Páginas

quinta-feira, abril 02, 2009

Pensamento da noite 2

Só o que construímos dentro de nós é verdadeiramente nosso.

17 comentários:

Tata disse...

Oiiii,

Concordo em gênero,número e grau!

Saudades de vc por lá!
bjinhos

*Lisa_B* disse...

concordo...
beijo

Adriana disse...

todo o resto tem aquele risco constante de ser efemero

C. disse...

Nossa, isso é que pensar!

Avassaladora disse...

Sabe o que é pior? Quando usamos "material" de qualidade duvidosa, e colocamos em risco nossa construção. Há que se pensar na solidez do que construimos...
Senão acabamos ficando com "monturos de escombros" em nosso interior...

Beijos!

Anne M. Moor disse...

(...)e como qquer boa construção precisa de uma fundação bem sólida, se bem que essa 'solidez' faz parte da construção...

Bjinhos

gabrielle disse...

... e por vezes nem isso!

beijinho

Cris Animal disse...

Nada é nosso. Nem o que construímos dentro de nós. Pelo menos, sinto assim. Nada me pertence de fato. Apenas faço uso por um tempo; até mesmo de sonhos e emoções.

Bom dia, Flavio!

............Cris Animal

Érica Martinez disse...

um complementa o outro...

"Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é possível fazer sentido. Eu não: quero é uma verdade inventada" C.L.

Udi disse...

eu acredito no "somos todos um"

(...de certa forma, uma "evolução" da "comunista rebelde" para a "senhôra zen")

pensamentos instigantes, não?

mundo azul disse...

_______________________________

...sim! Apenas o que construímos dentro de nós...

Perfeita a idéia!


Beijos de luz...

___________________________________

A.Tapadinhas disse...

Promoção 2x1
Difícil é descobrir o que é verdadeiramente nosso...
:)
Abraço.
António

Claudete disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Simone Schuck disse...

É... e mesmo assim sempre com influência alheia. Um beijo!

Flavio Ferrari disse...

Todo o resto, a vida pode nos tomar a qualquer momento.
O que está dentro, só nos toma a morte.

Ti disse...

Tem toda a razão!!

De vez em quando, só esquecemos de inspecionar direito e esquecemos o que construímos...

Jorge Lemos disse...

Não há construção que resista ao tempo: nem aquilo que acreditamos
nos pertencer.
Estou mais para a UDI, Antonio e Jung: e o inconsciente coletivo.
Somos apenas, no Universo, um rádio receptor em sintonia.
Mas vale a penas pensar no seu pensamento.

Lemos