Páginas

quarta-feira, setembro 29, 2010

E num escritório qualquer ...

O chefe informa para a equipe:
- Identificamos oportunidades de melhoria nesse processo.  A empresa está disposta a seguir investindo, desde que com recursos da própria operação e sem o comprometimento dos dividendos. Vamos constituir um comitê para avaliar as propostas, com a participação de alguém da área de RH como moderador.  As conclusões do comitê serão apresentadas aos acionistas que terão a palavra final.   Sugiro especial atenção ao headcount, custos fixos e capex, já que precisamos nos manter competitivos.
Tradução:
- Tá tudo uma merda ! Não vamos botar mais um puto nesse negócio.  Se virem para arranjar o dinheiro.  E para garantir que vocês parem de me enxer o saco, vou trancar vocês naquela sala e botar alguém para tomar conta.  Se tiverem alguma idéia a gente ouve, mas quem decide aqui é o dono.  Se quiserem agradar, inventem um jeito de gastar menos e cortar algumas cabeças, porque é disso que a gente gosta.

Eufemismos são a moeda corrente nas empresas modernas desde que a preocupação com o assédio moral virou moda.
Ninguém trabalha mal ... os funcionários tem oportunidades de desenvolvimento.
O vagabundo que chega tarde e não faz o seu trabalho é um caso de desmotivação,
O cara que não está nem aí com a empresa precisa de estímulo para reafirmar seu comprometimento.
O chefe bundão necessita de coach para desenvolver suas habilidades de dar feedback negativo para a equipe.
O manipulador precisa trabalhar no sentido de desenvolver uma comunicação mais aberta.
O cara que vive puxando o tapete dos outros deve desenvolver seu espírito de equipe e  relacões de confiança.
Tudo é muito mais elegante e ninguém fica magoado.

"Civilidade é um verniz fino que precisa ser permanentemente retocado para resistir à luz do sol."

8 comentários:

Ana Lúcia Porto disse...

Cuidado com a fadiga, um suspiro e você torna-se suspeito de descaso. E no acaso, vai-se o caso ao longe...
Beijos,

Paolo disse...

Sera que todas as empresas sao assim? Ou só as muito grandes?

A. Marcos disse...

Eufemismos...eles estão em toda a parte.

e daí? disse...

é a realidade clara...se o jeito é lidar com ela, oculos escuros e embaçados.

Anne M. Moor disse...

E onde ficaram o bom senso, a competência, a responsabilidade e a humanidade? No eufemismo também?

Beijos
Anne

Luna Sanchez disse...

O "mundo corporativo"...blééééé!

ℓυηα

Isadora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isadora disse...

É Flávio e viva o mundo coorporativo. Em alguns caso chega a ser uma grossa camada de verniz!
Um beijo