Páginas

sexta-feira, fevereiro 23, 2007

Parem as máquinas ...


Mas não a do café, que esta é indispensável !
A notícia, relevante por sua natureza sócio-cognitiva, é o comentadíssimo encontro entre os editores do Assertiva e do Arguta Café, dois ícones da blogsfera reconhecidos pelos leitores pela frequencia altamente qualificada.
As personalidades exuberantes, acompanhadas de seus corpos algo desgastados pelo tempo mas ainda em boas condições de uso, foram vistas por não por transeuntes (já que estavam dentro de um restaurante) mas por saladuntes (que untavam suas saladas com as diversas marcas de azeite disponíveis no local).
Pela duração do almoço dir-se-ia que o fenômeno da expansão lateral e projeção abdominal de certos indivíduos do sexo masculino jazia explicado.
Fontes próximas, entretanto, confirmaram que o entusiasmo dos blogueiros pela conversa foi maior do que pela comida, com a possível excessão das empadas de palmito.
Comenta-se que não houve qualquer esforço para desestruturar a conversa, que derivou multidimensionalmente, salpicada de menções às musas dos respectivos blogs, planos alternativos de existência e pedais de efeitos para os Mutantes.
A providencial ausência de caroço na azeitona da empada não foi objeto de discussão, mas mereceu um meneio de aprovação de pelo menos um dos presentes.
De produtivo para os frequentadores dos espaços cultivados pelos editores vale mencionar o nascimento de um projeto comum, ainda secreto, que será divulgado sincronamente nos próximos dias.
Também ocorreu a pelo menos um dos presentes que esse encontro deveria ser repetido no futuro, com a presença dos frequentadores de ambos os blogs, no que poderíamos chamar de blog-hour.
Segundo eu, que não quis me identificar, os editores deverão aguardar manifestações expontãneas dos frequentadores.
(direto da redação do Arguta Café)

7 comentários:

Anônimo disse...

A parte dos planos alternativos de existência muito me interessa, a dos pedais, prefiro ouvir o efeito e a outra, bem, a outra deixa pra lá...(rs).
Lú.

Ernesto Dias Jr. disse...

Psicodélico

De grão de bico a pasta se revela
no pulsejar do sangue dos convivas
droga lisergica que a mente vela
soltando almas como fossem pipas.

Brotam idéias como em matemática
e poesias como em blogaritmos
de post em post revelando mágicas
do universo expondo o algoritmo

E de concreto resta sobre a mesa,
além da conta a límpida certeza:
Que em tão frugal e prazenteiro almoço,
aonde reina a empada sem caroço,
adejam farfalhando emoções,
as musas salpicadas de menções...

(Pronto. Onze.)

Amanda Arthur disse...

Isso é que é teaser.
Aguardo ansiosa.
Beijos,
Amandita

Ti Bell disse...

Pelo jeito este encontro foi interessantíssimo!!!

Todas as idéias parecem nos deixar ainda mais animados para as próximas postagens!!

Quanto ao happy, (como não poderia ser diferente..), achei que vocês estavam excepcionalmente inspirados!!

udi disse...

ah tá! acho que agora tô inteindeindo!
vocês (editores) estão se superando!

Flavio Ferrari disse...

Quanta honra hopedar o 11o. soneto de Ernye.
Estou lendo so comments ao som do CD Zumanity (Cirque de Soleil). É incrível como a trilha sonora faz diferença ... Ainda vou postar alguma coisa sobre isso.
Sabe, meninas ... adoro ter vocês por aqui.

Anne disse...

Melhor tarde que nunca!!!!!!!!!! Esta dupla é sem sombra de dúvida a dupla inspiradora de muita coisa... Parabéns aos dois e aguardamos as novidades... :-)
Abraços