Páginas

terça-feira, dezembro 07, 2010

Causa e efeito

Acabo de ler uma matéria no Estadão sobre um estudo realizado por um epidemiologista californiano que estudou 100 mil mulheres e 28 mil crianças de 7 anos (filhos).
As mães de cerca de 3% das crianças afirmam que elas têm problemas comportamentais limítrofes, e outros 3% demonstraram comportamento anormal, como problemas de obediência ou questões emocionais.
O estudo descobriu que crianças que usam celular, filhos de mães que usaram celulares durante a gestação apresentam probabilidade 50% maior de apresentar problemas. 
Querem induzir à conclusão de que o uso de celular é prejudicial à saúde.
Fiquei curioso ... quem será que patrocinou o estudo ?
Só para constar, a maioria dos "estudos médicos" dessa natureza que tive a oportunidade de conhecer não controlam todas as variáveis.  Mães que vivem grudadas no seu celular certamente tem uma relação diferente com seus filhos do que aquelas que não usam celular.  Só isto bastaria para justificar as difereças de conduta das crianças.
É por isso que somos bombardeados por estudos que dizem que algumas coisas fazem mal num momento e essas mesmas coisas são resgatadas por outros estudos alguns anos depois (café, vinho, chocolate, por exemplo).
Quase sempre é possível torturar os números até que confessem o que queremos.
Para ser pesquisador de verdade, também é necessário desapego.

8 comentários:

Ti disse...

Nesse sentido não posso ser pesquisadora... Minha engenhosidade é altissima!!!

Beijos...

Carla P.S. disse...

Ah pois é, o que chamam de "viés" das pesquisas, por isso que o bom senso é sempre fundamental em qualquer área, seja ela científica, amorosa, religiosa....
Acho que as pessoas estão ficando ansiosas e hiperativas, e os cientistas estão desesperadamente achar uns vilões (como uso precoce da internet, muito café, agora o celular)... Sei que tudo o que é em excesso faz mal, e acho que, de fato, morar perto do mar e do verde faz bem pra saúde, mas moramos perto do concreto e das tecnologias, não há como fugir do moderno. As gerações futuras que comecem a vir sem os cisos, os pêlos em excesso, o mal humor, a ansiedade....etc. etc..
Um upa bem grande pra ti!!
Obs: tô motorizaaada! Iupiii!!!

Nanda Assis disse...

ai n posso comentar agora,pq estou no celular, ligando p meu filho!!

bjosss...

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Um excelente ponto de vista!
Há q se ter mesmo ressalvas com as 'verdades' da ciência.

Beijos e borboleteios

Sentimental ♥ disse...

e as crianças da época em q não existia celular?

Casa de Mariah disse...

Sherlock Homes já alertava para o perigo das conclusões óbvias demais.

VEGAS disse...

:)

vendo perfumes vegas dá um olhinho
http://vegas-paula.blogspot.com/

A. Marcos disse...

Por um estudo que eu mesmo fiz, notei que a nenhuma das pessoas que mataram, roubaram, mentiram, torturaram, corromperam, se drogaram, defraudaram e por aí vai até os anos 90 não tinham ma~es que usassem celulares.