Páginas

domingo, março 08, 2009

Pensamento de fim de dia

É como no boxe: manter a "guarda" alta ajuda a amortecer os golpes mas impede que participemos da luta.

19 comentários:

Mariana Dore disse...

Estar sempre na defensiva realmente não nos dar oportunidade de arriscar nada! O medo não nos permite nada!
Bom pensamento!

;D

Anônimo disse...

bom dia, flávio.

sem saber o que dizer.

teresa

Udi disse...

FF, agora já sou uma senhôra mais pacífica (Ommmmmmm) mas, precisando de ajuda, é só chamar.
;)

Érica Martinez disse...

"jeb" - estômago - jeb - estômago

A.Tapadinhas disse...

...manter a "guarda" alta...
não descobre as partes baixas?
:(
Abraço.
António

Anne M. Moor disse...

A luta faz parte da vida meu amigo!!

Estou em Montevidéu por uma semana e farra e farra :-)

Amanda Arthur disse...

Para alguém do meu tamanho, praticamente impossível...
Eu sei, seu sei, é infame, mas faz sentido.
Quanto mais baixinha, mais enfezada. Não é o que dizem por aí?

Suzana disse...

Como modalidade esportiva prefiro
boliche! kkk

Cris Animal disse...

Acho que a luta é mais importante...mesmo que se tome umas porradas.....rs
Voltando....
beijo pra vc, meu Querido!
..............Cris Animal

Flavio Ferrari disse...

Essa postagem não tem correlação direta com a anterior.
Na verdade, estava pensando em relacionamentos.
Quando você se entrega, abre a guarda e qualquer golpe, por menor que seja, doe. Se não se entrega, não tem a menor graça.
O Cassius Clay (Muhammad Ali) é que sabia das coisas ... dançava com a guarda baixa e se a coisa ficava preta, ia para o corner de guarda levantada e ficava alí até o oponente cansar de bater.

Ju disse...

lutar nem sempre é preciso...
beijos.
:)

Flavio Ferrari disse...

Ju: vale dançar com fogo também ...

Taís disse...

Talvez manter a guarda alta esteja diretamente ligado a quantas vezes vc já foi nocauteado. Mas em alguma hora todo mundo dá uma aliviada na proteção.
Bjos

Flavio Ferrari disse...

Tais: fui nocauteado uma única vez até hoje, bem na hora em que abaixei a guarda. Traumático, mas sobrevivi. Continuo vivendo mais tempo com a guarda baixa do que ao contrário. Mas agora um pouco ressabiado ...

Udi disse...

hmmm...! dores de amores, é? e quando falo da minhas cê faz cara de fortão, nénão?
beijo band-aid (sei que não vai precisar, mas guarda só prá lembrar ...que não vai acontecer mais)

Parece que as suas lições de rima vão de vento em popa.

Ti disse...

Me dei conta que não gosto de luta... Sempre um está batendo, quando o outro está se defendendo...

Já passei por isto... agora prefiro o poker (pago para ver), o dardo (livre pensar em uma única direção) e o boliche (no final os pontos sempre se somam)...

Beijos

Beijos

Flavio Ferrari disse...

delicia de comentário

Cris_do_Brasil disse...

Nao se preocupe, é a impressão que vc sempre passa.

Ana Paula Siqueira disse...

Nossa!!! É exatamente assim que penso!
de que vale a vida se não nos jogarmos de cabeça!!
te digo uma coisa: o maior nocaute de minha vida foi o que me fez ser essa Ana Paula de hoje!! E se for preciso levar mais umas porradas para me tornar melhor, que venham elas!!
Beijos