Páginas

terça-feira, julho 20, 2010

Toda nudez será castigada

O título é de uma peça de Nelson Rodrigues, de quem sou fã descarado.
O cartaz ao lado é um aviso colocado na entrada de um pequeno pedaço de praia em frente a um hotel de Cancun, que permite o nudismo.
"Se a nudez ofende você, por favor não siga em frente".
Praias de nudismo são raras nas Américas onde, aparentemente, a nudez realmente ofende.
Umas poucas, de difícil acesso, geralmente frequentadas por gays do sexo masculino.
Algumas outras administradas por grupos naturistas, pessoas que defendem princípios éticos e comportamentais que incluem a prática, de certa forma obrigatória, do nudismo.
No contexto naturista, ter uma ereção é quase um crime.  Indica que você não está alinhado com os princípios éticos.  Em outras palavras, está "de sacanagem".
Nudismo é imediatamente associado a sexo e a dificuldade da humanidade, mesmo no mundo ocidental, para lidar com a sexualidade é notória.
Este hotel em Cancun é um dos poucos no mundo (eu só conheço dois) que oferece um ambiente verdadeiramente liberal.
O nudismo é permitido, mas não obrigatório.  A sensualidade é estimulada em função do público que costuma frequentar o hotel. A sexualidade é aceita como consequencia natural.  A única regra fundamental é o respeito.  Ninguém assedia, toca ou fotografa ninguém sem permissão.  E algumas poucas regras de comportamento para cada ambiente do hotel, perfeitamente aceitáveis e de acordo com o que poderíamos chamar de bom senso, são estabelecidas e respeitadas, mas sem grandes neuroses.
A frequencia é de casais adultos de todas as idades, tipos e tamanhos.  O hotel não aceita crianças e nem adultos desacompanhados.  Um outro hotel famoso na Jamaica aceita solteiros, o que, segundo declarações dos que já estiveram por lá (eu nunca fui), torna o ambiente menos relaxado, já que os solteiros costumam frequentar o hotel com o objetivo explícito de assediar.
Por razões óbivas, os "swingers" representam a maioria dos hóspedes.  Com raríssimas exceções, são muito mais elegantes nos relacionamentos do que a maioria das pessoas mais "conservadoras", até porque costumam ser mais bem resolvidos no que se refere à sexualidade e, em consequencia disso, mais satisfeitos e realizados sexualmente.
Conhecer e conversar com esse grupo socialmente marginalizado (os swingers) é uma experiência interessante.  São pessoas muito diferentes do que a sua representação esteriotipada em programas de televisão ou matérias da mídia impressa sugere.  Embora, a bem da verdade, uma parte deles realmente promova festinhas privadas, entre amigos, de fazer inveja aos tempos da Roma antiga.
É curioso e estimulante observar a naturalidade com que tratam a nudez e a sexualidade.  Ao contrário do que se possa imaginar, não são dados ao culto do corpo.  Homens e mulheres, geralmente com mais de 35 anos (talvez com algum viés em função do preço do hotel) barriguinhas e rugas.  Raro encontrar um corpo malhado, embora o silicone (êta praga) chegue a marcar alguma presença, principalmente entre as norte-americanas e as raras brasileiras.
Alías, curiosamente, as mulheres brasileiras costumam ser as mais desconfortáveis com a nudez total, contrariando sua fama internacional (devida aos desfiles de carnaval).  As européias são bem mais sossegadas.
Chama a atenção o relaxamento, o bom humor, a qualidade dos relacionamento entre os casais e a agradável disposição para fazer novas amizades.
Na minha opinião, todo casal que tenha condições financeiras para tanto deveria passar uma semana num hotel como esse.
É suficiente para repensar alguns pré-conceitos e, no mínimo, ter algumas histórias divertidas para contar para os netos um dia ...

23 comentários:

Fipa. disse...

no outro dia estava a ver um documentário sobre isso. desconhecia esses hóteis e tinha ideia sobre as praias mas também aprendi que existem agencias disso, ou seja, elas alugam mansoes para casais de swing irem lá e algumas até jovens solteiros. os requisitos são beleza e dinheiro.
um sitio onde se sabe que vai haver pessoas educadas e todas bem sucedidas.
acho perfeitamente aceitavel.

Anne M. Moor disse...

Interessante FF... Talvez se pudesse dizer que a qualidade dos relacionamentos entre os casais swingers seja por uma falta de expectativa e o respeito desenvolvido entre eles. Isto daria uma boa discussão!

Beijos and welcome back :-)
Anne

A. Marcos disse...

FF,

Parabéns pelo tópico. Não é somente um tópico corajoso - pela natureza da questão envolvida nudex/sexo/liberdade sexual - mas também respeitoso.

A cultura - sobretudo judaico-cristã - costuma associar a prática de swing a ausência de respeito entre os cônjuges, falta de expectativa nas relações entre eles travadas e ausência de qualidade da própria relação conjugal e de amizade entre os praticantes.

Típica associação estereotipada e preconceituosa: afinal há, sim, pessoas que têm relações menos superficiais do que as imaginadas, não obstante a prática do swing.

As questões são mais profundas e dizem respeito a outros conceitos e valores de vida. Nem melhores e nem piores. Apenas diferentes.

No mundo jurídico damos a expressões como respeito e qualidade a designação de conceitos jurídicos indeterminados. No mundo leigo poder-se-ia chamar apenas de conceitos indeterminados.

E são indeterminados porque essas palavras carecem de objetividade. Os valores que preenchem de conteúdo conceitual ( por exemplo: o que é respeito?) dependem da visão de vida e de mundo, de religiosidade e de moral, dos objetivos e dos anseios, dos princípios éticos de quem interpreta a locução.

Tal como AMOR que foi tema de um livro O BANQUETE.

Francamente eu nem penso que caiba discussão dos motivos que levam cada um a ter uma vida mais ou menos liberal.

Talvez apenas caiba entender que quem não é praticante e tampouco simpatizante é como um urso: precisa do ar para respirar e sobreviver. Já os swingers são como peixes: vivem na água e dela retiram o oxigênio. Noutras palavras, a solução para a vida de uns não é a mesma solução para a vida de outros.

Batom e poesias disse...

Feliz aniversário!

bjs
Rossana

Pérola disse...

Muito bom e sem preconceito.
A maldade está na cabeça dos menos informados.
Parabénsssssssss.
Feliz dia dos amigos.
Beijokas.

Solange Maia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Solange Maia disse...

muito interessante...
uma visão clara, livre e bem bacana sobre o tão "polêmico" tema...
gostei.

beijos

Paulinha Costa disse...

Sabe porque eu gosto de vir aqui? Leveza.
Você consegue falar levemente de um assunto que pode ser um tanto nebuloso para muitas pessoas.
Que experiência interessante!
Sabe, eu tenho a impressão que tudo que você desnuda fica mais tranquilo de lidar...
Uma amiga está na Alemanha, se casou e foi morar lá. Ela estranhou muito o fato de terem por lá as saunas mistas, sem nenhuma sacanagem, a 1a vez que ela foi (com o noivo) se sentiu constrangida e colocou a parte de baixo do biquini. O resultado não poderia se pior, ela se sentiu um ET, todos a olhavam com ares de "por que isso?". Hoje mais adaptada ela diz que vai numa boa. Tabu quebrado...
Adorei isso! "Se a nudez ofende você, por favor não siga em frente".

V.Vegas disse...

PARABÉNS PELO DIA DE HOJE!!!
UM MUITO FELIZ NIVER!!!
BEIJOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Sentimental ♥ disse...

hotel interessante...

Luna Sanchez disse...

É, eu não tenho a evolução espiritual necessária para tal feito...

* Aniversário? Hoje? Mas de novo, Flavio? Tu já não fez aniversário há poucas semanas?

Han?

Beijo, beijo.

ℓυηα

Flavio Ferrari disse...

Fipa: isso se chama take over ...

Flavio Ferrari disse...

Anne: a discussão fica melhor ainda a beira do mar ...

Flavio Ferrari disse...

Marcos: seu comentário merecia uma outra postagem .... quem sabe me encorajo mais tarde.

Flavio Ferrari disse...

Rossana: tks.

Flavio Ferrari disse...

Perola: sem maldades, pls ...

Flavio Ferrari disse...

Solange: Tks. Você ja deve ter notado que gosto de visitar temas polemicos.

Flavio Ferrari disse...

Paulinha: Tks. Uma amiga blogueira, a Cris do Brasil, comentou uma passagem semelhante com uma amiga brasileira la na Austria ... Engraçadissima.

Flavio Ferrari disse...

V. Vegas: tks

Flavio Ferrari disse...

Juliana: mto.

Flavio Ferrari disse...

Luna: quer me mer mais velho ainda ?

Luna Sanchez disse...

Uhun, eu acho beeeeem legal. ;)

=)

* É que parece que foi ontem que li teu post falando sobre os 50 anos e tal.

Beijo.

ℓυηα

Anônimo disse...

Naturismo, acho meio chato, natural demais,(rs)
Swingers, conheço alguns, Gente normalissimo que gosta dessa modalidade de sexo.Troca.Me contam estorias ótimas de ouvir, pelo fato de serem diferentes.
Beijao Flavio.
Lú.