Páginas

domingo, novembro 18, 2007

Pensei nas pétalas

Perfume, força e delicadeza
Pétalas que acolhem
Com generosa beleza
Um amor indiferente
Onde o nome não importa
Nem o que virá pela frente
Basta a troca, o momento presente

7 comentários:

Anne M. Moor disse...

Já vi que és um romântico também, não obstante teu comentário no meu blog. hahahaha

Jorge Lemos disse...

E que exalam o doce perfume
do amor.
Esta foi de arrepiar!

A.Tapadinhas disse...

A flor é única: depois de morta, a sua beleza multiplica-se pelo seu número de pétalas...

Ti disse...

Que delícia de pensamento!!

Amor indiferente também ao certo ou errado, ao muito ou pouco e até mesmo a sua própria definição...

Suzana disse...

Não ter medo
Esse é o segredo.

bjs

disse...

Amor indiferente , infinito e verdadeiro no momento sublime da troca.

Walmir Lima disse...

A flor é tão sublime que, até despedaçada, exala perfume e transmite beleza através das pétalas caídas.
Pensou em pétalas,
Pensou em flor,
Pensou no Amor.