Páginas

sexta-feira, outubro 03, 2008

Modernidades

Você não gosta de discutir a relação ?
Sinto informar, mas você está sendo ultrapassado.
Os novos conceitos de ética, em vigor nesse novo século, recomendam que você faça isso.
A ética dos relacionamentos modernos é definida pelo respeito aos "contratos".
Combine, informe o que está passando com você, o que está te impactando, como você está mudando ao longo do tempo. Recombine.
E respeite o combinado.
Pronto. Você estará sendo ético.
E não é possível fazer isso sem discutir a relação de vez em quando.
Acreditem. Funciona.

16 comentários:

Ernesto Dias Jr. disse...

Sempre considerei muito burra a idéia (tão muderninha) de que quando uma relação precisa ser discutida é porque já acabou.
Pelo contrário. Marque na folhinha cada DR. Se descobrir que a última lá se vai um ano, aí sim: comece a procurar apartamento...

Anne M. Moor disse...

Tbm acho que isso não é prerrogativa deste século... As vezes difícil pois precisa 2 pra essa discussão!!!

Érica Martinez disse...

Ética nunca fica fora de moda!
E, sabe, eu tinha um namorado que adorava uma DR - eu detestava - mas descobrimos que depois da DR, a "festinha" fica muuuuito melhor!

Érica Martinez disse...

hum, Érica...! S&M????? para o analista, JÀ!

Amanda Arthur disse...

Já que é pra ser ética e "politicamente correta" e etc, eu prefiro "conversar (sobre) a relação". Esse discutir já trás consigo um quê de dicórdia, né não?!
Experimente CR. CR é mais legal!

Glaura disse...

Anne,
tirou as palavras de minha boca...

Ti disse...

Amanda,

Acredito como tudo que acabamos recebendo como conceito vindo da lingue inglesa, exemplo: Empowerment, engagement, etc... O Discutir a relação, deve ter vindo do termo em inglês discuss, que faz todo o sentido... Estamos debatendo idéias! Sem cobranças, sem certos ou errados, apenas descobrindo o que estamos sentido...

Udi disse...

FF: seguido desse (sábio) conselho, talvez fosse conveniente que fizesse uma postagem sobre "como se conversa sobre a relação" ou, "como abrir aquela portinha que vai te levar ao teu mais sincero e genuíno desejo de manter e preservar a relação" ou ainda: "como superar meu ego e ficar apenas com o que realmente interessa?"

(ciúme é ego? ...risos!)

Udi disse...

...acho que aquele Vestiário Masculino poderia ser um espaço interessante para você passar umas dicas pros meninos sobre DR, já que são sempre eles os resistentes a essa prática.

Ernesto Dias Jr. disse...

Protesto! Em toda a minha vida todas as 4,75 mulheres que por ela passaram eram refratárias a DR. Faça uma enquete. verá que são as mulheres as renitentes (outro mito que se esvai, kkkkkkk)

disse...

Ernesto:(licença Flávio)
Espero não ter sido a 0,75.....
Beijo.

Angela disse...

Lúcia:(licença Flávio)
É que você não passou...

É o "Princípio de Pareto" arredondado: Teus 80% estão nos 20%¨que não passaram.

Certo Ernest?

Flávio, um beijo!

Gilbamar disse...

Discutir a relação é algo próprio de quem tem maturidade. O cotidiano exige isso às vezes.

Abraços.

Udi disse...

Ernesto:
pelo tanto de comentários você já não tem mais dúvida que 0,75 é um número cabalístico!
e ainda múltiplo de 5, 3...
:)))

Udi disse...

...múltiplo?! posso chamar de múltiplo se eu consigo um resultado a partir de um outro decimal, né? (5 x 0,15 = 0,75)

Flavio Ferrari disse...

Udi: tecnicamente, não. Mas você pode dizer o que quiser que estará muito bem assim mesmo.
Bem vindo, Gilbamar.