Páginas

sábado, junho 19, 2010

Uma idéia revolucionista

Boa parte da evolução das espécies pode ser justificada pelo mecanismo de seleção natural.
Numa explicação simplista, indivíduos que tem características que favorecem a sobrevivência e a reprodução em um dado ambiente tenderão a perpetuar essas características através da trasmissão delas a seus descendentes, de forma que, passados alguns milênios, se mantidas as condições do ambiente que as favorecem, todos os indivíduos da população terão aquelas características.
Isso explicaria, por exemplo, porque a maioria da população da África tem a pele mais escura e porte atlético, já que o sol forte e os animais predadores são aspectos marcantes do ambiente, e as características mencionadas favorecem a sobreviência nessas condições.
No mundo moderno ocidental, vivemos uma situação curiosa, particularmente nos países mais desenvolvidos.
Os humanos mais capacitados a sobreviver num ambiente que é caracterizado por seus aspectos socio-econômicos, mais do que naturais, estão optando por não se reproduzir.  Ou seja, as pessoas com bom nível de educação e situação financeira confortável não querem ter mais do que um ou dois filhos.
Do outro lado, os indivíduos menos capacitados à sobrevivência, discriminados por aspectos físicos, intelectuais ou emocionais, vivendo em condições de higiêne, saúde e educação precárias, tem sua sobrevivência (ou subesistência) auxiliada pelos governos através de ações assistencialistas.
Pelas mais diversas razões, desde a falta de informação/orientação até algumas vantagens oferecidas pelos tais programas assistencialistas, costumam ter muito mais filhos do que os indivíduos "mais capacitados".
Considerando que a consolidação de uma visão humanitária tende a pressionar a sociedade a garantir suas condições mínimas de sobrevivência, com especial atenção à mortalidade infantil, o mecanismo de seleção natural fica anulado, e os indivíduos que hoje são menos capacitados para a sobrevivência tenderão a constituir a esmagadora maioria da população no futuro.
Ocorre que, como os aspectos que definem o ambiente para essa avaliação são sócio-econômicos e, portanto, sujeitos a mudança por decisão ou interferência da população, em algum momento da história os indivíduos hoje considerados mais capacitados, que tem todo interesse na manutenção das condições deste ambiente sócio-econômico que lhes favorecem, sucumbirão à avalanche populacional dos menos capacitados e o ambiente será redefinido de forma a melhor atender às necessidades da maioria.
O novo ambiente favorecerá pessoas menos "sofisticadas" em todos os aspectos da sociedade moderna.
Para a atual "classe dominante", o resultado será semelhante ao de uma invasão bárbara às cidades do Império Romano, só que provavelmente mais lento e gradativo.
- Vandalismo !!! - gritará, impotente, algum dos últimos sobreviventes representantes da atual classe dominante.
Mas só ele saberá que os Vândalos eram "bárbaros" germânicos de origem escandinávia....

7 comentários:

Luna Sanchez disse...

Putz, nem o grito "Vandalismo!" terá o glamour necessário, se não existir, por perto, alguém que saiba o que significa...

Bora fazer filho, então! Talvez ainda dê tempo de reverter isso!

Rs

Beijo, Flavio.

ℓυηα

JPM disse...

Olá,
É bom lembrarmos que os imigrantes alemães e italianos, além dos japoneses, e outros, que aqui aportaram eram uma espécie de "sem-terra" nos seus países de origem, e como tal, sujeitaram-se ao desconhecido...e aqui tiveram que domar muita fera, pois a inospitalidade era grande.
Ademais, é com base nesta teoria que, há muitas décadas, pessoas excluídas do processo produtivo e de consumo dos bolsões de miséria como África e América Latina, são castradas em troca de quinquilharias, como radinhos à pilha, sombrinhas, etc. Tudo custeado por organismos internacionais distintos!
Saúde e felicidade.
JPMetz

Denise disse...

De volta e com muita saudades.
Vim agradecer pelas energias intuidas e pelo carinho.

Pérola disse...

Bom dia.
Bastante interessante sua postagem.
Em toda forma específica de sociedade, encontramos uma unidade que institui a mesma
capaz de orientar e dirigir a própria essência de sua vida e dos indivíduos que nela estão
imersos.
Um beijo grande.

Taís disse...

Teoria interessante... e amedrontadora. Involuiremos até chegar ao lugar de onde partimos?

Anônimo disse...

Só posso dizer, após atenta leitura, que seu texto foi ‘bárbaro’!
Obviamente não espero atenção a este comentário, afinal, através de suas próprias declarações, percebi que os rabugentos (ou os que possuem e incentivam esse lado da ‘rabugice’) julgam os anônimos seres que não merecem respostas e até, quem sabe, muito menos ‘evoluam’...
Anônimo

Unknown disse...

網頁設計 網路行銷 關鍵字廣告 關鍵字行銷 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 關島婚禮 巴里島機票 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 銀行貸款 信用貸款 個人信貸 房屋貸款 房屋轉增貸 房貸二胎 房屋二胎 銀行二胎 土地貸款 農地貸款 情趣用品 情趣用品 腳臭 長灘島 長灘島旅遊 ssd固態硬碟 外接式硬碟 記憶體 SD記憶卡 隨身碟 SD記憶卡 婚禮顧問 婚禮顧問 水晶 花蓮民宿 血糖機 血壓計 洗鼻器 熱敷墊 體脂計 化痰機 氧氣製造機 氣墊床 電動病床 ソリッドステートドライブ USB フラッシュドライブ SD シリーズ