Páginas

sexta-feira, março 19, 2010

Curiosidades sobre apresentações

Fiz uma palestra hoje à tarde, num evento da Converge: o 3o. Congresso TV 2.0.
Sempre que faço alguma apresentação para um público grande, não posso deixar de observar como as pessoas recebem a mesma mensagem de forma diferente, o que confirma que a comunicação "acontece" na cabeça do receptor.
Minhas apresentações profissionais tem um pouco do estilo do Arguta Café. Procuro instigar contrariando o senso comum.
De um modo geral, uma boa parte da platéia acompanha meu raciocínio, confronta com suas experiências e termina concordando, pelo menos parcialmente, com meus pontos de vista (e é por isso que ainda não perdi meu emprego). Fazem perguntas educadas e inteligentes para completar seu entendimento.
Sempre há uma pequena parcela que acorda no final e aplaude com entusiasmo para compensar a sensação de culpa. Não fazem perguntas.
E outra curiosa parcela que se remexe na cadeira o tempo todo, incomodada com alguma coisa que eu disse, e aproveita para fazer perguntas mais agressivas quando tem oportunidade.
Mas quando tenho a oportunidade de conversar com pessoas dos dois grupos que permaneceram acordados, percebo que a interpretação varia bastante.
É por isso que acho que toda palestra deveria ser seguida por um debate.

5 comentários:

Sentimental ♥ disse...

eu gosto de debates...

Isadora disse...

Acredito que a troca de ideias, percepções e experiências são sempre válidas.
Um beijo

Anne M. Moor disse...

O dito de outra maneira: o significado do texto está no leitor...

Nunca tinha pensado nisso em uma palestra, mas tens toda a razão. Somos lidos baseados no conhecimentos prévio que cada um tem...

Beijão
Anne Marie

Solange Maia disse...

encanto-me completamente observando pessoas... acho-as fascinantes... as envolvidas, as distraídas, as incomodas... cada qual com sua riqueza a ser explorada...

a mim seria um prato cheio poder, além de observá-las, ouví-las num debate...

trabalho interessante, hein Flávio ?

beijo

Érica Martinez disse...

e café antes... desculpe. rs

PS: e tb acredito na renovação dos formatos de apresentações.
Costumo ir à lançamentos de tendências de diferentes tecelagens e bureaux a cada 6 meses há, pelo menos, 5 anos e SEMPRE são as mesmas coisas, apesar de o "conteudo" ser diferente... Acho que porque as primeiras deram certo, eles continuam e continuam e continuam se repetindo. Isso acaba com o tesão da novidade, da informação; uma tragédia.

Bjos!!