Páginas

segunda-feira, setembro 10, 2007

Pensamento da noite ...

Sabe o que eu mais gosto nessa turma que se reuniu em torno da blogaldeia ?
O sentido comum de que a vida vale a pena quando a alma não é pequena.
Nossos encontros, virtuais ou happybloguerísticos, são sempre positivos.
Com nossos erros e acertos, maior ou menor competência (dependendo do dia), estamos sempre compartilhando pensamentos construtivos, confortantes, confiantes.
E é tão natural que parece normal ...
Só me dou conta de que não é assim tão comum, quando tropeço com gente que insiste em desperdiçar a vida (ou parte dela) dedicando suas energias ao mal-querer.
Tenho sorte. Conheço poucas e, quando posso, evito relacionar-me com elas.
E quando não posso (normalmente por questões profissionais), simplesmente não entro no jogo.
Curioso é que, de um modo geral, não se trata de falta de inteligência, talento ou capacidade.
Quase sempre é o oposto.
Excesso de competência e sensibilidade, baixa resistência à frustração e uma irresistível vocação para achar que o mundo é responsável por seus problemas, já que ele (o mundo) não se comporta como deveria.
Sempre me lembro de uma citação recorrente do Max Smart (Agente 86):
- Se ele tivesse usado sua inteligência para o bem ...
No presente caso, bastaria usar para seu próprio bem.

18 comentários:

Glaura disse...

Aproveitando que estamos no cone do silêncio, o que faz o Ghandi com um taco de beiseball na mão?

É! disse...

OOOOOOOOPS...

Ernesto Dias Jr. disse...

Glaura, você roubou meu comentário. Eu também ia perguntar o que o homem faz com um porrete na mão.
Se ainda fosse de críquete...

Ernesto Dias Jr. disse...

Ah! Ja sei!
Flavio, seu maroto: É o Ben Kingsley, não é?

É! disse...

Ai... pensando mais... vamos lá:
seria bom se conseguíssemos viver à margem das coisas ruins...
que nenhuma energia 'evil' nos afetasse...
que não caíssemos em armadilhas que às vezes somos nós mesmos que acabamos criando...
que diante de uma agressão pudéssemos sempre sorrir de volta...
tanta coisa...
eu, em particular, tento fazer isso a maior parte do meu dia.
tem hora que soltar um grande e alto PALAVRÃO alivia as tensões...
às vezes funciona chorar no banheiro...
às vezes vale escrever que se está puto, com implicância ou chateado...
toda forma de expressão vale a pena para não transformar nossas almas em pequenas!
:)

disse...

É no que dá ser italiano e canceriano...
Acho melhor voltar logo.
O próprio coração e o Arguta já estão sendo insuficientes
Pro transbordamento afetivo.
Beijo

disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
disse...

Se não veio de fábrica, útil comprar ou desenvolver a tecla PHODA-SE.E necessária pro auto-ajuste.É termostática.
E ajuda a manter à distancia, bem longe dos pensamentos, os que confundem sensibilidade com melindres(orgulho).
Saio correndo...., preciso estudar.

Anne M. Moor disse...

Esclarecedor... Sempre pensei que estava faltando algo nestas pessoas - baixa resistência à frustração e uma irresistível vocação para achar que o mundo é responsável por seus problemas - fits it well...

Udi disse...

Você já foi mais paciente ou eu tinha uma percepção equivocada?
O Ghandi é intrigante. Seria uma imagem conflituosa?

Anne M. Moor disse...

"Com nossos erros e acertos, maior ou menor competência (dependendo do dia), estamos sempre compartilhando pensamentos construtivos, confortantes, confiantes.
E é tão natural que parece normal ..."
Por isso que é tãooooooo bommmmmmmm... Parece que vcs estão tão perto. Quem nunca experienciou isso, não entende...

Anne M. Moor disse...

Udi, patience wears thin at times with people like the ones described...

Ti disse...

Glaura e Ernesto,

Acho que é um cajado... Nada melhor para suportar o peso do corpo e o caminhar da idade...

Ernesto Dias Jr. disse...

Vai gostar de cajado assim lá na.... India.

Flavio Ferrari disse...

Ghandi era um pacifista, mas levava sempre um cajado na mão just in case ...

Udi disse...

Afe! consigo até ouvir a entonação da Ti nesse comentário sobre o cajado.
(gargalhadas!)

Anne, tenho mesmo que praticar meu inglês... wears thin? ajusta-se?

Anne M. Moor disse...

Udi = fica fininhhhhhhhhhhhhhho, gasto...

Ju disse...

Pensamento edificante dominical:
Pra mim Ghandi está parecendo um Pez dipenser, que o Dalai Lama está tentando alcançar (veja o Dalai ao fundo)