Páginas

quinta-feira, agosto 14, 2008

Relevância

Os comentários no Arguta Café diminuiram, embora o volume de visitas continue constante.
Escrevo aqui por prazer, sem maiores compromissos. Mas, por força do vício profissional e da curiosidade natural, não posso deixar de questionar essas variações.
Por outras razões, estive pensando em relevância. Nesse mundo onde tudo e todos estão competindo brutalmente por atenção, a relevância deveria ser o fator de decisão.
Relevância é relativa, determinada individualmente e nem sempre de forma consciente.
Não posso determinar o que será relevante para meus leitores. No máximo, se desejar, posso tentar adivinhar. Ou mesmo propor.
Os grandes veículos de comunicação tem esse poder, de determinar o que devemos considerar relevante. Não é o caso do Arguta, nem é para ser.
Mas na blogsfera, os critérios e motivações são outros.
Vejam o caso do nosso querido Tapadinhas. Suas postagens costumam ter entre 20 e 30 comentários. OK ... quase a metade é dele mesmo, respondendo aos demais, como costumo fazer quando tenho tempo (o que tem sido cada vez mais raro).
Ou da Cris Fonseca, a artista do grafite, também rondando a casa dos 3o comentários por postagem.
Ou do nosso mais bom do que velho Jorge Lemos.
Nos três os casos, a motivação para os comentários me parece o carinho que os amigos tem por eles, independentemente do conteúdo das postagens.
Mas, é bom notar, tem um ponto em comum: postam arte, no sentido explícito.
E pelo que pude verificar, eles também tem o costume de visitar os blogs de seus amigos com frequência.
Não esperem uma conclusão nessa postagem.
Apenas observações....

43 comentários:

A.Tapadinhas disse...

Faço uma previsão: esta postagem vai ter número recorde de comentários.
Dou resposta a todos os que me comentam. Comento todos os que me visitam. Nem sempre deixo comentário nas minhas visitas. No Arguta, só deixo comentário, se me ocorrer algo interessante. Às vezes, fico com dúvidas se o meu humor (português), vai ou não ferir susceptibilidades brasileiras; na dúvida, abstenho-me. E lutei eu tantos anos contra a censura!
Abraço.
António

Érica disse...

Pois é! Eu tb faço essas medições olhando nos numerinhos do meu contador mas nunca batem com o número de comentários... Pena.
De qquer maneira, sinto o mesmo que o Antonio, às vezes censuro-me, às vezes não tenho o que comentar e às vezes o texto é compriiiido... São as ondas... rs

Érica disse...

hahaha, lembrei de uma coisa!
Nas minhas andanças por aldeias vizinhas, achei no blog de um cara (não me lembro qual) mais de 6.001 comentários; pode imaginar a minha cara, né? Mas nada... Era um truque para levantar a auto-estima blogal:
nas configurações da página dele - onde a gente escolhe se o que vai estar escrito: X comentários, ou coments, ou "fala aí" - ele tinha colocado o .001! Não é ótimo??? hahaha

Anne M. Moor disse...

Flávio,
O 'trânsito' na aldeia tem diminuido sim e acho que é por diversas razões. Acho que muitos de nós nos juntamos à aldeia em momentos de nossas vidas em que estávamos precisando muito de companhia (=carência pura) e convergimos por gostos semelhantes (???) Uma das coisas que me atraiu aqui e em vcs foi o fato do humor inteligente (dry humor) que tanto gosto. O fato de que gostam de ler e escrevem bem. E não menos porque aqui podemos discutir civilizadamente assuntos inteligentes e ao mesmo tempo frustrantes do nosso dia a dia.

Criou-se uma amizade entre nós muito gostosa que, como toda amizade, tem lá seus 'crepes' de vez em quando. Uma das coisas em ti que gostei tanto é a tua maneira carinhosa de sempre visitar os outros blogs E COMENTAR. E, como bem dizes, as tuas visitas geraram nossas visitas ao teu blog.

Pra mim, esta experiência tem sido e continua sendo uma delícia, especialmente o 'me escrever', coisa que me tem ajudado um monte.

Acho que escrevi demais :-)
Beijos matinais e pensantes :-)

Udi disse...

Continuando no raciocínio que você chama de vício profissional: já notou que os comentaristas variam de acordo com o tema da postagem?
E tenho a impressão que, por razões mais ou menos parecidas, o que te leva a responder os comentários com mais ou menos frequência, também atua sobre os leitores.

Que tal um focus group no Genial prá testar as hipóteses?

Udi disse...

...ops! quase esqueço: você (e seu argutíssimo café) é relevante e suas postagens são obras de arte :)
(...e ninguém precisa saber que sou sua amiga e tiete incondicional)

Thaysa disse...

"Oportunidade mais oportuna" do que essa para iniciar meus comentários, acho difícil de aparecer...

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Muito interessante seu texto!
Tento visitar todos que me visitam, acredito que devemos responder os comentários, por educação, atenção e por prazer também.Um grande abraço.
Fera ferida eu?
marthacorreaonline.blogspot.com

Ernesto Dias Jr. disse...

Sei não. Checo o bloglist do Assertiva todos os dias para ver quem publicou alguma coisa nova, e espio. É hábito.
Quanto a comentar, cada qual tem seu jeito. Sou motivado por duas coisas: o impulso (o comentário vem de pronto, expontaneamente) e então eu o registro. Também quando sei que há muito não comento nada, deixo um alô, como a dizer "oia, tô por aqui, não morri e continuo do oio no seu blog".
Acho elegante e delicado(a) o(a) blogueiro(o) que sempre comenta o comentário, agradece, registra a visita retribuida.
A questão é: sou um sujeito indelicado e deselegante por natureza (estra frase é a prova).
Eu também já pensei muito sobre o que faz o blog de uma pessoa comum ser um sucesso. E concluí que é, nada mais nada menos, o nosso jeito de ser.
Pessoas gostosas, vivazes e bem humoradas atraem mais amigos em qualquer lugar do mundo do que pessoas ácidas, resmungonas e mau-humoradas. Mesmo sendo ambas interessantes. Ouso dizer que o tráfego nos blogs -- medido apenas pelos comentários -- tem relação direta como fato.
O que quero dizer é: observe numa festa as pessoas que atraem mais sorrisos, abraços e convivas ao seu redor ou disputando sua companhia. Aquelas que fazem questão de dar atenção, de cumprimentar com calor, de demonstrar carinho: elas terão, sempre, o maior número de visitas.
No blog como na vida.

Flavio Ferrari disse...

Tapadinhas: recorde vai ser difícil ... nos tempos da mini-blog-série "Pecado e Capital", exibida simultaneamente no Arguta e no Assertiva, a vida era agitada.

Flavio Ferrari disse...

Érica: também não sou fã de texto comprido. Agora ... censura ??? Definitivamente não combina com você !

Flavio Ferrari disse...

Anne: belo diagnóstico. Ainda bem que amizade blogueira não estipula obrigações ... só carinho...

Flavio Ferrari disse...

Udi: se eu fosse mulher, você seria minha amiga do peito ...
Agendado - semana que vem focus group no Genial ...

Flavio Ferrari disse...

Martha: interpretação livre e descompromissada de um dos fantásticos desenhos da Cris Fonseca. Se não é, leva jeito ...
Continue por aqui e a gente vai se conhecendo ...

Flavio Ferrari disse...

Ernesto, compulsivamente filosófico como de hábito. Longe de ser indelicado e deselegante (ou teria que aceitar o mesmo rótulo, e hoje é sexta-feira e eu não estou disposto a).
Sempre divertidamente rabugento.
Precisamos fazer outra mini-série para levantar a audiência ...

Flavio Ferrari disse...

Thaysa: isso é que é "timing". Mas morando no RJ você tem sempre uma boa desculpa para não comentar: a praia.
Beijo e bem vinda.

Anne M. Moor disse...

Ernesto,
Eu sei que não concordas comigo, mas essa 'checklist' é uma das razões de menos freqüência aos blogs. Se não há post novo, não se vai no blog e, portanto, não se vê os comentários dos outros, o que faz com que a interação entre os membros da aldeia diminua.
Com a ferramenta nova do blogger, eu havia colocado no meu, tirei...

Parte do prazer é 'passear' pelos blogs amigos, ver os posts e ver os comentários feitos por todos, além de participar da discussão que rola.

E tu adoras passar por rabugento!!!!!!!!!!!!!!

Glaura disse...

OK! Mesmo quando não me ocorrer qualquer comentário relevante, deixarei um beijo pra você, dizendo que passei pra te ouvir. Essa será a forma de você saber que meu cariho me faz visitá-lo quase que diariamente, mesmo que seja só passando por sua porta, sem entrar... E deixar que a vida do outro transcorra sem interferências irrelevantes, também pode ser uma forma de carinho!
Beijo

Anne M. Moor disse...

Flávio,
Adoro este tipo de 'discussão' / reflexão... Thanks my friend.

A coisa boa é a falta de obrigação mas sim o carinho, a amizade e a familiaridade que rola e que permite tudo isto.

Beijos interativos :-)

Jorge Lemos disse...

No meu caso é falta de tempo mesmo.
Nem blogar estou blogando.
Estou escrevendo para mais dois semanários com assuntos diversos e
mais preparações da festa da ACADEMIA.
Coisa de louco.
Senti a baixa freqüencia lá por casa tambem.
Onde andam todos.

Ti disse...

No meu caso... Pura falta de tempo!!!

Escrever nunca foi minha paixão, quanto a um focus group no Genial... Bem aí eu sempre dou um jeitinho!!!

Beijos

Suzana disse...

Gentem, creio ser um E.T., posto só quando sinto vontade, comento por prazer e não por obrigação;por vezes leio uma postagem e medito ( ai o tico fala com o teco) e respondo bem depois.Sorry se não respondo a todas as postagens,mas as conversas também são assim,por vezes é bom calar e ouvir mais.E nem por isso desgosto deste ou daquele.Ao contrário!Já passei várias vezes muitos dos blogs desta turminha para outras pessoas que creio eu, precisam ter o prazer de, pelo menos uma vez, passar por aqui.
F.F.estranhei essa sua medição!
Voc~e sabe que é amado, querido e lido!(heheh) Lindo também, com todo respeito!

bjs
Sou fã de carteirinha desta turma!
Alguns, eu já pude dizer pessoalmente.

Glaura disse...

Passei novamente para saber como estava a discussão.
Bj

Flavio Ferrari disse...

Glaurinha: não precisa comentar ... tome um café e leia ... já está de bom tamanho ... beijo

Flavio Ferrari disse...

Anne: e não é ? Esse carinho todo sempre me encanta ...

Flavio Ferrari disse...

Jorge: andam na moita ... mas quando são chamados a comparecer, veja no que dá ...
Mas não deixe que a profissão dos escritos nos prive de teus escritos privados ...

Flavio Ferrari disse...

Ti: não seja egoísta ... todo mundo adora quando você comenta... estou sentindo tua falta ...

Flavio Ferrari disse...

Suzana: não se esqueça de que eu gosto de instigar ... e prepare-se para o focus group da próxima semana.

Flavio Ferrari disse...

Glaura: passe sempre ...

Flavio Ferrari disse...

Ei, pessoal ... não deu para deixar de comentar que essa postagem teve 30 comentários !!!!

Ernesto Dias Jr. disse...

ó, passei por aqui, tô vivo, etc. etc.
31

Flavio Ferrari disse...

Pô cara, que bacana você colaborar com a contagem ... te devo mais um ...
E por falar em dever, que tal você mandar o arquivo do Pecado e Capital para o e-mail correto ?
É fferrari@ibope.com.br.

A.Tapadinhas disse...

Quem acertou na previsão, quem foi?

Abraço.
António

Udi disse...

ok! só prá fazer o contador girar mais uma vez ;)

...e vamos de Genial!

Flavio Ferrari disse...

Ok pessoal ... atingimos o número mínimo para justificar a discussão de Grupo na próxima terça-feira no Genial ... Parabéns a todos pelo brilhante trabalho de equipe.

Ernesto Dias Jr. disse...

Então eu te levo o arquivo na terça. Já mandei esse doc até pro fferrari@bundalêlê.com.br, debalde.

Jorge Lemos disse...

Relevância:

Faço, deste espaço amigo do Príncipe, convite especial para
a Noite de Arte da AMLAC com posse de novos acadêmicos. Anne e Tapadinhas estão sendo acolhidos como Acadêmicos Correspondentes.
Ótima oportunidade para o festivo encontro da turma.
Walmir lá estará, com certeza.
Gratissimo

Flavio Ferrari disse...

Querido Jorge
Seu desjeo é mando
Mas, por favor, dos diga
A efeméride é quando ?

Jorge Lemos disse...

Príncipe
QUINTA FEIRA
Dia 04 de Setembro, 19.30 hs.
Teatro Municipal,
Vinhedo -
Rua Monteiro de Barros.
Centro.
Entrada Franqueada aos blogueiros.
Estarei aguardando - Convite aberto a todos.
Obrigado

Érica disse...

hahahahahahahahahaha!
39.001 comentários!
"BOMBÔ"!

zuleica-poesia disse...

Nada como uma reclamaçãozinha, não?Até eu parei aqui outra vez.Abraços.

Suzana disse...

Não gosto do 41 prefiro 42!
hehehe

Só pra dar uma aumentadinha!
bjs

doppiafila disse...

Nao quero faltar á esta festa de comentarios!!! Um abraco, Paolo