Páginas

segunda-feira, agosto 10, 2009

Outras pessoas

Então ele cria coragem e pergunta para ela...
Mas depois de perguntar, ele já não é o mesmo.
E depois de responder, ela já não é a mesma.
Mudaram ao elaborar ele a pergunta e ela a resposta.
Já não são as mesmas pessoas.

26 comentários:

Filipa <3 disse...

por isso e que tenho medos, e fico calada.

Carla P.S. disse...

"Do you love me?!/ do you love me, baby.."

Ava disse...

Existem perguntas que nunca devem serem feitas...

E se feitas, nunca, jamais respondidas...

Flávio, firmado esse acordo tácito, pode-se amar e admirar alguém a vida toda...


Beijos!

A.Tapadinhas disse...

Nunca fazer uma pergunta sem ler o manual de etiqueta...

...mesmo que seja o de atendimento ao cliente, destinado aos jovens profissionais de Marketing...
:)
Abraço.
António

Peixe disse...

Perguntas e respostas nos tornam "outros"??!!! ah que venham elas então!!! é preciso passar o medo e esventrar a mesmidade, saír e reinventar. "etiqueta" para perguntas? "manual de instruções"? "cardápio"?... a VIDA não é um telemarketing! ou é?... Difícil é SABER fazer as perguntas, descobrir o que se quer saber(não o que se quer ouvir), e difícil muitas vezes é encontrar a resposta (saber aquela que é A resposta, não a que se quer dar nem a que quer ser ouvida por quem pergunta). Agora ficar calado, colado no silêncio e superficialidade de perguntas "com ou sem anchovas?" e respostas" pode ser com ananás", Ah, isso não!...
Eu cansei de perguntar, as respostas são sempre sobre "ananás" e "extra-queijo"... á, então tá, eu (me) desligo e aí só faço afirmações...
Sempre estive preparada para respostas, e já ouvi cada uma... Que agradeço pela HONESTIDADE.

Flavio Ferrari disse...

Filipa: pode perguntar a vontade ... não é você quem vai ouvir a resposta mesmo !

Cris Animal disse...

Oi Flavio, ando meio devagar entre os blogs....rs Voltei sem pisar muito n o acelerador !

Acho que tudo pode ser falado, mas muitas questões podem definitivamente podem mudar o rumo de uma história. Se mudou é porque não havia força para segurar a "onda"...rs
beijo

Flavio Ferrari disse...

Carla: essa é a pergunta do milhão.

Flavio Ferrari disse...

Alice: será ?

Flavio Ferrari disse...

Tapadinhas: eu perdi meu manual faz tempo ...

Flavio Ferrari disse...

Peixe: e o que é "estar preparada" ?

ps - by the way, dá para dizer qual é o seu nome ... não gosto muito de apelidos ...

Flavio Ferrari disse...

Cris: interpretação pessimista ...

Peixe disse...

estar preparada é ouvir como resposta, por exemplo, feita a pergunta (onde está "fulano"?): -fulano morreu... OU ainda, alguém falou em "do you love me?", e ouvir a resposta: - Não... Isso é viver, cair, levantar, dormir, esquecer, lembrar, sofrer, amar, aceitar, rejeitar, em suma, ESCOLHER. Isso dá medo? Dá SIM! Digamos que os mais preparados são aqueles que fazem as perguntas e, ouvindo A resposta, seja ela qual for, a aceitam. Como se aceita a morte?... Eu não sei, mas estou aqui, e já vão muitas.
Me chamo Catarina, é uma resposta a uma "espécie" de pergunta sua... :-), ou então lhe diria: a isso não respondo, não faria silêncio. E agora sou "outra"? Pois sou, claro! o Peixe tem um nome. Que bom isso.

Peixe disse...

Imagina teu ente mais querido, ferido. ou você está preparado para perguntar: vai sobreviver? ou não está. ou seu interlocutor está preparado para dizer "vai", "não vai", "não sei ainda", ou não está. Mas o importante é que qd vc pergunta, não só a faz como sabe que uma das respostas pode ser "não" e, mesmo assim, vc a faz...

Lu Maia disse...

E Fabio Jr... a vida as vezes e feita de articulacoes...mas deveriam ser nos momentos que envolvem mais a razao... lu.

e daí? disse...

sempre, toda e qq pergunta leva à mudança, assim como as respostas...
a vida é isso, graças a deus, alias...rs
Andrea

Anne M. Moor disse...

Interessante isso... Se 'escutadas' as respostas, contribuem para o nosso crescer (geralmente) mesmo que a gente não goste muito da resposta :-)

Beijão

Peixe disse...

Anne,
acho que não tem que gostar ou deixar de gostar da resposta. Temm que (eu tenho)perguntar e aceitar a resposta. Mas cada um em seu universo é provável que fale aqui de universos diferentes, paralelos, transversais... as palavras estão aqui e, até agora, só ouvi uma resposta! ahah
bj

Sentimental ♥ disse...

difícil terminar uma conversa assim sendo a mesma pessoa...
bjs

Luna Sanchez disse...

Sim, sorte nossa que as mudanças nascem das reflexões. Se não respondermos perguntas desse tipo de forma vazia e automática, tiramos proveito dessas situações.

ℓυηα

Suzana disse...

Posso fazer uma perguntinha?kkkk


bjs

Udi disse...

Espírito "pesquiseiro": sempre perguntarei, doa a quem... doeu!

Tata disse...

Sou completamente a favor da pergunta, posto que sou uma questionadora nata!

Mas, prefiro a pergunta do que a dúvida, mesmo que ocorra uma mudança depois da mesma. Se os dois sofrem alterações,é fácil..... se pergunta de novo e de novo....!!KKKK

bjinhos

Simone Schuck disse...

É a força da palavra... um beijo, ficou uma graça o blog!

disse...

A mudança é mesmo inevitavel. Questao de escolha e de postura.

Érica Martinez disse...

"não se pode entrar duas vezes no mesmo rio..."