Páginas

domingo, julho 04, 2010

Encontro de gerações

Estou aqui assistindo um interessante programa da GNT chamado Arquivo do Sexo.  O tema de hoje é sexo para pessoas acima dos 50 anos.
Entre alguns chavões e uma série de explicações biológicas sobre o impacto da idade sobre a sexualiade (prioritariamente baseados na redução dos hormônios para ambos os sexos), surgem comentários e dicas interessantes.
De passagem, o programa discute um fato curioso, que já havia observado por aqui.  Homens e mulheres mais jovens estão preferindo pares mais velhos. O fato vai além da velha crise masculina da meia-idade, quando os homens procuram as mulheres mais novas para auto-afirmação.
As mulheres mais jovens declaram que os homens mais velhos são mais seguros e atenciosos.  São acolhedores, cuidadores, menos críticos e elevam sua auto-estima.
Os homens mais jovens dizem que as mulheres mais velhas são menos complicadas e sabem o que querem.  Não se sentem ameaçados pela maior experiência eventual das parceiras (porque é normal) e como tem sua juventude e virilidade valorizadas, ficam mais seguros.
Homens e mulheres mais velhos são. obviamente, seduzidos pela beleza da juventude.  Mas é a admiração feminina e a vitalidade masculina dos mais jovens que efetivamente fazem a diferença.
Por outro lado, as queixas entre os de mesma idade se amontoam.  As meninas acham os meninos inseguros e afobados.  Os meninos acham as meninas complicadas e exigentes.  Os senhores se sentem criticados e diminuidos pelas senhoras que, além disso, exigem preliminares exaustivas que incluem, as vezes, dias de preparo para uma única relação sexual.  As senhoras não vêem a menor graça no parceiro sexual de sua própria idade, alegando falta de vitalidade e desejo.
Minha conclusão foi que a liberação sexual deu um nó na cabeça de muita gente.  Mas de certa forma é divertido ver onde isso vai dar.
O principal erro da reportagem, a meu ver, foi estabelecer 50 anos como "idade de corte", e não digo isso porque já estou lá.
Homens e mulheres bem cuidados de 50 anos hoje em dia são fisicamente equivalentes aos de 40 anos de duas gerações atrás.
Uma mulher de 50 anos, já na menopausa, se pratica atividades físicas regulares e faz reposição hormonal adequada, é muito mais animada do que foi aos 40.  A reportagem dá uma dica interessante: com a redução dos níveis hormonais, a sensibilidade e a lubrificação vaginal podem diminuir um pouco, mas a sensibilidade do clitoris permanece inalterada.
Homens de 50 anos, obviamente, já não passam o dia inteiro em ereção como aos 15 anos, mas continuam plenamente funcionais.  Apenas descartaram as ereções inúteis.
Outra bobagem que poderiam ter evitado foi, de passagem,  mencionarem que um homem mais velho quando toma Viagra fica em estado de permanente ereção.
É mentira.  As limitações à ereção masculina são muito mais psicológicas do que biológicas.  Se a cabeça não está bem, não há Viagra que resolva.  E se a cabeça estiver em ordem (o que, para o caso, significa sem pensar em nada além do momento), um homem saudável de qualquer idade não precisa de aditivos.
Enquanto sexo for tabú, o homem se sentir avaliado pelo tamanho e pela dureza do falo e a mulher tiver vergonha de explicar onde é que fica o tal do clitoris, a coisa vai continuar complicada para muita gente.
Que desperdício ...

26 comentários:

Anne M. Moor disse...

Que desperdício mesmo! E pelo jeito esqueceram de dizer na tal reportagem que os homens e mulheres de 60 e 70 ainda tem uma vida sexual ativa se quiserem :-)

Beijos e bom domingo
Anne

Jorge Lemos disse...

Principe
Por anda o amigo distante? Continuo vivo.
Jorge Lemos

Pelos caminhos da vida. disse...

E que desperdício mesmo, sexo não morre com a idade o que morre é a rotina, a falta de dialogo... já cheguei nessa idade.

beijooo.

Casinha de Mariah disse...

a liberdade trouxa as multiplas escolhas...e multiplas escolhas (liberdade para escolher) pode confundir quem não sabe o que escolher.

Suzana disse...

Certa vez fiz um trabalho de mk para uma Clinica especializada em disfunção éretil. Na oportunidade pude conversar algumas horas com homens (pacientes )de idade entre 17 e 73 anos,assim como com os médicos especialistas.Fiquei tão preocupada que cheguei a começar um blog a respeito e até comentei com alguns amigos.
Pra variar,o blog foi "etiquetado" de forma inadequada por alguns visitantes anônimos. me chatiei e deixei pra lá.
Enfim, esta questão de sexo é bem mais complicada, na cabeça da maioria do que pode transparecer.
Qual o segredo? Na minha opinião, e já tenho 55, é não pensar em rugas, estrias ou qualquer marca do tempo, afinal seu parceiro sabe sua idade;cuidar-se e não ter medo de sexo.

A. Marcos disse...

Eu discordo da questão do viagra...

Armando Pinto disse...

Óleo de semente de uva no cassete ajuda muito. Eu melo o ‘bimbau’ e o esfrego na mulher (nas coxas dela, principalmente). Pra mim é uma técnica que funciona muitíssimo bem. Outra coisa que ajuda são uns vídeos de umas gostosas que eu desejo comer; assisto-os poucos antes de me encontrar com alguma baranga que não me atiça muito; aí, é só alegria para todos nós. Só que a baranga não pode saber que eu estava na verdade na intenção de comer as gostosas dos vídeos...
Armando Pinto

Luna Sanchez disse...

Interessantíssimo, de fato, e só confirma minha teoria.

Rs

Beijo, beijo.

ℓυηα

Insana disse...

Acho que quem muito fala pouco pratica e tal assunto veio do medo deles.
heheh

bjs
Insana

Ana SS disse...

No fim das contas, as mulheres buscam serem desejadas, os homens buscam se sentir potentes. Independente da equação matemática da qual façam uso para tal.

Anita disse...

É mentira!E tenho dito!
Quanta convicção... hehehe Bom... bom.
É aquela coisa que agente já comentou e esclareceu, gurias não só seus corpinhos durinhos mas a moral que dá pro cara, ego é a palavra final.
Báh mas tu nem precisa ti preocupar com esses assuntos, tri interaço aí (ui ui ui) Capaz que já peguei as dicas? hahahahah

Abço!

cristinasiqueira disse...

Oi Flávio,

Sexo com gosto,Deus haja!Basta pensar e se sentir tomado de desejo.
Haja beijo!
Delicaezas,um caso de amor e a dose certa da entrega.
-Idade/-Que idade?de quem?
Beijos,

Cris

Érica Martinez disse...

na minha fase atual - sem o pré-bode dos meninos da minha idade que eu costumava ter - tenho descoberto que os "problemas" não partem do lado de lá e sim, do lado de cá. se vc se sente segura e age seguramente e com naturalidade (naturalidade real, não forçada!!), o cara não ficará assustado ou whatever... acho que tem a ver com o que a gente emana e, realmente, com como a gente está por dentro...

E.Suruba disse...

Vamos abrir as mentes! é isso aê \o/

Flavio Ferrari disse...

Anne: diziam sim ... de um modo bastante esteriotipado ...

Flavio Ferrari disse...

Jorge: você é imortal.

Flavio Ferrari disse...

Ana: eu ainda falo pelos cotovelos ...

Flavio Ferrari disse...

Suzana: lembro do blog ... era bacana ...

Flavio Ferrari disse...

Marcos: falei por experiência própria ... mas sou mais velho do que você ...

Flavio Ferrari disse...

Luna: sossega, mulher.

Flavio Ferrari disse...

Insana: ... então, você acredita que cão que ladra não come ?

Flavio Ferrari disse...

Ana SS: ... isso é psicologia ...

Flavio Ferrari disse...

Anita: sempre um doce.

Flavio Ferrari disse...

Cristina: ... pelo visto tem se divertido bastante ...rs

Flavio Ferrari disse...

Érica: eu te falei que a mulher amadurece aos 30 ...

Flavio Ferrari disse...

E. - só as mentes não resolve ...