Páginas

segunda-feira, junho 09, 2008

Tutti buona gente


Hoje conheci alguém que pareceu ser um bom sujeito.
Direto e franco, sem ser agressivo. Atitudes claramente baseadas em valores pessoais, sem ser maniqueista.
Levemente constrangido pela situação forçada de um encontro de trabalho, honesto o suficiente para não disfarçar, tranquilo o bastante para não deixar que isso se transformasse num problema.
Obviamente, tudo suposição. Mas aprendi, com o tempo, a confiar na minha intuição.
Em casa, agora à noite, quedei-me pensando nas pessoas com quem convivo regularmente.
Concluí que tenho a sorte de conhecer boas pessoas.
A lembrança de algumas cenas que vivi com cada uma delas inspirou sorrisos.

7 comentários:

Érica disse...

:-D

Ernesto Dias Jr. disse...

É bom saber que, pelo menos em alguém, não provoco ranger de dentes...

Udi disse...

No mínimo acolhedor sentir-se destinatário desse sorriso maravilhoso, totalmente você!
beijo risonho :)

disse...

Ma que...
Sempre encontramos pela vida,o que buscamos encontrar.
Beijo.

Anne M. Moor disse...

Flávio: :-) O que será que pensaste????

Ernesto: Não és TU que fazes-me ranger os dentes não meu amigo...

Suzana disse...

Então...
Esse sorriso franco eu assisti várias vezes!
Muito bom mesmo!
Tenho excelentes lembranças!

Ti disse...

As lembranças que nos fazem sorrir são únicas!!! E são poucos os que podem tê-las... Apenas pessoas muito especiais!!

Beijos