Páginas

quarta-feira, novembro 25, 2009

Esquizofrenia digital

As publicações especializadas alertam: seu empregador pode "investigar" sua vida digital nas redes sociais .... Por isso, todo cuidado é pouco !
Engraçado ... A questão é que o seu "ser profissional" poderá ser julgado a partir das atitudes do seu "ser social".
A sugestão implícita é que você seja uma pessoa diferente em cada ambiente.
Não vamos confundir com atitudes adequadas a cada situação, o que é um sinal de civilidade (também uma escolha, aliás).
Alguém, que considerava o Arguta como algo distinto do que um executivo deveria ter como blog (já abrindo uma exceção para admitir que um executivo possa ter um blog), me perguntou se eu não me "preocupava" com isso.
Eu respondi que não, e o sujeito ficou esperando uma explicação que não dei porque achava desnecessária.
Aí ele me perguntou se eu não tinha medo de perder o emprego por causa do blog.
Eu pensei em explicar que um sujeito que tem medo de perder o emprego já perdeu e ainda não sabe, mas passei ...
Preferi apenas responder que meus empregadores não encontrariam no Arguta nenhuma nova razão para me mandar embora.
Ele não entendeu e eu considerei que sua atitude não era indicadora do legítimo interesse de compreender minhas "razões". Ele só queria provar minha idiotice e isso eu sou capaz de fazer sozinho.
Quanto a esperar que eu seja uma pessoa diferente no trabalho, ou pior, que eu paute minha vida pessoal em função da pessoa diferente que alguém espera que eu seja no trabalho, só posso dizer que minha esquizofrenia ainda não chegou a esse ponto...

15 comentários:

Solange Maia disse...

liberdade...
liberdade...

conquista de poucos...

beijo

Suzana disse...

Pura piração! Nosso mundinho ja faz isso a tempos,ou seja, avaliar a capacidade ou o caracter pelo "envolucro". E pior, avaliam muito mau. hehehe

Denise Fernandes disse...

Triste...mas acontece.
Bjs

Carla P.S. disse...

A inveja é um ponto de interrogação que lateja em quem a sente: "como consegue ser quem eu quero, fazendo bem o outro lado"?
Não responde muito mesmo, suas opiniões já são claras pra quem importa na vida (os legais).
Um café. Amargo, de estudos.
Obs: eu não tô apaixonada: eu vivo apaixonada!

Sentimental ♥ disse...

umas coisas esquisitas né?
bjs

doppiafila disse...

Gostei do post! Um abraco, Paolo

Anne M. Moor disse...

Ainda bem rsrsrsrsrsrs!!!!!

Érica Martinez disse...

boa!

Tainá disse...

Ter medo de ser demitido por causa de alguma coisa constante de nossos perfis, blogs e quaisquer outras coisas na internet é ter medo de ser demitido por ser quem é, se isso eventualmente acontece, ou o sujeito realmente não é digno do emprego e sabe disso, ou o emprego não é digno dele. Enfim, é uma bobagem ridícula.

Brigada pelo comentário no meu blog, aquele texto lá era brincadeira, eu amo o que faço, mas não que eu não esteja contando os dias pras férias. hehehe. beijos

Cris Animal disse...

Simples, né ?
Quando atravessamos a barreira SUPOSTA de ser quem somos, isso incomoda os outros e passamos a ser realmente quem somos. Louco? Pode ser, mas só ai é que nos reconmhecemos INTEIROS.
Siga sua idiotice....rs Só ela é seu passaporte para um ser singular e seguro.
Parbéns, Sr. Ferrari!

beijo pra vc

Desmanche de Celebridades disse...

Excelente discussão.
Tenho medo que meus empregadores descubram quem sou virtualmente. Não uso meu nome completo no blog para não criar problemas. Trabalho com um publico que no caso sao meus alunos....tenho mais de 800 deles. Tenho muito gente pra me descobrir por esses lados da internet e prefiro não arriscar. Não faço nada de errado por aqui mas sou bem crítico. Tenho medo que isso me prejudique.

Abraços.

Luna Sanchez disse...

Nem tua máscara de argila depõe contra a tua pessoa, relaxa. ;)

Beijo.

ℓυηα

disse...

Interessante mesmo... por isso que a maioria das pessoas escondem que tem um blog.

Adorei.

e daí? disse...

pois é, por isso q questiono qm tá sempre expondo só sorrisos e sucessos...é q fica feio ter mau humor, opinião, ou fracassos eventuais, depõe contra...rs
e viva a hipocrisia!

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Caríssimo! Você é um dos meus orgulhos!
Você não pode imaginar o quanto esse seu texto me deixou feliz! Não sei se você tem idéia de o quão sério é esse seu comentário...
Sou um ser insignificante para o Mundo, mas para mim esse é um dos temas de nosso tempo.
Envolve o eterno tema da Essência X Aparência, o tema das relações Pós-Modernas (com um longo capítulo especialmente dedicado às de trabalho), o nosso reempoderamento da/na administração do nosso Tempo Existencial, Liberdade, limites ao conceito de Autenticidade, a reconceituação de 'Política', e por aí vão os plausíveis sub-títulos...
PARABÉNS e OBRIGADA!
Bjs!