Páginas

domingo, maio 10, 2009

Instigando (pensamento para o dia)

"Uma mulher separada e com filho(s)
é um espírito livre."


(Após 3 tentativas infrutíferas de escrever essa postagem, consegui sintetizar o que queria expressar nessa frase. Talvez tenha ficado por demais concisa. Mas cumprirá sua missão se instigar o pensamento.)

15 comentários:

Ana disse...

Nunca casei...não tenho filhos... sou um espirito o que?solitário? nããão hehehe solteira sim sozinha nunca hohoho kkkkkkkkk
brincadeirinha
Uma mulher so liberta o espirito com dinheiro kkkkkkk éh eu tiro os outros por mim mesma! kkkkkkk

Boa madruga pra ti ;)


bjus

A.Tapadinhas disse...

Só no caso de as duas opções terem sido suas - estar separada e ter filhos...

Abraço.
António

Wania disse...

Oi, Flávio.
Depois de ter o pensamento instigado...
Uma mulher, indepedente da situação em que se encontre ( solteira com ou sem filhos, casada com ou sem filhos, separada com os sem filhos) será sempre um espírito livre se ELA não se acorrentar às coisas que, normalmente, nos aprisionam o espírito: passado não passado à limpo, mágoas não bem choradas, frustações não bem resolvidas, culpas não perdoadas.
Todas (os) temos nosso par de asas, voar ou “se engaiolar”, só depende de nós!
Vim retribuir a visita. Obrigada pelas doces palavras que deixastes no meu cantinho.
Sempre bem vindo lá.
Gostei muito daqui, voltarei mais vezes.
Bjs

Avassaladora disse...

Flávio, comentar seus texto sempre é um exercício do pensar... Porque sempre tem alguma mensagem subliminar..

Se eu não estiver "viajando na maionese", acho que sua tentativa foi de prestar uma linda homenagem as mâes, mães que hoje, em sua maioria assumem uma separação sem medo de ser feliz!
Coisa que não acontecia a alguns anos atrás, quando a maioria das mulheres viviam um casamento frustante e humilhante, as vezes, sem coragem para se separar e enfrentar um sociedade castradora...

Hoje ainda há muitas que vivem um casamento de fachada, por motivos vários, até para não perder o "status".
As que assumem uma nova vida, não importa como, nem por que, mas assumem, e vão criar seus filhos sem a figura de um homem ´por perto, essas sim, são ou tem que ser muito corajosas...
Essas talvez sejam as mulheres de espírirto livre!

Vc instigou, eu repondi... Senão for isso, volto e deleto tudo...rsrsrsrs

E começo do zero!!!


Beijos e carinhos mil!

Udi disse...

Feliz dia das mães a você e a muitos dos pais de sua geração que puderam ultrapassar velhos modelos e dividir conosco alguns deveres que antes eram considerados "tarefas de mulher".

Nietzsche: "Coração atado, espírito livre"

Atar o coração ao amor (pelos filhos e pelo companheiro), realmente liberta o espírito de uma mulher.

beijo

Glaura disse...

Acho que a Udi complementou bem a idéia, junto com o Tapadinhas.
Se, por escolha, recuperamos, ou encontamos uma identidade e sabemos, ainda assim, estar com o coração devidamente atado, sentimos sim, ter o espírito liberto!
E, às vezes parece vôo livre, os horizontes instigam e assustam...
Bjs
Espero vê-lo hoje, estou com saudade!

Carla P.S. disse...

Minha mãe, dona Neli..E me criou igual, ainda bem!!
Feliz dia das mães pra tua mãe, pra mãe dos teus filhos, pra namorada, e pra todas mais do teu vínculo...
Beijos, e um café dominical. Melhor, um capuccino.

Ernesto Dias Jr. disse...

Um homem separado com filho(s) é um espírito de porco (no flu intended). Já que é pra pensar...

Babi Mello disse...

Oi! descobri você aqui e sobre essa frase, não sei, tenho minhas dúvidas.
Bj!

Bela disse...

Concordo. A simplicidade então, foi a cereja.
Abraços moço.

Bia Maia disse...

Para uma MULHER ser verdadeiramente LIVRE...basta apenas uma coisa:
ele REALMENTE QUERER...aí não tem para NINGUÉM!...

Um "viva" então para todas as maravilhosas mulheres deste nosso planeta!

Especialmente para todas aquelas que foram responsáveis por nos colocar neste mundo!!

Um "VIVA" à todas as MÃES!!!!:Mulheres LIVRES...por que nos deram o que há de mais valioso: A VIDA!



Gosto demais de seu blog!

beijos com carinho...

Biazinha

Érica Martinez disse...

hum hum... espíritos livres independem de... status! (acho que era essa a palavra...(sueño...))
Você pode ser uma mulher casada e com filhos e ser um espírito livre... Ou pode ser uma mulher que não quis ter filhos e ser um espírito livre... Não?
Acho que vc vai ter que discorrer mais sobre o assunto...

Ooooou, se eu for pensar um pouco no que a Udi quis dizer... A mulher separada e com filhos já "cumpriu" com todas as obrigações da sociedade e pode, por fim, entregar-se ao universo...
(hum, acho que acordei!)

Anne M. Moor disse...

E a mulher casada e sem filhos por escolha ou por situação também pode ser livre uma vez equacionado essa situação.

Mas, na realidade, o que é ter espírito livre????? Pensando...

Ti disse...

Flávio,

Entendi o que quis dizer sobre "papel cumprido perante a sociedade"...

Enquanto não casamos, todos nos cobram quando iremos. Enquanto não temos filhos, todos nos cobram quando teremos....

Nesse sentido a mulher casada e com filhos, desde que feliz, também é um espírito livre... E muitas vezes a mulher separada, mas não por opção, pode nunca se libertar...

Acho sim que a "idade da Loba" está um pouco relacionado a isto... Podemos fazer sexo não para engravidar (entende-se aqui todo o período anterior ao fato final de termos filhos ou a decisão final por não tê-los), mas sim e tão somente pelo simples prazer de fazê-lo...

Beijos

Luna Sanchez disse...

Tipo missão cumprida, pronta e credenciada para experimentar novas possibilidades?

Pode até ser, se a mulher em questão, encarar isso como uma obrigação, um dever.

Beijo,

ℓυηα