Páginas

quarta-feira, maio 20, 2009

A pegada ecológica

O conceito de "pegada ecológica", siginificando o impacto que produzimos no mundo em função de nosso estilo de vida, está em alta.
Ontem assisti a uma palestra do economista Sergio Besserman, um carioca divertido (redundância, eu sei) e muito bem informado.
Durante a palestra, Besserman defendeu a tese de que não resolveremos o problema do consumo anti-ecológico sem a colaboração firme e decidida das mulheres, e exemplificou ...
"De um lado da rua passa um sujeito dirigindo uma convincente Pajero e do outro um rapaz caminhando a pé com um livro de Eça de Queiroz debaixo do braço."
Obviamente, a pegada do cara da Pajero é maior ...
Logo, enquanto as mulheres preferirem os homens com mais pegada, o problema irá persistir.

(meio machista, mas faz sentido do ponto de vista da macro-economia)

24 comentários:

Amanda Arthur disse...

O pior é que, NA MÉDIA, é verdade. Ainda se fosse um Saramago.

Suzana disse...

Depende da idade ( experiência de vida) da mulher, não acham?

Luna Sanchez disse...

Há controvérsias.

Tantas coisas a se descobrir, prefiro apostar no que não parece óbvio.

Minha consciência ambiental está levezinha, levezinha. ;)

Beijo,

ℓυηα

Luisa Fernanda disse...

Simpatiquísimo el comentario!Sin embargo, la moda ecológica, es una de las tantas mas pajas que andan por ahí, personalmente desde hace mas de 15 años, cuando descubrí que la riqueza de las naciones no se guarda en lingotes de oro en los bancos, si no que es totalmente virtual, como obras de arte, pensé que en Latinoamérica se debería tener un economista que lograra vender la idea de imprimir billetes en función de las riquezas naturales. ahí un Brasil por ejemplo sería potencia mundial incontestable.
al fianl a la naturaleza, le somos indiferentes, puede caer un meteorito aquí mismo, que el universo seguiría tan tranquilo, y el mundo poblado por cucarachas en perfecto equilibrio.
Y con el tema de los hombres, hay que tomarlo con filosofía, pobres o ricos, sustentables o mantenidos, al final hay gran probabilidad que se lo lleve a uno el carajo.
Por tanto " A beber y trepar, que el mundo se va a acabar" Besos

Érica Martinez disse...

eu gosto do cara do livro!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anne M. Moor disse...

E o inverso é tão verdadeiro qto... (Como os homens 'escolhem' as mulheres.)

E eu concordo contio Luisa...
" A beber y trepar, que el mundo se va a acabar" :-)

Beijos aos dois

Janaina Brum disse...

Obviamente? Hum, sei... vamos ver o que é óbvio...
de um lado da rua passa uma mulher de salto alto, bolsa e sapatos de couro de tartaruga,cabelos tingidos e com "progressiva", elegantérrima...
Do outro lado da rua, passa uma mulher de all stars, cabelos revoltos, roupas largas e surradas, cheia de idéias ótimas na cabeça...
Quem tem mais pegada?

É, acho que precisaremos da colaboração dos homens!

FF e seus amigos machistas!!!!

Mas ele é simpático mesmo assim!

Hehehehehe

Bjs

Só não vai dizer: "poxa, fica sem aparecer um tempão e vem com essas!!"

Rsrsrsrsrrs

Bia Maia disse...

Boa...boa...boa...!!Estou rindo aqui!!
Eu já lhe admirava...e agora te achei aqui na Revista Marketing...no Cybercrime...

À você, tiro meu chapéu!

Parabéns!!

Tens uma nova fã!

Beijos com carinho!
E apareça lá no meu cantinho!

Biazinha

http://olhardentrodosolhos.blogspot.com

Simone Schuck disse...

hahaha pelo público daqui ser maioria feminino (e culto), acho que o sr. vai "ouvir"...

Zoia disse...

Oi, Flávio, tudo bom por aí?
É que o cara do pajeto é uma 'coisa'... rsrs
Você já viu esse vídeo sobre a história das coisas? Boooommmm...
http://video.google.com/videoplay?docid=1761245239234340590&hl=pt-BR
Beijos; bom dar uma relaxada aqui no Arguta!

Flavio Ferrari disse...

Amanda: posso mudar o livro da história se você preferir, mas o Sergio falou do Eça ... coisa de carioca.

Flavio Ferrari disse...

Suzana: ... sei não ...

Flavio Ferrari disse...

Luna: tenha a sensação de que consciência ambiental não é sua primeira prioridade ... mas estou aqui para crer...

Flavio Ferrari disse...

Luisa: no meu caso, beber ou trepar ...

Flavio Ferrari disse...

Érica: que pena ... eu tenho uma Pajero e confesso que não lí o Eça ...

Flavio Ferrari disse...

Anne: o pior é que não é verdade ...

Flavio Ferrari disse...

Janaina: já te disseram que mulher se veste para outra mulher ? Para os homens ela se despe ...
Eu (e o resto da torcida corinthiana) fico com a segunda, desde que sejam mantidas as demais CTP (condições de temperatura e corpão).

Flavio Ferrari disse...

Bia: quanta honra ... "caçador de tendências", a coluna que assino na revista marketing, revela uma faceta um tanto pretenciosa da minha personalidade ... Dá trabalho mas é divertida ...

Flavio Ferrari disse...

Simone: estamos aqui para provocar, senhorita ...

Flavio Ferrari disse...

Zóia: oi, bem vinda de volta ... perdi o endereço do seu blog quando troquei de computador ... vou ver sua sugestão. Bj

O Pior Homem do Mundo disse...

O conceito soa muito bem, sim senhor...

Quer dizer que as cariocas andam na rua pegando homens com pegada, não é?...

Que interessante! Que interessante! Rsss... Vou já para lá!

(Pagero, né?...)

Suzana disse...

F.F. toda regra...

Luna Sanchez disse...

Ahahahahaha

Tiradas de homem-maracujá. ;)

ℓυηα

Ana disse...

Ain quando vocês vão deixar dessa visão besta de ser.
Enquanto ficam imaginando os da pegada, vão se reprimindo e dando espaço a eles.
Não é que agente tem preferência é que o do livro não se valoriza.

Estou de greve pra ti Flavito

Hoje tu dorme no sofá ruum