Páginas

segunda-feira, março 07, 2011

Sonhos e paixões

Na porta do quarto da menina de 9 anos, fechada com outras 3 amigas da mesma idade ensaiando com o Rock Band da Nintendo, a mensagem: "Bata na porta: Banda de sucesso".
No mesmo momento, assistia com minha "prima" de 15 anos um episódio da série Glee onde um professor de música decide abrir mão de sua paixão para ser Contador em uma grande empresa, quando descobre que sua mulher está grávida (precisa se preocupar em arranjar um emprego com maiores beneficios para poder "prover" a familia).
Ai uma amiga lhe pergunta: o que você quer oferecer ao seu filho, deixar como herança ?  A ideia de que você deve abrir mão das suas paixões por um pouco mais de dinheiro ?
A série é do tipo romance-água-com-açucar-motivacional-politicamentecorreta e, claro, o professor decide permancer na escola.
Mas as duas coisas juntas me fizeram pensar sobre as escolhas que fazemos na vida ... com que "facilidade" abrimos mão de sonhos e paixões em troca das responsabilidades da vida adulta !
Será que isso é mesmo inevitável ?

11 comentários:

Carla P.S. disse...

Prefiro acreditar que não, pois sem os sonhos e as paixões fico totalmente sem inspiração pra viver bem....

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Está na hora do dito Ser Humano repensar sua relação com o Tempo. Só assim a chamada 'vida adulta' (QUÁ QUÁ QUÁ!) poderá dar espaço aos Sonhos, e refletirá melhor o que pode ser administrar melhor o Desejo, sem que seja necessário ningém 'atropelar' ninguém, inclusive a si próprio... Beijos! (Relembro o livro maravilhoso de Rosiska Darcy 'Reengenharia do Tempo', e - porque não o lindíssimo "O Tempo e o Cão' de Maria Rita Kehl...)

Anne M. Moor disse...

Acho que não, mas para que não seja invevitável deveríamos viver a vida ao contrário... Ser velho/maduro primeiro e depois ser jovem :-)

beijos, fui
Anne

Taís disse...

"Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar..." Oswaldo Montenegro.
Pior de tudo é que é bem por aí mesmo.

Sentimental ♥ disse...

inevitável não, mas as vezes a necessidade fala mais alto...

Nanda Assis disse...

haa, tem sonhos q vamos perdendo pelos caminhos, afinal muitos acabam se tornando absurdos com o avanço da maturidade, mas outros tem mais q ser consiliados com a vida.

bjos...

Mary disse...

Interessante a tua pergunta. Para responder, eu me limitei a observar a diferença do que move uma pessoa que sonha de uma que não sonha. A que sonha demonstra algum tipo de paixão, alguma esperança de algo melhor, um fervor para realizar ou mudar seu destino...acho que é por ai...pelo menos é assim que eu sigo minha vida....como dizia Guimarães Rosa, no seu livro Grandes Sertões Veredas..."o bonito da vida é que nunca estamos acabados...sempre afinando e desafinando...mas, nunca acabados"....é por aí...usando os sonhos para dar sentido as nossas caminhadas ou para nos dar resignificados nas nossas escolhas.
Bjs

Batom e poesias disse...

Concordo com a Anne, pois muitas vezes, a gente só descobre depois.

Bjs

Rossana

A. Marcos disse...

É inevitável quando seus sonhos e paixões não são, de fato, tão profundos assim.

Felipe Sá disse...

Temos medo de nossos sonhos,temos medo de arriscar,na verdade,temos medo da vida em si,da vida enquanto vida..
Crescemos e vemos que sem dinheiro não se vive bem,que a vida com responsabilidades adultas..exige de "wir alle" algo mais que os sonhos,que nossos mais puros desejos,vivemos,assim,a vida dos outros,a vida que nos é exposta,não a nossa própria,vivemos a vida funcional,e e temos medo de viver a que nós foi dada,fugimos da nossa essência.

Unknown disse...

網頁設計 網路行銷 關鍵字廣告 關鍵字行銷 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 關島婚禮 巴里島機票 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 銀行貸款 信用貸款 個人信貸 房屋貸款 房屋轉增貸 房貸二胎 房屋二胎 銀行二胎 土地貸款 農地貸款 情趣用品 情趣用品 腳臭 長灘島 長灘島旅遊 ssd固態硬碟 外接式硬碟 記憶體 SD記憶卡 隨身碟 SD記憶卡 婚禮顧問 婚禮顧問 水晶 花蓮民宿 血糖機 血壓計 洗鼻器 熱敷墊 體脂計 化痰機 氧氣製造機 氣墊床 電動病床 ソリッドステートドライブ USB フラッシュドライブ SD シリーズ