Páginas

sexta-feira, dezembro 21, 2007

Ninguém ou todo mundo ?

Tem gente que não consegue viver sem a aprovação e constante demonstração de carinho dos outros.
E tem gente que acha que não precisa disso nunca. Imagina que é inútil, que isso não resolveria seus problemas.
Ontem eu estava me sentindo assim.
Tive sorte ...
Conversei com 3 pessoas que que demonstraram amor, gratidão e carinho por mim.
Não resolveu meu problema.
Mas, tenho que admitir ... fez um bem danado ...

13 comentários:

Raffaella disse...

Você postou um ponto?

Raffaella disse...

mas eu escolho....ninguém!

Flavio Ferrari disse...

Postei só o título por engano ... mas nem precisava dizer ..

Udi disse...

Todo mundo!

É! disse...

bom, acho que vcs já me conhecem um pouquinho para saber que eu também sou "TODO MUNDO"!!!!
"Praticamente um pote de mel..." hahahahahahahha...
E acho que vc tb é bastante assim, Flávio, afetuoso... por isso os altos e baixos... "Taxas de açúcar no sangue"... hehe...
Quando estiver com essa "hipoglicemia" afetando o seu humor, uns drops de carinho hão de fazer bem mesmo!

UM GRANDE BEIJO PRA VOCÊ, com carinho!

vittorio disse...

Direto e preciso, como no teu livro que o Jorge gentilmente cedeu-me para ler.
É por ai,todos somos assim, alguns admitem outros escondem, mas no fundo no fundo....quem não gosta?

Anne M. Moor disse...

É característica do ser humano querer ser amado, afofado, acarinhado por todos, mas especialmente por amigos e amados... E é tãooooooooooo bom... Pode até não resolver alguns de nossos problemas ou nenhum (dependendo dos problemas), mas que faz muiiiiiiiiiiiiiito bem, ah isso faz. Na realidade faz com que a gente volte a enxergar que a vida vale a pena.
O que mais gosto em ti é que és um cara altamente inteligente e ligado, e TAMBÉM carinhoso e preocupado com os outros e não tens medo de demonstrar isso... Continua assim!!!
Beijão

Ti disse...

Flávio,

Sinta-se muito amado!!

Beijos

Suzana disse...

Filhote!
Que bonitinho!
Você sempre terá um colinho pra te dar afeto e carinho!

bjs

Glaura disse...

Meu querido irmão,
Eu sou,e você bem sabe, daquelas que não conseguem viver sem a aprovação e o carinho de todos. No entanto, tenho aprendido a esperar cada vez menos, porque assim, o pouco que se recebe parece o suficiente.
Como o telefonema de ontem, que me fez sentir lembrada e capaz de fazer alguma coisa por alguém. Algo do tipo: ele sabe que pode contar comigo...
Felizmente não era um cálculo renal, mas,se fosse, estaria correndo rapidinho para repetir nosso ¨encontro¨do final do ano passado, quando, apesar de precariamente, pude retribuir o que você significa pra mim.
Acho que você é amado por um grande batalhão de pessoas, porisso, apesar de não ter seus problemas resolvidos, pode se sentir acompanhadíssimo nesse seu percurso. Certamente, o peso fica menor quando partilhado.
Um beijo, com saudade, orgulho e admiração!

disse...

Alguns(vc incluso). Afinal, sou como a maioria.
Bjao e feliz natal.

Jorge Lemos disse...

Vou somar com esta maioriae dizer o quanto o admiro e respeito:
Só quero que tudo de bom aconteça em sua vida.
Feliz Natal.

Flavio Ferrari disse...

é por isso que eu amo vocês ... pelo que são ...