Páginas

quinta-feira, setembro 20, 2007

Conhecer e conhecer-se

Duas experiências recentes e interessantes na minha vida.
O Arguta Café e o curso de teatro.
Com o primeiro, 3 grandes prazeres: escrever, compartilhar, conhecer gente bacana.
Com o segundo, experiência novinha em folha, outros 3 prazeres: relaxar, conhecer-me e conhecer gente bacana.
Disse para uma amiga ontem: se você não beijar os sapos, não vai encontrar seu príncipe.
Nem tudo que tentei na vida deu certo. Embora, como já tenha dito, sou um cara de sorte e a vida me tem sido generosa.
O Arguta, como porta de entrada para nossa blogaldeia, foi um grande presente. Tem sido uma deliciosa viagem.
As aulas de teatro, um grande aprendizado. Um exercício de deixar-me levar.
Já falei sobre o viver e deixar viver. Tão difícil mas tão importante.
O deixar viver foi tema de nossa blogaldeia por muitos posts e comments ...
Hoje, quer apenas sugerir: beijem muitos sapos !

13 comentários:

Estrelinha disse...

Flávio..vc tem razão...as vezes é com os sapos que encontramos a felicidade!!!!!!!!

É! disse...

E o mais interessante dessa história de "blogaldeia" é a sintonia que temos em alguns assuntos, como no caso deste, que era exatamente o que eu estava conversando com a Camila ontem...
Que venham os sapos! rsrs...

Ernesto Dias Jr. disse...

Eu, heim? Vai que o bicho cresce e fica barbudo? Sai fora! Não pode ser perereca?

Udi disse...

Dá prá comentar algo depois desse aí do Ernesto ?!

Erneeesto: era prás meninas que ele tava falando.

Glaura disse...

Sandisléia, minha neurônia que só faz sandices, está quietinha, pois já foi avacalhada demais nos últimos tempos...
Mas, lembra que às vezes é mesmo no brejo que encontramos grandes tesouros!

Suzana disse...

Saudades de ouvir estas palavras.De qualquer forma,fico por aqui imaginando cada gesto ou expressão e continuo te gostando.

De uma velha amiga, ou será o contrário?

Raffaella disse...

Sapo interessante tá em extinção também, Flá...hehehe...
Adorei o post ;-)

Beijos, querido!

Ti disse...

Beijar faz bem para alma... Confesso que nao beijei muitos sapos...

Mas sigo contente em beijar os principes já descobertos por outras mais corajosas!!!

disse...

Eu não beijo sapo de jeito nenhum. Identifico príncipes de longe.
Cada um tem um conceito de realeza neh...

Walmir Lima disse...

Flávio e Glaura, daqui, do brejo onde vivo, já que não vou beijar sapo nenhum,... concluo que preciso fazer teatro.

brilhodeestrel disse...

Ás vezes além de beijar temos q engulir os sapos...

Glaura disse...

Tá vendo, Walmir, eu bem disse que no brejo encontramos tesouros...

Ju disse...

E se eu beijar um sapo e virar uma sapa? Se bem que, pensando bem, eu já sei pular bem com as "pernas de trás"!
Poderia ser interessante...