Páginas

quinta-feira, novembro 11, 2010

Diante do novo

Terminei a noite observando a reação de um amigo diante de duas experiências novas.
Observar o outro sempre nos dá a chance de aprender sobre si mesmo.
Incredulidade (negação), tentativa de voltar ao velho/conhecido (negociação), medo do desconhecido (inconformismo) e, com um pouco de sorte, vivência (aceitação) parece ser o padrão típico de reação de todos a coisas novas e impactantes.
São raras as vezes em que estamos abertos e desapegados o suficiente para "ver no que vai dar", queimando as etapas iniciais.
Mas se estamos conscientes do processo, fica mais fácil identificar nossos mecanismos de defesa e superar mais rapidamente as barreiras para a aceitação e, consequentemente, a vivência plena do novo.
Registro feito ... vou dormir.

9 comentários:

Paulinha Costa disse...

Madruguento...
Concordo totalmente com isso:
São raras as vezes em que estamos abertos e desapegados o suficiente para "ver no que vai dar", queimando as etapas iniciais.
Bj e boa noite

e daí? disse...

pior é qdo é irreversivel e nem assim, consegue-se aprender, entender, aceitar e, seguir em frente...

A. Marcos disse...

E não é que vc tem razão???

Pelos caminhos da vida. disse...

Concordo com vc...

beijooo.

Anne M. Moor disse...

"Ver no que vai dar" vez por outro cansa!!!!!!!!!!!!!!

:-)

Bjos
Anne from Monte

Ana SS disse...

E quando essas percepções não são "conscientes", podem virar queixas e reclamações do outro.

Tathiana disse...

Não gostei nada de ver no que deu. Só deu coisa ruim. Nem sempre o novo é bom.
Bjs.

Luna Sanchez disse...

Eu tenho medo do novo muitas vezes, daí faço birra, bico, fico uma chata.

Beijo.

ℓυηα

Sentimental ♥ disse...

acho q nunca fui direto pro 'ver no q vai dar'...