Páginas

terça-feira, março 20, 2007

Pensamento da noite ...

Superficialidade não se mede no tempo.
Você pode ser profundo em um momento e superficial toda uma vida.

11 comentários:

Lú. disse...

Profundo isso (rss). E verdadeiro.
E ainda:
Assim como a inteligência e a seriedade, a profundidade tb não precisa estar em pauta o tempo todo,pq aí vira chatice mesmo.
Ps:liçao compreendida, conhecimento utilizado.Só que eu nao cabulei a aula(nem tinha que ler nada..., era só ver filminho-rss)

Ti disse...

Flávio,

Fazendo uma correlação com o ambiente de trabalho, sempre ficamos em dúvida se é melhor tornar-se um especialista ou um generalista?

Hoje não existe mais espaço para um ou para o outro... Você é um especilista, deve ser um generalista e ainda por cima "inovador"...

Assim também é a vida...pensamentos profundos devem se balanceados com a superficialidade e, ainda por cima com a "magia" !!!

Não é uma questão de sobrevivência, mas de escolha...

Udi disse...

Flavio, uma das coisas em você que me impressionam (prá não exagerar) é essa capacidade de emergir e submergir... sempre de forma inusitada.

Udi disse...

...será que esse meu comentário acima vale ao menos 1 pontinho?

Anne M. Moor disse...

Lúuuuuuuu... deixaste de ser anônima!!!!!!!! Viva! O próximo passo é ter um blog... :-)
Reflexão, (sor)riso e poesia é a palavra de ordem...

Amanda Arthur disse...

E vice-versa! De carona no post da Udi.
Ps: Hoje estou mais para superficial...

Lú disse...

Anne;
Meu lugar nos blogs é na platéia, babando nos dos amigos, e seu pedaço é um dos que mais de deixam assim como mela-queixo(rss).

Lú. disse...

Anne:
corrigindo:me deixa assim(lapso da correira).

Flavio Ferrari disse...

Udi: não sei se entendi bem, mas pareceu um elogio. Vale um ponto.
Lú: profundidade para mim tem mais o sentido de intensidade, de real presença. É incrível como muitas vezes disperdiçamos o presente pensando no passado ou no futuro.
De todo modo, concordo com você. Tudo que vira obrigação é muito chato.
Ti:não sei o que é melhor. Você me conhece: sou um especialista em generalidades ...
Anne: humor é fundamental. Meu avô costumava recomendar "piadas curtas e engraçadas, trepadas longas". Quando eu perguntei se de verdade funcionava ele respondeu: "experimente fazer o contrário".
Amanda: não posso discordar ...

Rafael disse...

Olá Flávio,

obrigado pela visita... o blog da Anne já me rendeu dois visitantes! Gostei muito do teu blog, gostaria de poder escrever textos curtos e que dão o recado como os que li aqui. Eu sou "escravo das linhas".

Quanto a escrever uma coluna de turismo, não és o primeiro a sugerir isso, daqui a pouco vou começar a acreditar que posso fazê-lo! Gosto de viajar e de relatar as viagens, só não viajo mais porque não posso. Se alguém/alguma revista quisesse bancar o investimento em troca de uma coluna, aceitaria na hora!! Hahahaha!!!

Mais uma vez, valeu pela parada por lá. Sinta-se em casa. Um abraço

Ti disse...

Flávio,

Quem tema a sensibilidade que você tem, quem é "caçador próprio" como você é, quem transforma o destino definido por você mesmo, não pode viver superficialmente...

As pessoas evoluem, as necessidades transformam-se e as sensações são alteradas... Esta é a magia da vida!!

Beijos de quem muito de admira!!