Páginas

quinta-feira, março 05, 2009

Arguta, de quatro

O Arguta deve chegar, nessa madrugada, a 44.444 visitantes.
Considerando o tamanho do sapo que precisei engolir nessa semana, não deixa de ser uma expressão de sincronicidade.
(quer uma posição mais esquizo-paranóide que essa ?)

29 comentários:

A.Tapadinhas disse...

44.406...

Udi disse...

44.410

FF, já te mostrei a crônica do Rubem Alves "A arte de engolir sapos"?
À parte a curiosidade (xeretice, messs!) característica da minha pessoa, vai aí o trecho final da crônica, com todo o carinho e solidariedade que você conhece:

Esta crônica está publicada (além dos muitos sítios da rede)em um livro (recomendo!) chamado "O amor que acende a lua".

"Ninguém engole sapo de livre vontade. Engole porque não tem outro jeito. Tem sempre alguém que nos obriga a engolir o sapo, à força. A pessoa que nos obriga a engolir o sapo, a gente nunca mais esquece. Diz a Adélia que "aquilo que a memória amou fica eterno". Aí eu acrescento algo que aprendi no Grande Sertão. Conversa de jagunços matadores. Diz um: "Mato mas nunca fico com raiva". Retruca o outro, espantado: "Mas como?" Explica o primeiro: "Quem fica com raiva leva o outro para a cama." É isso. A gente leva, para a cama, a pessoa que nos obrigou a engolir o sapo. A raiva também eterniza as pessoas. Não adianta falar em perdão. A gente fica esperando o dia em que ela também terá de engolir um sapo. Ou como dizia uma propaganda antiga de loteria, a gente reza: "O seu dia chegará..."

Udi disse...

...e já respondendo por você: a sua cama é muito bem frequentada, e também sei que você é como o Riobaldo: nunca fica com raiva.

(creio que tal fala sábia deve ser do Riobaldo)

Mariana Dore disse...

Eu to aqui ajudando a chegar nessa meta! uahuahuahua

;D

Érica Martinez disse...

tô na área!

Flavio Ferrari disse...

Udi: por incrível que possa lhe parecer, normalmente não fico com raiva. Fico chateado. E raramente desejo, ou fico esperando, que o outro engula um sapo também, até porque isso nunca resolve o meu problema.
Isso quer dizer que não levo a pessoa que me fez engulir sapo para cama (nem se for gostosinha).
Levo o sapo ...

Flavio Ferrari disse...

Tks, Mariana.

Flavio Ferrari disse...

Érica: brigadinho. Bom saber que posso contar com voce...

Flavio Ferrari disse...

Tapadinhas: mais um, mais um ...

Ernesto Dias Jr. disse...

ploc!

V.Vegas disse...

Aceitei seu convite, voltei a visitar você hoje e aproveito para torcer por sua meta tão incrivelmente par! Quanto ao tal sapo que foi forçado a engolir (me parecendo um daqueles horrorosos, gordos demais, antipáticos e de olhos bem arregalados), saiba que pode colocá-lo para fora a qualquer momento e de qualquer outra forma - até, quem sabe, como um príncipe (ou melhor, princesa)? Embora uma eventual visitante desconhecida, também sou solidária! I'm here 4 U, ok?

Flavio Ferrari disse...

Vegas finalmente revelou-se mulher.
Não sei se você reparou, mas nas postagens anteriores não havia utilizado nenhuma palavra que revelasse o "gênero".
Claro que pelo estilo de escrita já imaginava que fosse mulher.
Mas estava preparando uma postagem com apostas sobre o assunto.
Uma apostagem ...
Tks pelo apoio.

Flavio Ferrari disse...

Ernesto: ora, vá caçar sapos.

Ti disse...

44.432....

Olha eu aqui!!

Beijos

Anne M. Moor disse...

44.436
Chegando!
Manda os sapos pro brejo... que é o lugar deles!!!

Beijo grande

Tecnenfermaginando disse...

44.436


A Anne tá mais do que certa... "mande os sapos pro brejo, que é o lugar deles".

Sobreviver, Flávio, a gente sobrevive, de um jeito ou de outro, a gente vai...
Conviver é que são elas...
Conviver é uma arte... Não dou conta do outro,
mas posso fazer isto muito bem por mim.

Tb fico aqui, engolindo meus sapos, aliás... todos nós, por respeito a este outro, acabamos, vez em quando, a
engolir sapos...

Agora... como vamos fazer esta digestão... aí...
acho mesmo que o lugar é lá...
no brejo (Anne).

Mas ao mesmo tempo em que o engolimos,
tb aprendemos com ele:
- a necessidade faz o sapo pular!

e pulei!
fora!

Bjo no coração!

Teresa

Érica Martinez disse...

ixi, acho que as estatísticas perderam a hora...

Udi disse...

44.443
...vou sair e entrar de novo!

Flavio Ferrari disse...

Estamos de 4 !!!!!!!!!

Udi disse...

yesss! 44.444!

isso é sapo?! affe!

Udi disse...

como na canção da rita lee: "me deixa de 4 no ato... me enche de amor"
Lança-perfume!
beijos, vou correndo apostar no sapoooo!

Carla Silva e Cunha disse...

ola
hoje passo por aqui para o convidar a ver o blog do meu pai
tem telas lindas
passe por lá e deixe o seu comentário
boa noite
beijinhos
Carla

wwww.acordeirodacunha.blogspot.com

Walmir Lima disse...

Cheguei tarde para os 44.444 (Já são 44.495), mas nunca é tarde pra dizer que nessa história de engolir sapo, tenho a honra de ter inspirado (ou criado, não sei) aquela expressão "de tanto engolir sapos, já estou engolindo o sapo junto com a lagoa e tudo".

Walmir Lima disse...

Só estou "sapeando"...

Flavio Ferrari disse...

Udi: só falta alguém vir me encher da amor ... Affe dito eu !

Flavio Ferrari disse...

Walmir: depois te conta a história do chile toalheiro.

Walmir Lima disse...

Então são duas pra contar: essa história do chile toalheiro e do... 'me enche de amor'... Afffe !

Walmir Lima disse...

Em tempo... gostaria que você me explicasse essa história da Udi (a da segunda parte), a do "...me enche de amor..."

Affe, que calor !

Udi disse...

FF: se for prá você ficar que seja só prá ser pre-enchido (é bom transgredir as regras ortográficas, né?) de amor.
...fala com a Ti que ela resolve essa questão.
:)