Páginas

quarta-feira, dezembro 29, 2010

Muy amigo

- Que cara de felicidade é essa, Argenor ?  Nove da manhã de uma segunda-feira e você de bom humor ?  Nunca ví isso !
- Acabei de voltar da casa do Almeida ...
- O Almeidinha ? .... Meio tonto, mas um bom sujeito ... O que é que você foi fazer lá tão cedo?
- Bem ... ele me pediu para dar uma olhada no computador ... estava com problemas para acessar a internet e ... você sabe ... o Almeida não entende picas de computador ...
- Isso lá é verdade .... se o Almeida pudesse, mandava cartas ao invés de e-mails ... Nem imaginava que ele usava um computador em casa !
- Ele não usa ... é a mulher dele quem usa ... a Maria Rita.
- Ah .... a Ritinha .... que mulherão, não ?   Honestamente ? ... Nunca entendi o que um mulherão daqueles viu no Almeida ...
- Pois é ... eu também não ... Quando o Almeida me disse que era para quebrar o galho da mulher dele, não resisti ... Fui lá para ver como é que era a coisa ...
- Logo ví ... Argenor, sem ganhar algo em troca, não é do tipo que faz favor ...
- Tem dó ô Oliveira ... me sacaneando com rima ? 
- E não é ? ... Bom, deixa isso para lá e me conta ... O que descobriu ?
- Bem ... combinei com ele de passar bem cedo, as 7h30, antes do trabalho.  Quando cheguei o Almeida já estava todo engomadinho, de saida para o escritório.  Fechamento de mês, sabe como é lá na contabilidade ...
- Claro que sei ... também trabalho no departamento financeiro, esqueceu ?
- Pois é ... lá no comercial a gente pode chegar um pouco mais tarde ... se não abusar, é claro ... mas também tem que ir naqueles coqueteis chatos, almoços com clientes ...
- Deixa de onda, Argenor ... você bem que gosta de uma festinha ... Mas fala da Ritinha, anda ...
- Então, o Almeida de terno e gravata e a Ritinha de pijaminha de verão ... toda despenteada, ainda cheirando a travesseiro ... um pecado !
- Pôrra Argenor ... já valeu a visita !
- E você ainda não ouviu nada !  O Almeida saiu dizendo para a Ritinha: "cuida bem do Argenor, que ele tá fazendo um baita favor".
- E depois você ainda reclama de mim ...
- O dia que você arranjar uma mulher como a Maria Rita eu paro de pegar no teu pé.
- Eu ?  Nem morto ? Estou muito feliz com a Marcinha e nem deixo ela fazer regime que é para marmanjo não ficar babando ...
- E depois o Almeida é que é tonto ... você é um nécio Oliveira, um nécio !
- E a Ritinha de pijaminha ?
- Então ... o negócio do computador foi simples de resolver ... era um problema de conexão do cabo de rede ... percebi logo mas dei uma enrolada, porque a Ritinha estava de pé do meu lado, com a xoxotinha encostada no meu ombro, toda dengosa e curiosa.  Dei uma valorizada no trabalho enquanto aproveitava aquele calorzinho ... Só ela para me fazer descobrir que meu ombro é uma zona erógena !
- Puta que pariu, Argenor !
- Vou encurtar a história ... quando acabei, a Maria Rita me abraçou toda feliz e saltitante ... estava sem sutiã debaixo do pijaminha de seda ... sabe lá o que é isso ?  Aquele corpo gostoso se esfregando no meu, num pijama de seda e sem nada por baixo ? Não resisti e tasquei-lhe um beijo na boca !
- Puta que pariu, Argenor !
- Achei que ia tomar uma bofetada, mas para minha surpresa ela até correspondeu ...
- Puta que pariu, Argenor !
- Porra, quer parar de gritar puta que pariu ?
- Desculpa, mas o que é que você quer que eu diga ?  Puta que pariu !!!!
- Ai, ela me disse que o Almeida havia lhe dado instruções para me agradar da melhor forma possível ... e já tinha avisado que eu era meio safado e que iria ficar muito contente se ela me desse uma colher de chá ...
- Puta que pariu, Argenor ! Mas isso está mais para concha de sopa ...  Esse Almeida é louco !
- Foi o que eu pensei na hora ... mas deixei para avaliar isso depois ... o computador fica no quarto do casal ... parei de pensar, derrubei a Maria Rita na cama e disse para ela que o Almeida tinha razão ...
- Puta que ...
- Que mulher deliciosa, Oliveira ... o Almeida relamente é um cara de sorte.  Nunca fui tão bem tratado na minha vida ... e olha que tenho um bocado de experiência !
- Porra, mas esse Almeida é um puta corno-manso !
- Que nada Oliveira ... ele é de uma generosidade de Esquimó ... E eu não admito que você fale mal do meu amigo Almeida, por favor !
- Generosidade um cacete !  Essa Maria Rita é uma vagabunda e o Almeida tá carregando umas galhadas enormes ...
- Oliveira ... você só está confirmando o nécio que já sabemos que é ... O Almeida e a Maria Rita são um casal moderno, tem um relacionamento baseado em coisas mais importantes do que o sexo e a posse ... O Almeida sabe que a Maria Rita gosta de se divertir e, numa situação como essa, me conhecendo, deu carta branca para a moça ... Tá vendo ... você queria saber o que é que a Maria Rita via no Almeida ?  É isso ... o homem está acima de todos nós, Oliveira ...  Nem eu nem você merecemos uma mulher como a Maria Rita ... a gente iria querer logo colocar uma coleira ... ou pior, entupir a moça de chocolate como você faz com a Marcinha.
- Vem com essa não, o Argenor ... Lá em casa eu mesmo conserto o computador  ...  Cada doido com sua mania e eu não gosto de enfeite na minha cabeça.  Mas tenho que reconhecer que vocé acabou se dando bem nessa ... Pena que o computador não quebre toda hora ...
- Bem ... eu expliquei para a Maria Rita que vou precisar dar uma passadinha lá na sexta-feira de manhã para defragmentar o HD dela, porque senão ela corre o risco de perder tudo e o computador travar de novo ... E na semana que vem, prometi trocar a fonte, que já está abrindo o bico ...
- Puta que pariu, Argenor ...

9 comentários:

Batom e poesias disse...

Esse desprendimento é coisa de gente superior.
:)

Ótimo texto, Flavito.
Bjs

Rossana

Carla P.S. disse...

Esse discurso nunca tinha ouvido, soou bonito, "têm coisas mais importantes no seu relacionamento além de sexo e posse". Hahahahahha!! Easa é boa!!!
Ótimo contador de histórias você! Muito boas de ler.
Desejo um excelente 2011 pra ti! Muitos momentos de adrenalina e de calmaria - da boa, sem ansiedade - e muita conecção com..O que você quiser conectar. A natureza, a mulher amada, uma paisagem, enfim...

E tomar um cafezinho ao vivo em 2011 pode ser, sim, uma ótima resolução! Ficamos a combinar.

Beijos!

Sentimental ♥ disse...

credo, se aproveitando da generosidade alheia... kkk

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
Passei p'ra te desejar um BOM-ANO...

Então brindemos...
TXIM-TXIM ► Esta é a minha oferta!!

Abraço...!

Ti disse...

Santa generosidade!!!

Beijos

Dave disse...

É o preço da generosidade.

Única e Exclusiva disse...

Só presta assim! o/

bjos ú&e =*

e daí? disse...

um lindo novo ano, pessoa generosa! rs
um beijo

Eu disse...

Prícipe

Como é bom ser "expert" em informática.
Mas, um simples cabo, certa vez, quase deu cabo do Plácido. Sim! aquele vizinho de prédio do Arquimedes:
A mulher do Árquimedes éra mais fei que o Diabo e ficava peruando em volta do computador se insinuando ao homem que lá estava prestando um favor.Não é que o Arquimédes cismou que o Plácido estava dando em cima da mulher. Olha que o homem quase morreu de susto quando a Violeta ( este era o nome da agressora) abriu o pijama e mostrou os ovos estrelados escorridos para ele... Sorte é o marido entrou de prontoe a desesperada escafedeu-se.

Feliz ano novo