Páginas

terça-feira, julho 22, 2008

Pensar duas vezes


Aconselham os cautos: melhor pensar duas vezes antes de decidir.
Ora, senão vejamos ... se o segundo pensamento coincide com o primeiro, terá sido redundante e, portanto, supérfluo e dispensável.
Por outro lado, se contrastar com o primeiro estaremos diante de um dilema de escolha.
Escolheremos por antiguidade ou por recência ? Qual terá a prevalência ?
A alternativa de se pensar uma terceira vez compromete o vigor da recomendação inicial além de, obviamente, conduzir ao risco de um terceiro pensamento dissonante.
Isto posto, fica comprovada a inutilidade do duplo pensar e o despropósito do cauto conselho.
Havendo causado um problema a essa nobre classe social, a dos cautos, sinto-me na obrigação de oferecer uma solução. Na verdade, singela proposta de um tênue ajuste.
"Melhor pensar antes de decidir" - assim, mais simples e elegante, sem a insidiosa armadilha da determinação quantitativa.
Deixamos a critério do sujeito da decisão optar, ou não, pelo exercício repetitivo do ato de pensar.
Tudo vale, desde que pense pelo menos uma única vez.

(inspirado por um aforismo de Drummond em "O Avesso das Coisas")

7 comentários:

disse...

Nem é preciso pensar pra ver que tá lindo na foto nova e brilhante
na reflexão.Pensou nela uma vez só?(rs).
Beijo.

Érica disse...

Mas pensar uma vez só não é "impulsivo"? Porque você pensa-e-faz, sem maiores 'investigações' das consequências... oooou vc está querendo dizer que se deve pensar MUITO antes de tomar uma decisão???
Complexo isso...

Udi disse...

Delícia de prosa-poema-filosófico!
Os 49 (podia contar?!) estão fazendo bem, até mudou a foto (que parece ser da época dos 39) e o cargo: se você é o editor quem é o barista? Se estiver contratando, ofereço-me para a vaga.

O texto ajuda muito a refletir: prá mim, reflexão é o nome disso que você propõe. Reflexão inclui tempo além do racicíonio puro e simples.
1 beijo

Udi disse...

...é isso mesmo! a foto é um fotograma daquele vídeo institucional dos 60 anos do Ibope, não é? você podia conseguir a minha, será que consegue?

Amanda Arthur disse...

Belos pensamentos, Flávio! Ou seria uma reflexão, que sendo um ato mais abrangente pode contemplar um a infinitos pensares...
Ups! Acho que foi contaminada pelo bichus filosóphos transmitido pelo seu post.

doppiafila disse...

Os ingleses estariam de acordo, pois por aquí os "second thoughts" nao sao vistos como algo positivo...
Abraco, Paolo

Ti disse...

Olhando a foto não preciso nem pensar...O pensamento vem ao meu encontro!!