Páginas

quinta-feira, dezembro 23, 2010

Presente: pseudo-ode anacreôntica



É mais importante "estar" do que "dar" presente
Embora exista quem pense de maneira diferente
E quando alí estamos, frente a frente
Se interesse mais pelo pacote do que pela gente
Até disfarçam, mas o olhar não mente
É a qualidade do mimo que lhe deixa contente

4 comentários:

Ava disse...

Estou encantada com seu presente. REcebi assim... Um belo presente, de um amigo mais que especial.
Voce sabe do meu carinho e admiração por voce...
Obrigada, Flávio!
Estou mesmo precisando me dar um tempo assim, só meu, me amando e cuidando da minha alma e do meu corpo.
Na correria do dia-a-dia, e entre tantos contratempos, o tempo vai passando sem que percebamos o quanto estamos isolados de nós mesmo...
Estranho isso... Isolados de nós mesmo...rs

Mas ando assim...rs

Um granfe beijo para voce E que Deus abenções voce e sua linda família, sempre!

FELIZ NATAL E UM ÓTIMO ANO NOVO!

Batom e poesias disse...

Existe gente demente
que valoriza menos a alma
que um presente.

Queridinho, boas festas!
Desejo-lhe tudo de bom do fundo do coraçã♥!

Rossana

Jaqueline Köhn disse...

Olá Flávio ...

Passo hoje para lhe dejar um ótimo Natal, cheio de amor, paz e esperança ...

Um grande abraço!

Sentimental ♥ disse...

kkkkk
é verdade.
por isso aqui em casa não tem disso, presente a gente dá o ano todo, no natal a gente se faz presente.