Páginas

quinta-feira, setembro 27, 2007

Homens Modernos

Estava preparando o texto para a introdução de uma apresentação que a equipe do IBOPEmídia vai fazer na próxima semana, no congresso MaxiMídia sobre o tema Novo Homem.
Deparei-me com o fato de que o "mercado" não está devidamente preparado para ele.
Um exemplo: se você quiser lavar suas meias e cuecas no banho, vai ter que comprar o HigiCalcinha ...

21 comentários:

Ernesto Dias Jr. disse...

É de morrer de rir.
Nunca tive problemas pra comprar absorvente em farmácia. Até ligava pra perguntar calibre, área de cobertura, número de abas, etc.
Depois, fui morar sozinho. Não tinha de quem roubar o HigiCalcinha. Então tinha de comprar. Mas EU sabia que não era pra minha mulher. Era pra mim.
E não é que dava uma espécie de constrangimento? Acho que ainda sou do grupo dos velhos homens...

Jorge Lemos disse...

Especialmente quando se usa
SAMBA-CANÇÃO

disse...

Eu queria assistir essa apresentação...(rss).

Angela disse...

Vamos lançar o HigiCanção!!!

É! disse...

quero MUINNNTO assistir essa apresentação!

OBS: sobre os novos homens, descobri um, há pouco tempo, que tem plantas no quarto! E com nome!
A M E I!

Anne M. Moor disse...

Ernesto, e tem absorvente com mais de 2 abas????????????

Devo confessar que 'HigiCalcinha' não é do meu conhecimento!!!! Existe dessas coisas??? Devo ser uma nova mulher... :-) E sabonete serve pra que????????????? Esse tal de HigiCalcinha é mais uma invenção pra gastarmos mais dinheiro!!!!

Mas gostei do "HigiCanção" hahahahahaha....

Udi disse...

Anne, higicalcinha é ótimo! Até mais econômico que usar o sabonete líquido-hidratante-hipoalergênico-superespecial e seilamaisoque (é que agora, perto dos 50, dei de ficar alérgica... não posso maie usar Dove.

Angela, você devia registrar HigiCanção.

Raffa disse...

Tem sempre o sabonete....hahaha

Ernesto Dias Jr. disse...

Planta no quarto? Com nominho? Sei...

Ernesto Dias Jr. disse...

Udi:
O pessoal do marquetingue faz qualquer coisa para ter um produto "diferenciado". Vão achar justificativa para tres, quatro, cinco abas.

Ernesto Dias Jr. disse...

Mas agora falando sério, gente:
Esse negócio de "Novo Homem" é bobagem. Os homens sempre se renovaram, em todos os tempos. Só havia menos gente trabalhando em marketing para notar isso. Quando a cueca samba-canção acabou, eram as mulheres que achavam a slip "feminina demais" (eu vivi essa transição, seu Jorge). A gente achou foi prático pra xuxu e pronto. Raspar axilas é opcional, mas ninguém chamava ninguém de viado por causa disso, em 1961!
Historicamente usamos cosméticos antes das mulheres. Em 68, um livro intitulado As Plantas Falam fez milhões de homens darem nominho à plantinhas sem problema algum.
Não existem novos homens. Existem mulheres que descobrem, atônitas, que homens mudam. Ou repetem comportamentos cíclicos, modais. Assim como mulheres e crianças.
Essa é a vantagem de se ter 56 anos. Até hoje rio quando uma jovem fica maravilhada ao descobrir que "ele chora". Lembro de uma tia que dizia à minha mae que casara com fulano porque "ele chorava". Em 1956...

Glaura disse...

Desculpem, mas a relevância não está no fato dele chorar, mas no motivo que o leva às lágrimas.

É! disse...

ai, adoro que chorem (pero non mucho),que batizem as plantas e sejam muito ao contrário de viado...
só não gosto da parte em que entram em TPM... Muito chato!
E adoro esses aí, virginianos, que acabam com a graça de qquer um analisando friamente a realidade do mundo!

Ah! E como diz meu chefe:
homem que é homem, não toma (ou come) mel, morde a abelha!
hahahahaha

Anne M. Moor disse...

Ernesto, preciso concordar E discordar de ti... Existem tempos novos o que fez com que os homens pudessem ser mais humanos, mas certamente fez com que muitos mudassem sim ... E MULHERES TBM...
Afinal, acabo de ler que não é mais prerogativa das mulheres fingir orgasmo... :P

Jorge Lemos disse...

Putz... Como era dificil entrar numa farmácia, por volta dos anos 50 para comprar um preservativo. Ficava-se um tempão para o balcão
ficar vazio e se falava baixo e os ditos cujos já vinham embrilhado.
Para o homem comprar absorventes então, era uma calamidade. Não havia geléias lubrificantes e outras coisas mais.
Hoje, culturalmente, evoluímos r rdtrd tabus foram, aos poucos, sendo iliminados.
HigiCalcinhas? Entro e compro para minha velha, tranqüilo tranqüilo.
Ainda falo piadinhas quando paso no caixa.
Ernesto uma coisa que não me adaptei foi com estas cuecas
que apertam os baixios. Gosto mesmo é da coisa folgada, arejada,
samba cança medida GG.
Viva a liberdade.

Angela disse...

HigiCanção - O higicalcinha do novo machão! ♂

Anne M. Moor disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAH Angela rsrsrsrsrsrssrsrs

disse...

Érica concordo.
Amigo gay é bom, mas tão incompleto neh?

Ju disse...

Eu confesso que até hoje tenho vergonha de comprar camisinha...É besta, mas acho que preservo essa timidez como lembrança de uma época em que as coisas eram mais "proibidas". Doido, né?
Quanto ao "homem moderno", não sei o que dizer. Acho que não gosot deles, prefiro os mais antiquados. São mais testosterônicos.
:-)

Flavio Ferrari disse...

Testoterônico !!! Nem nos meus tempos de herói pensei num adjetivo desses ... fantástico.
A Raffa (sim, é uma mulher) é uma nova amiga que faz teatro comigo. Grande garota. Bem vinda ao Arguta. Espero que continue sempre visitando a gente.
E lamento decepcionar a Érica: prefiro mel.
Anne: esse negócio de fingir orgasmo já era ... já conquistamos o direito de não ter orgasmo.
Vou verificar sé é possível convidá-los para a apresentação ... se der, aviso.

É! disse...

meu chefe que disse, não que eu concorde, afinal não consigo imaginá-lo batizando plantas, por exemplo...