Páginas

quarta-feira, janeiro 04, 2012

Amores gastronômicos

Ele foi invadido por aquele sorriso gostoso e o olhar doce.  Não resistiu e disse num arroubo:
- Você é o meu docinho de côco !
Ela abriu ainda mais o sorriso por um instante.  Foi então que uma sombra de preocupação surgiu em seu olhar, e ela disse:
- Mas você detesta côco !  E nem é chegado em doces ... - fez um beicinho, preocupada.
Ele riu, relaxado ...
- É simbólico.  O sorriso branco, o olhar doce, esse cabelinho curto e despenteado.  A pura imagem de um doce de côco.
Ela relaxou um pouco.
- E depois ... - ele seguiu - ... se eu fosse dizer que você é o meu pedaço de pizza de ricota com nozes ou uma lambida na colher de tahine não iria ficar nada romântico !
Ela não conseguiu conter a gargalhada diante das frases pronunciadas com fingida profundidade.
- Engraçada essa mania de comparar a pessoa que a gente ama com comida, não é ?
- Querida ... são os prazeres da vida: comer e comer ... - ele explicou com olhar malicioso.
- Safado !
- Gostosa !
- Tá vendo ? Gostosa.  Comida de novo ! - rindo.
- Podemos resolver esse paradoxo com um pouco de chantilly ... - o olhar perdido imaginando a cena.
- Você não quer que eu me depile e ainda vai colocar chantilly em cima ?  Vai parecer que estou fazendo a barba !
- Pô, garota ... assim você estraga romantismo do momento !
Ela gargalhou.
- Romântismo masculino é uma coisa fabulosa mesmo ....
- Ok ... calda de cereja e pétalas de petúnia, então.  Luz de velas por todo o quarto ao som do Libertango.  Toques lentos e suaves com a ponta dos dedos, lambidinhas leves, uma pedrinha de gelo para contrastar ... tudo bem devagar ...
- Hummmmm... você continua não sabendo o que é romantismo, mas acho que estou pronta para perdoar, gostosão ... - ela aproximou seu corpo do dele e sussurou a última palavra em seu ouvido.
Ele aproveitou para dar um beijo longo, segurando-a pela cintura e disse docemente:
- Considerando que não temos as petúnias, a calda de cereja e nem velas suficientes, será que a gente podia dar uma rapidinha antes de eu sair para o mercado ?

14 comentários:

Ti disse...

Ser bem servida, comer bem... Hummmm!!!

Melhor ainda quando não há chances de engordar...

Beijos

Flavio Ferrari disse...

Ti: mas é um docinho de côco essa menina ... rs

Solange Maia disse...

há momentos que valem uma vida...
diria o Coronel Slade(scent of a woman)

adorei.

beijo

e daí? disse...

uma rapidinha pode ter um sabor mais ardido, picante, mais interessante, mesmo nao sendo tão docemente romantico, q alias, pode ser meio enjoativo...

Rossana Masiero disse...

kkk
Bem típico de "meninos"...

Beijinhos
Rossana

Sentimental ♥ disse...

ô, e como são prazeres... só tem q ter cuidado com o vício.

Maria da Luz Restaurante disse...

...lembrei daquele blog adulto onde voce postou por um tempo
por onde anda ele... interrogacao(esse computador esta sem acentos)

como era mesmo o nome dele ...interrogacao

Flavio Ferrari disse...

Solange: ô !

Flavio Ferrari disse...

Andrea: animadinha, hein ?

Flavio Ferrari disse...

Rossana: fazer o quê ? ... rs

Flavio Ferrari disse...

Ju: vicia mesmo.

Flavio Ferrari disse...

Udi: www.luiz-vestiario.blogspot.com

Dri Andrade disse...

UM homem que entende de mulheres e comida....quer mais alguma coisa dessa vida?

Sentimental ♥ disse...

ô.