Páginas

quarta-feira, maio 06, 2009

Pensamento Paradoxal

Dificil perdoar quando não entendemos
Mas quando se entende
Não há mais o que perdoar

28 comentários:

Luna Sanchez disse...

Pode até ser, mas, às vezes, se entende, só que não se aceita. =\

Complicaaaaado, moço.

Beijo,

ℓυηα

Ana disse...

Bom dia amigo:)
Hoje li teu blog enquanto tomava café.Foi bom.Obrigada, por tudo o que nos passas nas entrelinhas.
Bjinho

Luana Ferraz disse...

É difícil, mas quando conseguimos, nos dar um alívio que não se tem como explicar...

Um beijo...

Glaura disse...

Paradoxal, mas lindo, esse pensamento!
Bj
Tô com saudade!

A.Tapadinhas disse...

É como o truque do ilusionista: depois de saber, não tem piada...

Abraço.
António

Avassaladora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Avassaladora disse...

Perdoar é simplesmente aceitar o inaceitável...
Depois disso, tudo fica mais fácil...

Beijos, Flávio!

Flavio Ferrari disse...

Luna: tudo é muito simples, mas ser simples é complexo.

Flavio Ferrari disse...

Ana: bem vinda ... é para ler com café mesmo...

Flavio Ferrari disse...

Luana: tem toda razão ... um peso a menos ... sobram só as gordurinhas localizadas.

Flavio Ferrari disse...

Glaura: você anda muito "ocupada" ...

Flavio Ferrari disse...

Tapadinhas: boa comparação ... e prestidigitação não é para amadores.

Flavio Ferrari disse...

Alice: impossível aceitar o inaceitável ...

Ju disse...

há que se perdoar, sempre... mas uma coisa é fato: vaso colado é sempre vaso quebrado.
beijos!

Avassaladora disse...

Data venia,Sr. Flávio Ferrari, discordo...rs
O perdão é justamente para aceitar o inaceitável!
Claro que é!
Quantas coisas não aceitamos de maneira alguma, e de repente nos vimos na berlinda...
Perdoar ou não perdoar?
Se valer a pena, a gente sempre perdoa...
O gesto de perdoar é justamente a aceitação de algo que para nós é inaceitável!
E traição é inaceitável...
Daí existe o perdão...

Flavio Ferrari disse...

Ju: depois dessa afirmação categórica, eu não me casaria com você ...

Flavio Ferrari disse...

Alice: é só uma questão conceitual ... se você aceita, deixa de ser inaceitável.

Érica Martinez disse...

para entender é necessário perdoarmos nós mesmos antes...

Rosemeire Polegato disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rosemeire Polegato disse...

Perdoar é fácil, esquecer é difícil, no primeiro vacilo que a pessoa der, lá vem a maldita lembrança. São como feridas que curam mas as cicatrizes ficam. Bjs e café para nós.

Deise Leal disse...

Se o arrependimento é sincero, perdoar é um recomeço, dar-se uma nova chance para nao haver erros.
Bom café, bjo

Simone Schuck disse...

Entender já é quase perdoar, certo? Beijos

Udi disse...

FF, já sei que nunca vou te pedir perdão. A menos que você mude sua idéia a respeito da atitude de pedir perdão.
beijos saudosos e sapecas
;)

C. disse...

Mas perdoar é mais do que somente entendermos, né nao.

Ti disse...

Perfeito pensamento!!

Eu diria também que é mais fácil perdoar quando o que ocorreu já não mais nos atinge... Não sentimos raiva ou remorso, mas vale ressaltar que nem tão pouco ternura...

Beijos

Avassaladora disse...

Jogo a toalha...rsrsrs


Beijos!

Tetê disse...

Flávio!! mas este café está realmente forte.
Perdão... êta coisinha difícil, né?
mas como entendo que perdão é sinônimo do verbo esquecer...
caminho por aí.

Mbp disse...

O pior de se querer perdoar algo que não se entende é quando a pessoa que erra se recusa a aceitá-lo. As pessoas me cansam ás vezes...

[]'s