Páginas

quinta-feira, janeiro 05, 2012

Querendo se encontrar ...


Procura-se

Somos meninos e meninas
Na estrada desta vida
Sem rumo nem destino
Sozinhos na multidão
Querendo se encontrar

Quer saber
procurar
Quer saber
Com quem vamos estar
Quer saber
vasculhar
Quer saber
onde isso vai dar

Corpos imperfeitos e amores liquefeitos
Quem se esquece do teu jeito rarefeito
Sem direito
de questionar

Somos meninos e meninas
Na estrada desta vida
Sem rumo nem destino
Passando de mão em mão
Querendo se encontrar

Somos meninos e meninas
Na estrada desta vida
Sem rumo nem destino
Inebriados de tesão
Querendo se encontrar

Passa a bala
Não dá pala
Esquece desse mala
Nem me fala
Sem escala
Eu vou pra Guatemala
Me encurrala
e me empala
Nada mais me abala
Na senzala
a vassala
Desenha a minha mandala

Corpos imperfeitos e amores liquefeitos
Quem se esquece do teu jeito rarefeito
e insatisfeito
assim de me amar

Somos meninos e meninas
Na estrada desta vida
Sem rumo nem destino
Vivendo de ilusão
Querendo se encontrar

Somos meninos e meninas
Na estrada desta vida
Sem rumo nem destino
Sempre na contramão
Querendo se encontrar

(foto: Freaking News)

5 comentários:

Sentimental ♥ disse...

E assim a vida segue...

disse...

Sendo Sincera, gostei muito de:

Esquece desse mala
Nem me fala
Sem escala
Eu vou pra Guatemala
Me encurrala
e me empala
Nada mais me abala
Na senzala
a vassala
Desenha a minha mandala

Paulinha Costa disse...

A-do-re-iiiii!
Divertido e verdadeiro!
bjs

Flavio Ferrari disse...

Tks meninas ... vai virar música um dia .. rs

D. Mama disse...

Somos meninos e meninas em busca de muitas coisas, agora que coisas são essas eu não sei. Só sei que gostei do teu poema.