Páginas

sexta-feira, junho 10, 2011

Solteiros cobiçados

E o UOL está promovendo um concurso para eleição dos solteiros e solteiras mais cobiçados da internet, com o objetivo de ajudar a desencalhar uns tantos ...
Neste exato instante a garota do filme (na MGM) diz: "você acha que eu vendi minha alma para ser popular ?"
Nesse universo blogueiro, as vezes tenho a impressão de que existem apenas 3 grandes grupos.  Os que reclamam do que tem, os que reclamam da falta e os que querem mudar o mundo.
Os que aproveitam o que tem parecem ser uma minoria fugaz e episódica, sem muito tempo para postagens.
Mas, voltando ao ponto, eu acho dificil ser solteiro.  Gosto de companhia e, particularmente, de uma boa companhia feminina.  Já pensei seriamente em ser polígamo, mas não dou conta.  Tratar a mulher como ela merece é uma tarefa de tempo integral para alguém com o meu nível de competência.
Entre meus amigos e amigas que sofrem de solterice (sofrem porque preferiam não estar nessa situação) identifico dois sub-grupos: os tímidos e os exigentes. 
O primeiro grupo acha que não é suficientemente bom para merecer companhia.  O segundo acha que ninguém é suficientemente bom para ser sua companhia.  Na verdade, duas faces de um mesmo problema: medo da rejeição.
Quando posso, tento explicar que começar relacionamentos é muito simples.  Terminar é que é complicado.
Minha sugestão é ouvir as dicas de um bom amigo (a) do sexo oposto.
Pelo menos foi assim que aprendi. 
Já recebi alguns "não" como resposta.  Até agora, nenhum tapa na cara (lá vou eu dando idéias).
Nenhum "não" terrível tipo: " o quê ? tá lôco ? sai daqui seu nojento !".  Provavelmente porque não me interesso por mulheres que não gostem pelo menos um pouquinho de mim.  Sentido de auto-preservação, talvez ...
Descobri que nenhuma mulher se sente ofendida por ser desejada.  Parece óbvio, mas se os rapazes soubessem disso não seriam tão desastrados nas suas abordagens.  Ficariam bem mais tranquilos e seguros sabendo que, na pior das hipóteses, vão ouvir um "não" agradecido e, se reagirem com elegância, terão ganhado uma amiga.
Com os homens, meninas, não é muito diferente, com a vantagem (para vocês) de que dificilmente recusamos antes de experimentar.
Gostamos de admiração.  Somos incapazes de tratar mal uma mulher que nos admira.
Volto para a sugestão das dicas ... converse com seu melhor amigo, mas longe dos amigos dele ("pega mal" dar respostas sérias para esse tipo de assunto, principalmente entre os mais jovens).
Ah ... e tenha coragem de experimentar ... tudo nessa vida precisa de algum treino.

6 comentários:

Promova disse...

Adorei a postagem, me identifiquei em diversos trechos. Faço parte dos amigos que se remoi na solteirice, mas de uma maneira resolvida. Gosto de estar acompanhada, mas, de fato, aprendi a ser seletiva. Mesmo assim, não deixo de me dar oportunidades às novas experiências.

Luana Ferraz disse...

Adorei a postagem, me identifiquei em diversos trechos. Faço parte dos amigos que se remoi na solteirice, mas de uma maneira resolvida. Gosto de estar acompanhada, mas, de fato, aprendi a ser seletiva. Mesmo assim, não deixo de me dar oportunidades às novas experiências.

zuleica-poesia disse...

Não gosto de imaginá-lo sozinho. Pense que a velhice chega rápida e se ela vem e não há companhia, ela é muito amarga. Pense na vida como um eterno dia dos namorados e nunca fique sozinho. Beijos.

Mô Gasparini disse...

Adorei o post.... na verdade você disse o que todos sabem, mas fazem de conta que não sabem rsrrsrs
Por isso que eu gosto de você rsrr
Bjossss

Barbarella disse...

Bem, alguém disse que pra saber viver junto, é preciso aprender viver sozinho....Sempre acreditei nisso....vivo junto....porém vivo melhor sozinha....tudo junto e tudo separado....é assim que eu gosto...rs
Sou casada, porém....solteira convicta!
Baci!!!

Luna Sanchez disse...

"Uma minoria fugaz e episódica" : gostei da ironia.