Páginas

quinta-feira, abril 09, 2009

Tensão e Tristeza


Natal e Ano Novo são datas campeãs, mas a Páscoa vem com um honroso (embora distante) terceiro lugar ...
Já repararam como as mulheres ficam depressivas e os homes tensos com a aproximação das festas familiares ?
É hora de confrontar o mito da família feliz. A realidade irá incontrar a idealização.
Esse confronto costuma afetar particularmente as mulheres casadas. Os homens, de um modo geral, ficam tensos porque já sabem o que o seu papel de herói (provedor) irá ser posto em xeque (aliás, só por curiosidade, a expressão xeque-mate do xadrez vem de "rei morto" - persa).
Já as mulheres mais jovens são vítimas de dois fatores: a tensão familiar (quando ainda moram com a família) e a síndrome do "ai-vai-ter-chocolate-que-eu-adoro-e-eu-estou-gorda".
Bom momento para rever nossos conceitos de perfeição ...

43 comentários:

Adriana disse...

encontros e fofocas familiares, muita comilança, crianças devorando ovos... ah, dieta so segunda! ;)

Udi disse...

Ano que vem, se voce topar, providenciarei uma árvore de natal e na semana santa montamos juntos (tanto faz onde: na sua casa, da Ti, na minha, da Glau..) ... daí, no sábado de aleluia a gente faz uma festa prá esperar papai noel chegar à meia noite. Afinal, não estamos mesmo compondo uma nova família? Façamos também um novo calendário de festas ;)

difícil será conseguir ovos de páscoa no natal.

beijo, maninho! ...e feliz dia das crianças!

Cristiana Fonseca disse...

Então, Feliz Páscoa.

Carla P.S. disse...

Hahahahahahhahahaha
Tu já sabe onde eu me enquadro.
Adorei...Mas lembremos de Cristo, aquele carinha legal que zela nosso planeta..
Beijão

C. disse...

Tento acreditar que sao justamente essas datas tensas e tristes que aproximam a idealização da realidade, onde ganhamos a chance de recuperar o que parece perdido, o que se tratando de família tudo é válido.

Feliz páscoa pra tu cara de tatu :=) op`s, de coelhino bravo hohoho (ti bunitinhu)

leve solto disse...

Mesmo não sendo uma "católica" convicta, a Páscoa me inspira renovação. Chocolates posso comer o ano inteiro!

Bj de Feliz Páscoa

Anne M. Moor disse...

Eu gosto pelo sentido que elas tem (pra mim pelo menos). Tanto o Natal qto a Páscoa são momentos de recomeçar, de parar pra pensar na vida... ALÉM de comer demais rsrsrs com ou sem família. E o que seria uma família ideal????

Estou em POA na casa de uma filha. Muiiiiiiiiiiito bom. Botando assuntos em dia e papeando...

Beijos e Feliz Páscoa

Flavio Ferrari disse...

Adriana: só crianças ?

Flavio Ferrari disse...

Cristiana: para você também ... não vai desenhar um coelho ? Todo mundo adorou o gato ...

Flavio Ferrari disse...

Carla: faça um pesquisa no seu blog para ver qual o percentual de pessoas que lembra o que é a Pascoa ...

Flavio Ferrari disse...

C: Essa chance temos todos os dias, e de forma mais tranquila ... o problema é carregar essa data dessas expectativas.

Flavio Ferrari disse...

Mara: então, segunda-feira estaremos de Mara-Nova

Annah disse...

Juro que eu li "Tesão e Tristesa" Oo e pensei, como existe isso?! kkkk
kkkkkk
Bom.Cá entre nós.Odeio datas comemorativas, a casa enche criançã correndo...
Minha mãe puxando saco do meu namo... é fodinha. Mas esse ano tô sussa...nesse ano vai ser diferente.
1-Não tô namorando...
2- fiz promessa não posso comer chocolate
HOHOHO
Nesse ano o coelinho pulou comigo :P hohoh

Amanda Arthur disse...

Estou com a Anne... Como moro longe da família (pais e irmãs) há bastante tempo, sempre gostei destas festas pois são chance de rever os meus, ainda que para alguma eventual discussão e cobrança, inevitáveis em família. Gosto dos rituais, cristãos ou pagãos, servem para marcar o reloginho da vida e pararmos por um instante para confraternizar.
Beijo e boa páscoa!!!

gabrielle disse...

xeque-mate ;)

(embora eu reserve o "touché" para estas ocasiões)

beijinhos e Santa Páscoa...

Mariana Moralles disse...

Verdade, sempre é bom rever nossos conceitos!! =]
Eu por exemplo comerei todos os meus 6 ovos de páscoa que estão a minha espera!

Feliz Páscoaaaa!! Muitos beijos!

Ana disse...

Falou e disse tudo: confrontar o mito da família feliz.
Fora que parece haver uma certa obrigação implícita nessas datas, nos dizendo que temos que passar em família.
Eu por mim, me agarrava a uma barra de chocolate com castanhas e passava sozinha, ou melhor, talvez na companhia de um coelho sabido.

Ana disse...

Tudo bem vai...
depois que a muvuca começou eu até que gosto.
feliz páscoa!

Tetê disse...

nossa, ff!!


nunca havia pensado assim!

aqui em casa é sempre festa! as crianças (que nem são crianças!)reunidas, a expectativa da sobremesa, o bom papo, os amigos...
ah... é sempre festa.

este ano só vai faltar uma amiga: mari, que fica em são paulo cumprindo agenda doméstica...

mas festa é festa!!!

bj
.

Tata disse...

Putz!!!
Encontro com a família é algo sempre MUUUUITO esquisito e desconfortável.
Sempre tem alguém da família que toca na sua feridinha pessoal e te deixa no mínimo a fim de armar um escândalo familiar daqueles bem tipo família ialiana! Mas, o melhor mesmo é engolir o sapo, junto com o bacalhau e sair a francesa com o ovo em baixo do braço!KKKKKK

bjinhos e feliz páscoa pro cê1

Cris Animal disse...

Concordo quanto ao Natal...é sempre uma data de muita saudades daqueles que não estão mais conosco, comigo...os natais sempre foram na minha casa quando era criança e agora, depois dos meus filhos, na minha....rs
Quanto a páscoa, é normal. Geralmente bate com a proximidade do aniversário do meu filho. Esse ano será amanhã. Então, sempre clima de festa e mesmo quando está com diferença de dias, aproveito essa data para meditar.
Ainda não entendi pq Deus deixou tudo ir tão longe.........ow ow.

Mas, porém, contudo, todavia....uma páscoa linda pra vc!
Renovação de esperanças, força espiritual e na sua fé. Não importa no que ou em quem, mas FÈ.

beijo
.............cris Animal

Érica Martinez disse...

Mesmo não morando com os pais, tenho uma grande resistência à esses eventos familiares pois, pra mim, soa forçado; todas as "pendências" TEM que sumir, mas não somem e fica aquele clima de enterro... (ficava, mas...)
Ainda bem que tenho uma amiga que aniversaria agora, vamos fazer uma festa fiiiiiiina, com gosto! Isso sim é família!

Avassaladora disse...

Flávio, um texto um tanto quanto melancólico...
Mas concordo que essas festas são meio baixo astral mesmo...rs
Ainda vou tentar descobrir porque...rs
Tenho lá minhas neuras...rs

Beijos e carinhos!

E uma páscoa recheada de paz e chocolate...

Efigênia Coutinho disse...

Cheguei aqui por acaso, e neste caso foi um acaso fantástico ler esta crônica, onde somente vem alimentar algumas grandes verdades do cotidiano, muito bem escrita por sinal, pois num texto curto,instigando o leitor, você risca de ponta a cabo, deixando o leitor feliz em ler,
Meus cumprimentos,
e uma :
PÁSCOA FELIZ
Efigênia Coutinho

Ernesto Dias Jr. disse...

Merda. O que há de errado com família? Ou eu é que tive a felicidade de nascer em um tempo no qual a TV não existia (sério!), as crianças não ficavam grudadas na internet e quando amigos se reuniam o celular não tocava?
Tempo em que a gente prestava atenção nas outras pessoas, em vez de enfiar uma bosta de MP3 tímpano adentro para camuflar os sons do mundo, da vida?
Quando trepar era um acontecimento e não terapia para o stress? Aliás, stress também não existia. Se existia não se sabia o que era.
Fui uma das crianças chatas correndo e fazendo barulho entre as pernas dos adultos numa familia enorme.
Natal era bom. Ano Novo era bom. Páscoa era ótima (afinal chocolate era item de difícil obtenção).
Aniversário era festa. Casamento então, nem se fala.

Proponho uma festa. Num sítio qualquer, com fogueira. Sem celular, sem TV, sem um puto de um transistor por perto.

Só fogueira, violão, cadeiras em volta e amigos. Vale trazer a família.

Todos juntos. Muitos, pelo que se vê, talvez pela primeira vez.

Walmir Lima disse...

Na minha pequena família essas festas são sempre muito alegres, ou não seriam festas.
Sem mito, nem tensão, nem tristeza.
Só festa.

Anne M. Moor disse...

Ernesto,
Topo! Só fogueira, violão e amigos, muito papo e cantoria! Êta coisa boa. Como o Walmir e a Amanda, na minha família AINDA é festa quando nos reunimos. E com amigos então... "vide" nossos encontros no Genial e no Jorge...

FF
"Ser feliz não é um sonho, é uma escolha." Fácil escolha? Não! But escolha nevertheless...

Eu estou em festa com parte da família :-)

Avassaladora disse...

Ernesto, se eu não morasse tão longe, me convidaria pra sua festa...
Mas se marcar com uma certa antecedência, quem sabe um pássaro de prata não me leva...rs

Uma fogueira, um violão, um monte de amigos... Um resgate a vida "normal"...rs

Ao mesmo tempo que facilita a vida e nos conecta com o mundo todo, a tecnologia robotiza tambem...

Flavio Ferrari disse...

Annah: tesão e tristeza ? Seria a última vez ?

Flavio Ferrari disse...

Amanda, Teresa e Anne: se não sofrem deste trauma, fico feliz por vocês.
Aproveitem. Mas a maioria das pessoas que conheço enfrentam essas datas de forma estressante.
Também não é o meu caso, mas isso é porque não me preocupo com elas.

Flavio Ferrari disse...

Gabrielle: outra influência francesa ...

Flavio Ferrari disse...

E, aliás, touché significa "tocado" ... bem adequado no sentido figurado.

Flavio Ferrari disse...

Mariana, Ana e Tata: se tem um limão, faça uma limonada, se tem chocolate, EBA !!!

Flavio Ferrari disse...

Cris_Animal: êta moça animada...

Flavio Ferrari disse...

Érica: ... cara de paisagem e sorriso de perdão provisório ...

Flavio Ferrari disse...

Alice: não é melancólico ... é um convite a rever seus conceitos.
Idealização leva a frustração que leva à infelicidade.
O melhor seria idealização leva a frutração que leva à revisão ...

Flavio Ferrari disse...

Efigênia: já que chegou por acaso, seja bem vinda e volte sempre para um café.

Flavio Ferrari disse...

Ernesto: eu topo, e vai dar certo, porque os amigos a gente escolhe ...

Flavio Ferrari disse...

Walmir: não esperava outra coisa de ti ...

Raquel Neves de Mello disse...

Alô, galera. Quanto tempo, hem?

FF - adorei a postagem. Curta e precisa.

Ernesto - tô dentro. Que tal no proximo feriado? Se Cosmopolis nao for muito longe, a minha casa está aberta. Do contrario, podemos nos convidar para o paraíso do Jorge.

Beijos

Ana Paula Siqueira disse...

Ei Flávio!
Olha só, você resumiu bem a tensão que eu vivia quando era casada hehe GRAÇASSSSSSSSSS A DEUS não preciso mais participar dos eventos forçados para os quais eu "era convidada" a participar. Em minha família, que é super pequena hoje, nada é por pressão... nos reunimos quando dá vontade.. é tudo por carinho....e como minha filha e eu estamos acima do peso já há algumas décadas, abolimos o costume do chocolate há tempos (e como disse bem minha amiga Mara, chocolate tem o ano inteiro, né? rsrs).
Umas das ínúmeras maravilhas do divórcio é não precisar ir a festas e ver pessoas que passam o ano todo se alfinetando e nessas datas vestem a roupa "de ir à missa", fazem cara de feliz e começa a encenação (sem generalizar, óbvio!!)
Nossa!! Cada dia tenho mais certeza de que é excelente poder ser autêntica!!!
Beijos e feliz páscoa rsrsrs

Annah disse...

tesão e tristeza ? Seria a última vez ?
Resp: Vai saber o que se passou nesse meu subconsciente sacana haushauhsa :P

Érica Martinez disse...

Ernesto, bonito e inspirado. Eu fecho!