Páginas

quarta-feira, junho 03, 2009

O cotidiano e o efêmero

Caiu mais um avião. Uma tragédia, sem dúvida, com mais de 200 vítimas fatais.
Fato raro, efêmero e traumático. Por isso, ocupará as páginas dos jornais por alguns dias, talvez semanas.
Nesse mesmo momento, a OMS está para divulgar um estudo que aponta a ocorrência de mais de um milhão de mortes por ano no mundo em decorrência de acidentes automobilísticos.
Isso equivale à queda de 10 aviões por dia, todos os dias.
Os jornais irão publicar uma nota, provavelmente na quarta página do caderno internacional, sobre o assunto.
Coisas do cotidiano.

21 comentários:

A.Tapadinhas disse...

É o homem a morder o cão...

Abraço.
António

Bela disse...

E se olharmos em volta encontramos outras tantas situações como esta.
Abraços moço.

Érica Martinez disse...

o bastante! ;-)

Luna Sanchez disse...

Pois é, algumas coisas acabam ganhando status de "normal", independentemente do tamanho das consequências. A gente se acostuma, mas não deveria.

ℓυηα

Carla P.S. disse...

A vida é forte, como café amargo. Diariamente pequenas ou grandes mortes, sofrimento e ansiedade, resingação e força.
No meio disso tudo ternura, abraços e paciência.
Um café!! O beijo já mandei por msn quando tu ja tinhas saído. ;)

Tempestade disse...

Sim, vendem tragédias, mas não olham além do vidro do carro.
Amigo, estou citando algumas coisas no meu blog, por falta de tempo, mas que falam por mim.
Voltarei aos meus textos em breve (culpa do mestrado).
Beijos Tempestuosos!

Avassaladora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Avassaladora disse...

Flávio, o que vende é a tragédia... é o drama...

Talvez a humanidade ainda não tirado os pés da Arena, Leões, Sangue... Época dos Gladiadores...

Espetáculos trágicos e sanguinários sempre alegaram as pláteias...
Ainda restam as touradas...

Essa atração mórbida pela barbárie ... Por isso a mídia abre esse espaço todo... Claro!


Beijos

Deise Leal disse...

VERDADE, FLAVIO. MAS COMO ACIDENTES DE CARRO JA SÃO COMUNS PARACE QUE NOS ACOSTUMAMOS COM ISSO.
BEIJOS

Udi disse...

Fato raro, efêmero, traumático... que vende mais jornais e gera mais audiência.

Ernesto Dias Jr. disse...

E desde quando estatística vende jornal?

Flavio Ferrari disse...

É o cão ...

Flavio Ferrari disse...

Bela: o tempo todo ... isso me irrita.

Flavio Ferrari disse...

Érica: se é sobre isso, seria bom dar um basta.

Flavio Ferrari disse...

Luna: that's life

Flavio Ferrari disse...

Carla: café amargo é uma das coisas boas da vida.

Flavio Ferrari disse...

Tempestade: foi bricadeirinha ... não se sinta cobrada ...

Flavio Ferrari disse...

Alice: bigo ... pão e circo (ou tragédias)

Flavio Ferrari disse...

Deise: não me acostumo com mortes desnecessárias ...

Flavio Ferrari disse...

Udi: é.

Flavio Ferrari disse...

Ernesto: mas vende anúncio...