Páginas

terça-feira, março 13, 2007

Digressões sobre a blogsfera


Universo interessante esse que ora arranhamos, ocupando sua pequena fração.

Longe do caos dos chats, usufruindo das benesses do time shifting, curtindo a invasão permitida da privacidade alheia mas amiga.

Conhecendo sem conhecer os que tem coragem de partilhar.

Tocando outros tantos anônimos que preferem só observar.

E a vida segue, cá e lá.

Gosto desta pequena rede social que construimos, que se estende dinâmica, perdendo uns e ganhando outros.

Curto essa nova forma de relacionamento à distância, que me parece tão próximo.

É bom saber que vou ligar o computador e encontrar comentários de pessoas que gosto, de pessoas que estou aprendendo a gostar, e de pessoas que apenas passaram para não mais voltar.

Também gosto de postar comentários, participando da vida virtual de pessoas interessantes e interesseiras.

Ia dizer desinteressadas ... mas soou pobre.

Resgato "interesseira" da lama em que foi incautamente atirada a palavra. Interesseira que tem interesse; que se interessa.

Gente que se interessa pela vida, pelos outros, por si.

Gente que hoje faz parte, de uma maneira gostosa, do meu universo.

Que bom ter vocês por aqui !

8 comentários:

udi disse...

...e quem foi que disse que você não é poeta? Entendi o seu significado para "interesseira" antes mesmo da tua explicação. (Falar/escrever mais soará apenas como tietagem)

Anne M. Moor disse...

Essa empatia gostosa que se forma pelo escrivinhar na net, a sensação de estar acompanhada, de estar criando laços de amizade sem a necessidade do olho no olho, do toque físico é algo que me surpreende desde 2002 qdo experienciei pela 1ª vez. É muito bom sim.

Ti disse...

Confesso que ainda sou da moda antiga.... Adoro estar aqui com vocês, é uma forma muita prática da vida moderna de mantermos contatos diários com bons amigos, sem isto seria impossível!!...

Mas não troco nada por um bom choppinho e um olhar expressivo!!

Amanda Arthur disse...

Flávio,
Sincronicidade. Ontem estes pensamentos me acompanharam por boa parte do dia. Sobre como esta nova forma de relacionamento está naturalmente se construindo e permintindo-nos aproximar de pessoas interessantes (e interesseiras!). Obrigada por verbalizar (e tão bem!) estas impressões. Compartilho-as integralmente.
Beijo carinhoso, acompanhado de um "gracias, amigo" pela último post no Sarau.
PS: Agradecimentos extensivos ao Ernesto.
Cavalheiros estes caras, estes blogueiros!!!

Glaura disse...

Que bom poder estar mais próxima de você...

Ernesto Dias Jr. disse...

Tô com a Ti.
Nada como uma boa missa de corpo presente.
Mas a distância, ai, a distância...

Maria disse...

Caminho ainda em passos lentos, encaminhada pelas mãos da Anne faço meus tours e me encanto. Aqui se vive a vera dimensão do momento. Escrevo exatamente porque estou aqui, e estou aqui porque abristes o espaço de tuas letras para que se faça esta magia. Sou da moda antiga, me facina o privilégio das descobertas.

Byluleoa disse...

Olá! Tive contato com teu texto no curso de Letras, e quero dizer que gostei muito. Você conseguiu traduzir em palavras o que este universo de fato representa para todos nós! Ganhas-te mais uma interesseira... rsrs Um grande abraço e quero ler mais coisas que tu escreves! Parabéns e sucesso!