Páginas

segunda-feira, junho 28, 2010

Coisas que aprendi pela vida

Inspirado pela postagem da Ana lá no "Pelos Caminhos da Vida", resolvi fazer uma lista das coisas mais importantes que andei aprendendo por aí ...

Quando nasci: aprendi a chorar, o que tem sido muito útil até hoje nos momentos mais difíceis.
Ao completar 1 ano: aprendi a andar assim, de repente, surpreendendo todo mundo, e descobri que é divertido surpreender todo mundo.
Lá pelos 2 anos: aprendi a falar e descobri que a palavra é capaz de mudar o mundo a minha volta.
Aos 4 anos: aprendi a ler e me divertia com as frases da cartilha "Caminho Suave" que repetiam as consoantes em cada palavra (vovô viu a uva)
Aos 5 anos:  entendi a primeira piada (aquela do homem com a banana no ouvido) e fiquei encantado pelo "truque" literário
Aos 7 anos: me contaram que o meu melhor amigo na escola era negro, e eu não tinha percebido. Descobri que isso fazia diferença para algumas pessoas.
Aos 9 anos: dei o primeiro beijo de língua, atrás de uma pilha de caixotes de feira.  Era o terceiro da fila de garotos para beijar a Cidinha, uma menina mais velha que resolveu ser generosa com a garotada.  Não gostei.
Aos 10 anos: descobri que não adiantava mais chorar e que tinha que conseguir as coisas pelo meu próprio esforço.
Aos 11 anos: descobri que o mundo trata melhor quem é bonitinho e levava meu irmão menor (lindinho e de olhos verdes) para pedir caixas de papelão nas lojas de sapato, que a gente vendia depois num depósito para juntar grana e poder tomar "água de bolinha" com groselha no bar
Aos 12 anos: ví a primeira foto de uma mulher nua e fiquei com febre
Aos 13 anos: aprendi que no mundo infantil masculino, quem não bate, apanha.  E como era pequeno, apanhei muito.
Aos 15 anos: mudei de escola e pude comprovar uma teoria interessante - você não precisa bater para ser respeitado, basta não demonstrar medo.
Ainda aos 15 anos: dei meu segundo beijo de língua e gostei muito.  Não tinha fila.
Ainda aos 15 anos: descobri a inevitabilidade do amor e, também, que ser atencioso e determinado era mais importante do que ser bonito e forte (sorte minha)
Aos 16 anos: aprendi que trabalhar para ganhar o próprio dinheiro me dava uma certa independência e descobri que gostava muito disso.
Aos 18 anos: aprendi que o mundo não mudou porque eu fiz 18 anos, e nem eu.
Aos 20 anos: aprendi que a gente precisa abrir mão de muita coisa para não perder a pessoa que ama, e levei muito tempo para descobrir que isso era mentira.

Por hoje chega ... posto a continuação outro dia....

17 comentários:

Suzana disse...

Como é bom ler seus post...
bjs

Isadora disse...

Oi Fávio muito bom. Li o postado pela Ana também, mas você trouxe fatos reas/pessoais e isso é bem interessante, pois cada um, do seu jeito aprende coisas com a vida.
Umas são muito parecidas, mas outras bem particulares.
Um beijo

Batom e poesias disse...

Excelente!
Fechou com chave de ouro.

Me deu vontade de fazer uma listinha também...

bjcas

Rossana

Única e Exclusiva disse...

Que boa memória e grandes lembranças.!

Tmb deu vontade de fzr a lista [2].

beijo ú&e =*

Ana SS disse...

ótima "retrospectiva".
acho que a partir daí (depois dos 20), trata-se de descobrir cada vez mais que acreditamos em coisas que não existem...
abraço!

e daí? disse...

xiii, isso vai render listinhas...
Gostei da sua, deu até vontade de começar...
bj

Sentimental ♥ disse...

gostei dos teus aprendizados, mas o 7 mexeu comigo.

Luna Sanchez disse...

Gostei muito desse post!

Beijar sem fila deve fazer total diferença, mesmo.

Beijo.

ℓυηα

♥♥NaNnA BeZeRrA♥♥ disse...

Caraca, meu...vc me levou no tempo ou eu fui, de mãos dadas contigo, visitar todos esses lugares.
O fato de ser menina pode até ter modificado algumas ordens postas aqui. Mas, o sentimento era o mesmo.
Que delicia ler essas coisas e me lembrar de tudo que a vida já me ensinou e poder esperar por mais.
Bom, muito bom...
beijos

Denise disse...

Aprender .aprender
o lindo disso é a disposição de seguir sempre ...aprendendo

adoro o q tu escreve.,sabia

Cris disse...

Acho que pela primeira vez concordo com tudo...kkkkkkkkkkkkk

Perfeita sua lista; principalmente a sua lição aos 20 anos. Nada , nunca é nosso e não importa o que façamos ou não. Vidas pertencem à vida!

beijoooooooooooooooooooooooooooo

Anne M. Moor disse...

Interessante FF, muito interessante como este teu post te conta - é muito tu...

Beijos
Anne

Solange Maia disse...

impossível não gostar de você...

Dri Andrade disse...

Que lindo..
Adorei esse texto.
Muito verdadeiro, muito seu.
É bom quando conseguimos imprimir a nossa digital assim né?
parabéns, me fez ficar pensativa,
todos acabamos passando por tudo isso.
beijos Flávio

Mari disse...

Flavio...

Estão bem interessantes as suas descobertas...
Não nos prive por muito tempo da continuação!
Um beijinho

Jussara Christina disse...

Flávio adorei!
Parece que voltei no tempo junto contigo ... e a medida que lia, lembrava de algo relevante da minha própria vida.
Logicamente meninas e meninos são diferentes ... beijo aos 9 anos?
Muleques são precoces rsssssss.
Meu filho tem 9 anos, será que ele já beijou!? ... aff
Muito bom mesmo, agora quero conhecer o Flávio homem do próximo post!
Bjssss

Unknown disse...

網頁設計 網路行銷 關鍵字廣告 關鍵字行銷 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 關島婚禮 巴里島機票 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 銀行貸款 信用貸款 個人信貸 房屋貸款 房屋轉增貸 房貸二胎 房屋二胎 銀行二胎 土地貸款 農地貸款 情趣用品 情趣用品 腳臭 長灘島 長灘島旅遊 ssd固態硬碟 外接式硬碟 記憶體 SD記憶卡 隨身碟 SD記憶卡 婚禮顧問 婚禮顧問 水晶 花蓮民宿 血糖機 血壓計 洗鼻器 熱敷墊 體脂計 化痰機 氧氣製造機 氣墊床 電動病床 ソリッドステートドライブ USB フラッシュドライブ SD シリーズ