Páginas

quinta-feira, janeiro 20, 2011

Delírios paradoxais

Se é verdade que vassoura nova varre melhor, também há que se considerar que panela velha é que faz comida boa.
Quem disse que a laranja-baia tem que vir da Bahia ?  Você já tentou pedir um bife a milanesa em Milão ou um pão francês na França ?
A vida é assim ... há que se aproveitar as ofertas do dia.
Delírios podem ser contraditórios.  São livres das amarras da consistência lógica ... ou não seriam delírios.  Como as alucinações provocadas pelo chá de lírio, segundo diz a lenda, pois ninguém que tomou voltou para contar como é.
Mas desta postagem o mote, ainda que não se denote, é colocar mel no pote...
Algo equivalente a cheirar grãos de café entre uma taça de vinho e outra, durante a degustação.
Como dizia minha tia, "não fique aí com filosofia enquanto a água escorre pelo ralo da pia" ...
As últimas postagens do Arguta foram muito sócio-filosóficas e eu já estava parecendo um sujeito sério.  Desse jeito, quando for procurar um emprego é capaz de me oferecerem um trabalho ...
Argh .... preciso comer uma paçoquinha urgente !

8 comentários:

A. Marcos disse...

Quem diria que um dia a Laranja-Bahia ou Laranja da Bahia (de onde surgiu a tal laranja também chamada de Laranja de Umbigo) tomaria o mundo à partir de uma muda levada para os EUA e seria importada para o Brasil...um paradoxo mesmo.

EU SOU NEGUINHA disse...

Sabia que adoro seu jeito de escrever?
Normalmente te leio e nao comento,nem sei ´porque..risos
Beijos em ti,menino

Paty Michele disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paty Michele disse...

Como boa baiana (tal qual a referida laranja) adorei o textinho leve e despretensioso.

Leveza para nosos dias!
Açs, Flávio.

e daí? disse...

não sei se um sujeito serio...mas, chic, sim...casa santa luzia...hehehehe

PS: o sol tá me derretendo o juizo...

Sentimental ♥ disse...

huuuum, adoooro paçoca.

Nanda Assis disse...

kkkk adorei a postagem, um monte de falas q eu n conhecia.
e a paçoca se quiser eu te dou!

bjoss...

Paulinha Costa disse...

Eu não sei o que eu gosto mais quando passeio por aqui. Não sei se é quando eu fico rindo, como agora, ou quando saio com a pulga atrás da orelha, com pauta para reflexão, meditação, assunto para a próxima mesa de barou ainda argumentos interessantes para o próximo debate! Este café bem que poderia ser ali na Av Paulista... rsss bjs querido! É sempre um prazer enorme te visitar