Páginas

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

Conclusão de um pesadelo

Já foram mais comuns.  Hoje em dia são raros, meus pesadelos.
Quem já passou por psicanálise conhece o valor dos sonhos, essas curiosas manifestações do inconsciente.
A gente passa o dia todo vivendo um fluxo de entrada de informações tão intenso que mal nos permite perceber o que vem de dentro.
Durante o sono acontece o oposto e acessamos o fluxo reverso. 
Nossa mente se apropria de imagens do dia a dia para contar suas histórias, quase sempre codificadas.
Você pode aproveitar o sonho para jogar na loteria ou para conhecer um pouco mais sobre você.  Particularmente sobre as coisas que anda escondendo de si mesmo.
Transformei a conclusão do meu pesadelo de agora há pouco num Hai-kai:


Ter prazer nesta vida
Meus caros
É uma arte a ser desenvolvida



(foto: Cure Byte)

8 comentários:

Avz disse...

Grande Flavio, te mandei um email nesse endereço que tem no seu perfil do blogger, mas acho que você não viu, pra gente marcar aquele café / vinho.

Abraço,
Vidiz

Sentimental ♥ disse...

Q assim seja sempre... sem marasmo e sem rotina.

Ana Andreolli disse...

Eu tenho mtos pesadelos, quase toda noite, pior q já até acostumei.

e daí? disse...

sonhos e, pesadelos ainda mais, são reveladores, basta conseguir encarar o q se revela...

Flavio Ferrari disse...

Ola Vidiz ... que prazer ... realmente acesso pouco o e-mail do blog. Mais fácil me achar pelo de trabalho. Me telefona e marcamos.

Flavio Ferrari disse...

Ju: ;-)

Flavio Ferrari disse...

Ana: quando tenho pesadelos muitas noites seguidas é sinal de preciso entender alguma coisa ...

Flavio Ferrari disse...

Andrea: ... pena que não tem manual para isso ...