrari disse...

Fiz a postagem porque estou justamente em dúvida com relação a uma pessoa de quem gosto muito e precisa de ajuda.
Como ajudar ? Difícil decidir...